Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador
| Foto:

A família composta por um casal e duas filhas que ocupa este apartamento construído nos anos 1990 no bairro Batel, em Curitiba, não se encontrava mais no layout que o imóvel oferecia. As viagens frequentes para os destinos mais descolados do mundo foi alimentando os integrantes da casa com referências das mais variadas escolas de design, e foi a partir dessa vivência que eles amadureceram a ideia de mudar revestimentos, móveis e o próprio layout do apê.

Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador

O projeto ficou a cargo do escritório do arquiteto Marcos Bertoldi. “As soluções espaciais eram precárias: banheira integrada ao quarto, paredes em ângulos, esquadrias internas com detalhes neoclássicos, azulejos decorados, piso acarpetado e sala de jantar para um máximo de quatro cadeiras. Tudo precisava de urgente atualização”, enumera.

Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador

Obra

A reforma começou pelos quartos. Com espaço reduzido, a suíte das filhas foi pensada para que pudesse funcionar interligada ou separada por uma porta de correr embutida em um painel de madeira. Desta forma foi possível manter a privacidade das meninas. O toque feminino ficou a cargo do tecido colorido utilizado para forrar a cabeceira das camas, em estilo capitonê.

Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador

Na suíte do casal, o destaque fica por conta das peças de mobiliário assinado, como a poltrona Aviador, de Fernando Mendes, e a cadeira Girafa, de Lina Bo Bardi. Armários em veneziana, que permitem maior ventilação, e uma grande cômoda complementam a ambientação.

Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador

Estar e jantar

A menina dos olhos do projeto, no entanto, são as salas de estar e jantar. Para dar uma nova cara aos espaços e acomodar o dobro de pessoas (oito) à mesa, o arquiteto reposicionou a cozinha do apartamento e abusou do uso da madeira. Promovendo uma limpeza visual e uma estética contemporânea, ela está presente no piso, paredes divisórias e nos armários embutidos. Um deles, com portas “camarão”, guarda o home cinema, o bar e a cristaleira, além de esconder o acesso ao corredor que leva aos quartos.

Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador

O pilar de concreto armado, que teve seu reboco removido, e o tom de cimento aparente das paredes contrastam com a textura delicada da madeira e dão o toque de naturalidade ao projeto.
Assim como a suíte do casal, os espaços da estar da casa também esbanjam design. Da coleção da família destacam-se o sofá, o tapete e a banqueta Jader Almeida. A elas juntaram-se outras peças de mobiliário solto, como a poltrona Jangada, de Sérgio Rodrigues, e a mesa de centro Pétala, de Jorge Zalszupin, garimpadas em antiquários contemporâneos, e as cadeiras Jader Almeida, adquiridas em lojas especializadas do ramo.

Concreto e madeira dão o tom desse apartamento atemporal e inspirador

O resultado é um apartamento atemporal e atualizado às necessidades da família, que conseguiu representar nele seu estilo de vida e as transformações pelas quais ela própria passou.

*Daliane Nogueira e Sharon Abdalla

LEIA TAMBÉM

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]