Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Painel ripado em espinha de peixe e pontos de cor marcam projeto de apartamento de 150 m²
| Foto: Paula Morais

O painel ripado é uma das soluções nas quais os arquitetos apostam para trazer calor aos ambientes e camuflar armários ou passagens para outros cômodos da casa. Mas mesmo ele, tão usado nos projetos e desejado pelo moradores, pode ser apresentado de uma maneira inovadora. É o que ocorre no projeto assinado pela arquiteta Gabriela Casagrande, de Curitiba. Para esconder os ambientes íntimos e de serviço de um apartamento de 153 m², ela apostou em um grande painel ripado em carvalho americano com padrão espinha de peixe, pouco usual quando se fala em revestimento de paredes.

"A ideia era trabalhar com uma madeira clara de tons neutros, e o carvalho americano tem durabilidade e traz uma sensação de aconchego maior. O painel cobre toda a parte social da casa", explica a arquiteta.

Siga a HAUS no Instagram

| Paula Morais

Além de revestir, ele ainda abriga armários, gavetas, uma cristaleira, rouparia e espaço de home office. "No dia a dia ele fica fechado, como espaço de armazenamento. Mas quando a moradora precisa fazer uma call, por exemplo, a porta se abre e se transforma em uma mesa de trabalho", acrescenta Gabriela.

A obra

O projeto nasceu da necessidade de mudança da cliente de Gabriela. Com os filhos crescidos e fora de casa, ela trocou o imóvel anterior, uma casa de 700 m², pelo apartamento, uma vez que este demanda menos manutenção e possibilita a ela sair e viajar com mais segurança e tranquilidade.

Uma sala maior para receber as amigas e familiares e dois quartos, uma suíte e um de hóspedes, planejado para receber os futuros netos, estavam no briefing do projeto, juntamente com o máximo aproveitamento dos espaços.

| Paula Morais

"Nós fizemos o projeto de personalização da planta diretamente com a construtora. O projeto original previa três dormitórios, e entregamos dois. A construtora ainda entregava o banheiro da suíte com duas cubas e dois chuveiros, que não iríamos usar no projeto, então eles nem entregaram. Quando a construção do prédio foi finalizada, o restante da obra do apartamento foi realizada rapidamente, o que reduziu custos, tempo de obra, a geração de resíduos e o desperdício de materiais, contribuindo também com o meio ambiente", conta.

Interiores

O projeto de interiores, por sua vez, foi pensado tendo como base uma paleta de tons neutros, com destaque para os cinzas, off white e caramelo, além do mármore Grigio na lareira.

| Paula Morais

"A cliente gosta de cores, mas também gosta de mudar. Então apostamos em um projeto neutro, fácil de ser modificado com objetos [menores]", explica Gabriela. Por isso, os pontos de cor ficam por conta das obras de arte e das peças decorativas em tons de vermelho, laranja e verde.

Conteúdo editado por:Luan Galani
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]