Arquitetos apresentam solução para unificar Shopping Estação e Praça Eufrásio Correa

Nova configuração faria a população usufruir do espaço que hoje serve apenas como passagem, segundo projeto do escritório Solo Arquitetos para 3ª Mostra Arquitetura para Curitiba

Em projeto da Solo Arquitetos, estações-tubo seriam remanejadas para túnel subterrâneo. Espaço livre seria reconfigurado com novos usos. Imagem: Reprodução/Solo Arquitetos

por Aléxia Saraiva

15/10/2019

compartilhe

Localizada no Centro de Curitiba, a Praça Eufrásio Correia é mais famosa pelos seus arredores que pelo seu espaço em si. Vizinha da Câmara dos Vereadores, do Shopping Estação e das estações-tubo que emprestam seu nome, a praça é sinônimo de passagem. E é para transformar essa relação das pessoas com o espaço público que o escritório Solo Arquitetos propôs a ideia de uma nova Praça Eufrásio Correia que coloca o foco nos pedestres. O projeto integra a 3ª Mostra Arquitetura para Curitiba.

“A região possui uma atmosfera extremamente urbana e mista, porém são elementos isolados que sobrevivem por si só e não tiram proveito da possível interação entre cada um dos usos. Em outras palavras, o espaço privado se isola em pequenas ilhas onde o espaço público o contorna“, explicam os arquitetos da Solo. “Dessa forma nosso ensaio de projeto se resume na tentativa de imaginar como o público e o privado poderiam se beneficiar mutuamente de um espaço mais integrado.”

Essa provocação trouxe duas mudanças estruturais: a primeira cria uma passagem subterrânea para ônibus entre as ruas Desembargador Westphalen e João Negrão. A segunda, abre o Shopping Estação para a praça e cria um centro gastronômico que a integra ao espaço público.

Imagem: Reprodução/Solo Arquitetos

Calçadão e passagem subterrânea para ônibus

O primeiro passo para criar uma atmosfera mais agradável para os pedestres foi eliminar as barreiras físicas das estações-tubos e grades que as cercam. O novo espaço vira, assim, um grande calçadão aberto às pessoas, desfazendo o “nó de trânsito” que atualmente existe na esquina da Marechal Floriano Peixoto com a Av. Sete de Setembro.

Uma das principais vantagens dessa mudança seria potencializar os usos que fazem parte da região mas que permanecem “escondidos”: edifícios residenciais, comerciais, históricos, poder público, serviços, comércio, educação.

Imagem: Reprodução/Solo Arquitetos

“Hoje, os tubos posicionados ao lado da praça, somados à grande velocidade dos ônibus, criam uma grande barreira física no espaço, fazendo com que todas aquelas pessoas procurem imediatamente um espaço para o qual possam ir — ficar ali não é uma opção“, destacam os arquitetos.

Shopping Estação e praça agora integrados

A outra proposta para a praça é reconfigurar o próprio Shopping Estação, que hoje é uma barreira física entre seu interior e a praça. A ideia seria abrir um centro gastronômico virado para ela. Esse centro também serviria de ponto de integração com o terminal de ônibus subterrâneo.

Imagem: reprodução/Solo Arquitetos

Nessa mudança, um novo edifício habitacional se integraria ao antigo edifício garagem do shopping. Uma solução que reaproveita a estrutura ao mesmo tempo em que faz o adensamento da região, aumentando seu uso misto. Esse conjunto de fatores, para os profissionais, cria um fluxo natural de pessoas que “se encontram em um novo espaço que integra de modo qualitativo o público e o privado, que conecta pessoas e cidade”.

3ª Mostra Arquitetura para Curitiba

A terceira edição da exposição bienal que apresenta provocações e possibilidades para a cidade traz o tema “Cidade Presente, Cidade Ausente”. A exposição consiste em 21 propostas desenvolvidas em parcerias de arquitetos com estudantes de todos os cursos de arquitetura da cidade. Os grupos se debruçaram sobre os projetos durante quatro meses.

Os arquitetos que integraram a equipe do projeto foram Gabriel Zem Schneider, Franco Luiz Faust, João Gabriel Kuster Cordeiro, Lucas Aguillera e Shinyashiki e Thiago Augustus. Já os estudantes a participar foram Arthur Ribas de Souza, Brenda Castro, Gustavo Maravieski, Isabela Pacheco, Jeilyka Rezende, Laís Sawa de Paula, Vanessa Tavares Pereira. Também participaram os integrantes da produtora Albufeira: Ana Letícia Zimmermann, Ana Luíza Zimmermann e Vinícius Antunes.

Para mais informações sobre o projeto, clique aqui.

Serviço

3ª Mostra Arquitetura para Curitiba

De 15 de outubro a 15 de dezembro no 2º andar do Memorial de Curitiba (R. Dr. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco).

LEIA MAIS

Arquitetos propõem jardins d’água no Centro Cívico e Cândido de Abreu para pedestres

Curitiba recebe proposta de moradia sustentável para pessoas em situação de rua

Lado B da Rua XV inspira projeto de “moradia fraternal” e novo espaço para ambulantes

Arquitetas questionam como cidades podem ser mais inclusivas para mulheres

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você