i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Conheça o projeto arquitetônico do polo gastronômico Ca’Dore

  • PorHAUS
  • 13/01/2017 06:41
Fotos: Fernando Zequinão/Divulgação
Fotos: Fernando Zequinão/Divulgação| Foto: Fernando Zequinao

Novo polo gastronômico que abre suas portas nesta quinta-feira (12), como noticiou o Bom Gourmet, a Ca’Dore Comida Descomplicada ganha vida em um espaço especial para a cidade.

O lugar onde hoje funciona o complexo com 36 bares e restaurantes instalados em contêineres já foi fábrica da tradicional Cerâmica Colle.

Conheça o projeto arquitetônico do polo gastronômico Ca’Dore
| Fernando Zequinao

A empresa inaugurada em 1871 foi uma das responsáveis pelo crescimento do Bacacheri e pela vocação fabril que tomou conta do bairro, como também aconteceu com o Moinho Curitibano.

A indústria fabricava tubulações para obras de infraestrutura pública e foi desativada em 2011.

A ampla área verde chama atenção pelo ar bucólico e pelas chaminés alaranjadas dos antigos galpões.

Conheça o projeto arquitetônico do polo gastronômico Ca’Dore
| Fernando Zequinao

O espaço ocupado pelo complexo tem uma metragem aproximada de 5,8 mil m². O projeto é assinado pelo arquiteto Bruno Colle, que lançou mão de estruturas modulares (contêineres) em volta de um grande espaço de convivência.

A opção empregada pelo arquiteto facilita qualquer futura reforma ou modificação no layout do complexo.

Foto: Fernando Zequin
Foto: Fernando Zequin| Fernando Zequinao

O projeto arquitetônico se destaca ainda pelo caráter sustentável, pois faz uso racional de água, reutiliza e recicla recursos, entre outras características que fazem do espaço um lugar ambientalmente correto.

LEIA TAMBÉM

Hotel Nacional reabre como resort de luxo após 20 anos fechado

Ippuc precisa respirar o ar de fora, diz novo presidente

Ar-condicionado portátil funciona com água e cabe na mochila

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.