Os arquitetos espanhóis Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta dividem o Pritzker 2017.
Foto: Javier Lorenzo Domínguez/Pritzker Prize/Divulgação
Os arquitetos espanhóis Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta dividem o Pritzker 2017. Foto: Javier Lorenzo Domínguez/Pritzker Prize/Divulgação| Foto: jlorenzodominguez@mac.com

O mais importante e badalado prêmio da arquitetura internacional, o Pritzker caiu no colo de um trio de arquitetos da Catalunha. Os vencedores deste ano são os arquitetos Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta, que estão à frente do RCR Arquitectes.

O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (1) em Chicago, nos Estados Unidos, por Tom Pritzker, presidente da Fundação Hyatt, organização que concede a premiação todos os anos. A festa de entrega do prêmio será dia 20 de maio, em Tóquio.

Oscar da arquitetura vai para trio da Catalunha

Naturais de Olot, na região catalã da Espanha, o trio é conhecido por um duro comprometimento com a paisagem e sua narrativa, tentando sempre criar espaços em que o discurso conceitual e construtivo case com o respectivo contexto.

Nessa busca pela conexão natural entre interior e exterior dos locais que projetam, são mestres em harmonizar a materialidade com a transparência. O que aparece sempre como um resultado experimental e até emocional.

Oscar da arquitetura vai para trio da Catalunha

Apesar de serem da Catalunha, uma região que celebra suas regionalidades, os traços do trio evocam uma identidade arquitetônica universal, empregando principalmente aço reciclado e plástico. “Eles demonstraram que a unidade de um material pode oferecer tamanho força e simplicidade ao edifício”, defende Glenn Murcutt, diretor do júri que escolheu pelos arquitetos espanhóis.

Oscar da arquitetura vai para trio da Catalunha

“Vivemos em um mundo globalizado em que precisamos confiar nas influências internacionais. Mas cada vez mais as pessoas temem isso e perder valores locais, arte local, costumes locais. Rafael, Carme e Ramon nos ensinam que é possível ter os dois”, sentencia o comitê.

Oscar da arquitetura vai para trio da Catalunha

Desde 1989, o trio presta consultoria ao Parque Natural da Zona Vulcânica de La Garrotxa. E há quatro anos os sócios do escritório criaram a fundação RCR Bunka para incentivar arquitetura, paisagem, arte e cultura na sociedade local.

Oscar da arquitetura vai para trio da Catalunha

Em resposta, a arquiteta Carme informou o comitê do prêmio: “É uma grande alegria e uma grande responsabilidade. Estamos animados que este ano três profissionais, que trabalham intimamente em tudo que fazem, estão sendo reconhecidos.”

Em 39 anos de história, é a segunda vez que arquitetos da Espanha recebem a homenagem. O primeiro espanhol a ganhar a láurea foi Rafael Moneo, em 1996.

Oscar da arquitetura vai para trio da Catalunha

LEIA TAMBÉM

Conheça os causos (alguns macabros) da árvore mais velha de Curitiba

Hotel deslumbrante é nova criação do Salvador Dalí do design

Conheça o novo (e deslumbrante) apartamento de Gisele Bündchen

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]