Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Retrato da ítalo-brasileira Lina Bo Bardi no SESC Pompeia.
Retrato da ítalo-brasileira Lina Bo Bardi no SESC Pompeia.| Foto: Bob Wolfenson/Cortesia Instituto Bardi

A arquiteta, designer, cenógrafa e artista italiana naturalizada brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992) receberá postumamente o Leão de Ouro Especial pela trajetória e conjunto de sua obra durante a 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da La Bienal de Veneza. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (8) pela Bienal.

Segundo o arquiteto libanês Hashim Sarkis, professor da Escola de Arquitetura e Planejamento do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e curador do evento na Itália, Lina é a arquiteta que melhor representa o tema do evento deste ano "Como viveremos juntos? / How will we live together?"

Siga a HAUS no Instagram

Fotografia feita em 1947 por Pietro Bardi.
Fotografia feita em 1947 por Pietro Bardi.| Pietro Bardi/Cortesia de Instituto Bardi

“Sua carreira como designer, editora, curadora e ativista nos lembra o papel do arquiteto como construtor de visões coletivas. Ela também exemplifica a perseverança da arquiteta em tempos difíceis, sejam guerras, conflitos políticos ou imigração, e sua capacidade de permanecer criativa, generosa e otimista o tempo todo”, defende em nota para imprensa o arquiteto e curador sobre algumas de suas motivações para a nomeação.

O curador de arte e design Waldick Jatobá, diretor-executivo do Instituto Bardi, que cuida do legado de Pietro Maria Bardi (1946-1992) e Lina Bo Bardi, e que tem como objetivo promover o estudo e a pesquisa nas áreas de arquitetura, design, urbanismo e arte popular brasileira, acredita que o reconhecimento irá fortalecer o trabalho que vem sendo feito desde 1990. Principalmente por Lina ser a primeira mulher brasileira, e também a primeira no mundo com obra construída, a conquistar um Leão de Ouro. Ela foi ainda a terceira profissional brasileira a obter o prêmio; Oscar Niemeyer e Paulo Mendes da Rocha foram laureados em 1996 e 2016, respectivamente.

Poltrona Bowl, criada por Lina Bo Bardi em 1950.
Poltrona Bowl, criada por Lina Bo Bardi em 1950.| Instituto Bardi/Cortesia

Para a presidente do CAU-BR,  Nadia Somekh, o anúncio da premiação de Lina Bo Bardi no Dia Internacional da Mulher “é uma honra e amplia o significado da data para nós, arquitetas e urbanistas brasileiras, pois homenageia toda produção que ela fez no Brasil e que se constitui em um ícone da nossa arquitetura”.

Edição 2021 da Bienal de Arquitetura de Veneza

Esta edição da Bienal de Arquitetura de Veneza será apresentada em abril em formato digital e transmitida ao vivo no site (clicando aqui) e nas redes sociais, com abertura ao público prevista para 22 de maio de 2021. De acordo com a programação atual, na ocasião estarão presentes o presidente do Conselho de Administração do Instituto Bardi, Giuseppe D’Anna, e a diretora cultural e arquiteta Sol Camacho, para receberem o Leão de Ouro durante a cerimônia de inauguração do evento.

Igreja do Divino Espírito Santo do Cerrado, em Uberlândia, projetada por Lina em 1975.
Igreja do Divino Espírito Santo do Cerrado, em Uberlândia, projetada por Lina em 1975.| Leonardo Finotti

Já no Brasil, a celebração está inicialmente programada para julho deste ano e seguirá de acordo com os protocolos de saúde e governamentais.

“Este é um momento muito importante, pois celebramos os 70 anos da Casa de Vidro, primeiro projeto construído por Lina, onde hoje funciona o instituto. Estamos planejando uma exposição coletiva sobre arquitetura no jardim da Casa de Vidro, seguindo a temática da Bienal, assim como o lançamento de um novo site que tornará o acervo do casal Bardi mais acessível ao mundo”, detalha Sol Camacho.

Ladeira da Misericórdia, em Salvador, é um local de extremo valor patrimonial em Salvador, com intervenção de Lina.
Ladeira da Misericórdia, em Salvador, é um local de extremo valor patrimonial em Salvador, com intervenção de Lina.| Leonardo Finotti
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]