i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Reconhecimento

Com projetos grandiosos, arquiteto gana-britânico recebe um dos principais prêmios mundiais

  • PorHAUS*
  • 01/10/2020 11:25
Com projetos grandiosos, arquiteto gana-britânico recebe um dos principais prêmios mundiais
| Foto: Alex Fradkin/RIBA/Divulgação

Uma das maiores premiações da arquitetura mundial, o Royal Institute of British Architects (RIBA) anunciou nesta quarta-feira (30) Sir David Adjaye como o eleito para a Royal Gold Medal em 2021. A honraria é uma das maiores do setor e é aprovada pessoalmente pela rainha Elizabeth, sendo concedida como reconhecimento ao conjunto da obra realizada por "uma pessoa ou grupo de pessoas que tiveram uma influência significativa, direta ou indiretamente, no avanço da arquitetura", como descreve o prêmio. Zaha Hadid, Paulo Mendes da Rocha, Oscar Niemeyer, Álvaro Siza e Toyo Ito são alguns dos profissionais que constam no seleto grupo de premiados.

Siga a HAUS no Instagram!

Ao justificar a escolha, o RIBA menciona o "trabalho excepcional" que o arquiteto realiza em várias partes do globo há 25 anos, que inclui de casas particulares, exposições e design de mobiliário a grandes edifícios culturais e masterplans de cidades. Além dos escritórios em Accra, Londres e Nova Iorque, o arquiteto combina a prática profissional com o ensino em escolas de Arquitetura no Reino Unido e nos EUA, incluindo as universidades de Harvard, Michigan, Pensilvânia e Princeton.

 Museu Nacional de História e Cultura Afro-americana Smithsonian. Foto: Nic Lehoux/RIBA/Reprodução
Museu Nacional de História e Cultura Afro-americana Smithsonian. Foto: Nic Lehoux/RIBA/Reprodução | Nic Lehoux/RIBA/Reprodução

Entre o mais conhecido de seus trabalhos está o Museu Nacional de História e Cultura Afro-americana Smithsonian, localizado em Washington (EUA). Um centro de varejo e artes de uso misto em Beirute (Líbano), o Centro de Arte Contemporânea Ruby City, no Texas (EUA), a Escola de Administração de Moscou, na Rússia, e o Centro de Artes Rivington Place, em Londres, são outros deles.

"É uma grande honra ter meus colegas reconhecendo o trabalho que desenvolvi com minha equipe e nossa contribuição para o campo nos últimos 25 anos. Arquitetura, para mim, sempre tratou de criar algo belo que contribuísse igualmente para todas as pessoas ao redor do mundo e, também, para a evolução do ofício. O impacto social desta disciplina foi e continuará a ser a força orientadora que informa a minha prática. Um momento de sincero agradecimento a todas as pessoas que apoiaram minha caminhada até aqui.", disse Adjaye.

 Centro de Arte Contemporânea Ruby City. Foto: Dror Baldinger/RIBA/Reprodução
Centro de Arte Contemporânea Ruby City. Foto: Dror Baldinger/RIBA/Reprodução | Dror Baldinger/RIBA/Reprodução

Com 54 anos, Sir David Adjaye já coleciona outros reconhecimentos pelo RIBA, sendo o primeiro deles recebido em 1990, quando, como estudante, foi agraciado com a Medalha de Bronze pelo melhor projeto estudantil do Reino Unido. Outros prêmios Internacionais RIBA vieram em 2008, pelo Museu de Arte Contemporânea de Denver, e em 2013, pela Biblioteca Francis Gregory e a Biblioteca William. O Lockridge/Bellevue, em Washington DC.

 Escola de Administração de Moscou. Foto: Iwan Baan/RIBA/Reprodução
Escola de Administração de Moscou. Foto: Iwan Baan/RIBA/Reprodução | Iwan Baan/RIBA/Reprodução

"Foi um prazer e uma honra absolutos presidir o comitê e participar da seleção de Sir David Adjaye como o medalhista de ouro de 2021. Em todas as escalas, de casas particulares a grandes centros de artes, pode-se sentir o zelo de David Adjaye e o poder criativo e enriquecedor de sua arquitetura. Seu trabalho é local e específico e, ao mesmo tempo, global e inclusivo. Misturando história, arte e ciência, cria ambientes altamente elaborados e envolventes que equilibram temas contrastantes e inspiram a todos nós", afirmou Alan Jones, presidente do RIBA, na ocasião da premiação. "Acredito que sua prática e ensino em escolas de arquitetura tenham enriquecido significativamente seu trabalho. Sua visão artística e social levou à criação de projetos públicos que demonstram perfeitamente o potencial cívico da arquitetura – fomentando empatia, identidade e orgulho. A contribuição de David para a arquitetura e o design mundial já é surpreendente, e estou ansioso para ver o que está por vir", completou.

*Com informações do Archdaily Brasil

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.