Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
prego-liquido-cola-tudo-fixa-obras-reforma-bricolagem-montaecola-quando-usar-dicas-arquitetura-decoracao-casa-haus
Adesivo à base de resina cola quase tudo instantaneamente, até mesmo superfícies molhadas, e permite pintura.| Foto: Reprodução/Só Portas

É cada vez mais popular no mercado da construção o "prego líquido", um tipo de resina adesiva de base acrílica de alta performance que cola as mais diversas superfícies secas e molhadas de forma quase instantânea. A substância é vendida por diversas marcas e também é chamada de monta e cola, fixa tudo, cola tudo, entre outras alcunhas similares.

"É ideal para pequenas reformas com madeira, tijolo, MDF, cerâmica, gesso, concreto, metal, pedra, cortiça, dry wall", elenca Rennan Guilherme Conrado da Silva, gerente de vendas da Impermix Batel.

Siga a HAUS no Instagram

"Ela garante rapidez na obra e diminui a sujeira e o barulho que o prego normal ocasiona. Além disso, é resistente à água e agentes climáticos, com fixação imediata", explica Silva.

prego-liquido-cola-tudo-fixa-obras-reforma-bricolagem-montaecola-quando-usar-dicas-arquitetura-decoracao-casa-haus2
| Reprodução/Wurth

A substância, porém, não é recomendada para colar espelhos nem para materiais de plástico a base de polietileno, polipropileno, politetrafluoroetileno, nylon e acrílico, pois não adere 100% e acaba descolando depois, como destaca Robson Luiz Ferreira, representante comercial da Selabond. "Para o plástico tem que ser um selante específico", alerta Ferreira.

Seu uso também não é recomendado para aquários, nem superfícies que fiquem imersas na água, bem como não é indicado para elementos com contato direto a alimentos, de acordo com a coordenadora de produtos da Vedacit, Suellen Massochin Medeiros, marca que acaba de lançar seu "prego líquido" no mercado.

Patricia Machado utilizou o "prego líquido" para colar as prateleiras.
Patricia Machado utilizou o "prego líquido" para colar as prateleiras.| Reprodução/Cama Amarela

O uso é recomendado especialmente para serviços de "Faça Você Mesmo", fixação e reparo de rodapés, folhas de fórmicas para revestimentos de móveis, pisos de vinil, pisos paviflex, carpetes e parquetes, colagem de isopor, peças decorativas etc.

Segundo dados técnicos das marcas que comercializam o produto, o "prego líquido" não cola a pele, não tem cheiro, não é inflamável, não escorre e não é prejudicial para a saúde do consumidor ou do aplicador.

| Reprodução/YouTube/O Azulejista

Segundo a coordenadora de produtos da Vedacit, cada 1 cm² de produto suporta 1,2 kg após a cura total. O tempo para manusear o material (retirada do suporte) após aplicações leves é de 15 minutos a 1 hora e, para as peças pesadas (indica-se usar também um suporte até ganhar resistência) é de 1 a 24 horas.

"O produto elimina a pequena dor de cabeça de quem aluga uma casa ou apartamento, por exemplo", defende Luis Fernando Guggenberger, executivo de marketing, inovação e sustentabilidade da Vedacit. "Não tem nada pior do que se deparar com furos que o locatário acabou deixando e ter que restaurar tudo com massa corrida."

prego-liquido-cola-tudo-fixa-obras-reforma-bricolagem-montaecola-quando-usar-dicas-arquitetura-decoracao-casa-haus
| Bigstock

No caso da Vedacit, por exemplo, como detalha Suellen, a substância adesiva está disponível em bisnaga (ideal para reparos pontuais, como prender um gancho ou colar um quadro na parede), que rende até meio metro linear, e na versão cartucho (que precisa de uma pistola aplicadora) e rende 2,75 metros lineares, sendo mais indicado para fixação de gesso, rodapé, entre outros.

E o produto exige algum tipo de manutenção ou tem data para sua eficácia vencer? Segundo a Vedacit, não. "O produto vai performar até a hora em que você decidir retirá-lo", esclarece Suellen. Para a remoção, o indicado é raspar o local para não danificar nem o substrato e nem a peça fixada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]