Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Batizada carinhosamente de “rainhas das orquídeas”, Rosita Beltrão Almeida Rischbieter abriu recentemente a Orquidaria Rosita para dividir com as pessoas sua coleção de orquídeas de mais de 18 anos.
Batizada carinhosamente de “rainhas das orquídeas”, Rosita Beltrão Almeida Rischbieter abriu recentemente a Orquidaria Rosita para dividir com as pessoas sua coleção de orquídeas de mais de 18 anos.| Foto: Leticia Akemi/HAUS

As rosas que lhe perdoem, mas o coração de Rosita Beltrão Rischbieter, 83 anos, é das orquídeas. O que começou como uma brincadeira há 18 anos atrás - depois de ser presenteada com uma orquídea no Dia das Mães - evoluiu para uma das maiores coleções da planta do mundo. Hoje são 7 mil orquídeas, todas catalogadas e com um currículo de floração anual, distribuídas em cinco estufas, como informa Rosita.

"Na época de floração, de setembro a novembro, eu costumo trazer convidados aqui em casa para admirar as florações. Mas decidi que gostaria que outras pessoas também pudessem vivenciar as orquídeas na natureza. Por isso guardei apenas 5% da minha coleção e decidi criar um orquidário para vender todas as outras", confidencia a proprietária da recém-nascida Orquidaria Rosita, instalada na Rua Mateus Leme, 3.440, no São Lourenço. Por enquanto, o horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. No futuro o complexo irá abrir aos sábados também.

Siga a HAUS no Instagram!

Orquidaria Rosita tem plantas a partir de R$ 40.
Orquidaria Rosita tem plantas a partir de R$ 40.| Daniel Katz/Divulgação

A floricultura tem orquídeas convencionais de cerca de R$ 40, até espécies mais raras, com 80 flores, que saem por R$ 2 mil. Elas são oriundas do Brasil, Chile, Estados Unidos, Itália e Tailândia. Para ajudar a dar vida a esse sonho, Rosita chamou o prestigiado arquiteto Jayme Bernardo e o renomado paisagista Luiz Carlos Orsini, responsável pelos incríveis jardins do Instituto Inhotim, em Brumadinho, Minas Gerais.

"O projeto tem 850 m² de área total, com um terreno de fundo de vale, com estacionamento, estufas, um jardim passeio maravilhoso e uma nova unidade da Prestinaria", revela Jayme. "O edifício principal é uma caixa com pegada industrial e materiais naturais, como madeira e pedra, e bem hightech nas soluções do telhado e de iluminação."

Um dos espaços internos é voltado para a exposição de arte e terá curadoria da celebrada galerista Zilda Fraletti, sobrinha de Rosita, que também é a responsável pelo relacionamento do novo empreendimento.

"A cada 30 dias teremos uma exposição nova. Começaremos com fotografias da catarinense Charly Techio, a partir de 20 de julho, e em setembro, obras da carioca Paula Costa, que é bem conhecida pelo trabalho com flores e bordado, muito sensível. As obras estarão todas à venda", comenta Zilda.

Jardim é um dos destaques da Orquidaria Rosita.
Jardim é um dos destaques da Orquidaria Rosita.| Daniel Katz/Divulgação

Segundo o paisagista Luiz Carlos Orsini, que assumiu a arquitetura paisagística do projeto, o projeto do jardim abraçou o volume das estufas com exuberância e criou espaços com bromélias de várias cores.

"Bromélias e orquídeas andam sempre juntas na natureza. Em pedras, árvores. Até no cerrado elas estão juntas. Apesar do frio de Curitiba diminuir bastante as opções, conseguimos um resultado arrebatador", esclarece Orsini, que também manteve a mata ciliar da área e diversas espécies que já estavam por lá, como pau-ferro, palmeiras e cactos.

Rosita Rischbieter coleciona orquídeas há mais de 15 anos.
Rosita Rischbieter coleciona orquídeas há mais de 15 anos.| Leticia Akemi/HAUS
2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]