Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
A abundância de adornos e elementos decorativos na fachada é um dos destaques do projeto do Palacete Leão Junior. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
A abundância de adornos e elementos decorativos na fachada é um dos destaques do projeto do Palacete Leão Junior. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo| Foto: Gazeta

Curitiba é uma verdadeira vitrine quando o assunto é arquitetura eclética. Casas, solares e palacetes centenários preservados por comunidades de imigrantes, instituições públicas e empresas privadas mantêm vivo o estilo que marcou as edificações erguidas entre o final do século 19 e início do século 20 na capital.

Caracterizada pela mescla de elementos de diferentes estilos, a escola eclética abusa dos adornos e dos elementos decorativos em alto relevo nas fachadas. As janelas neoclássicas em arco pleno e o uso da platibanda, que tem a função de esconder o telhado, são outras características do estilo.

Confira oito casarões com arquitetura eclética selecionados por HAUS e aproveite o fim de semana para conhecê-los.

Solar do Barão

Visitamos os espaços esportivas e culturais para o projeto do jornal de aniversário da cidade. Fizemos o máximo possível por regiões. Identificamos esses espaços (praças, quadras, centros de esporte e lazer) com todos os equipamentos que eles possuem.
Quadras de têns, de golfe, futebol, vôlei, basquete, academia ao ar livre, equipamentos de alongamento, academias, piscinas e os playgrounds.

Imagens do Solar do Barão no centro de Curitiba.
Visitamos os espaços esportivas e culturais para o projeto do jornal de aniversário da cidade. Fizemos o máximo possível por regiões. Identificamos esses espaços (praças, quadras, centros de esporte e lazer) com todos os equipamentos que eles possuem. Quadras de têns, de golfe, futebol, vôlei, basquete, academia ao ar livre, equipamentos de alongamento, academias, piscinas e os playgrounds. Imagens do Solar do Barão no centro de Curitiba.| Gazeta do Povo

A cor avermelhada e a exuberância da construção fazem com que o Solar do Barão não passe despercebido por quem circula pela região central de Curitiba. O complexo cultural, que abriga museus, cursos e biblioteca, teve sua obra iniciada em 1880 pelo ervateiro Ildefonso Pereira Correia, mais conhecido como Barão do Serro Azul. Com traços ecléticos, suas fachadas destacam as janelas neoclássicas em arco pleno e os adornos e elementos decorativos, que caracterizam não apenas este estilo arquitetônico, mas também as casas dos ervateiros. Antes de se transformar em espaço cultural, na década de 1980, o Exército Nacional chegou a ocupar o imóvel e realizou alterações em sua planta, como a construção da garagem, onde hoje está instalada a Gibiteca.

Serviço: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Centro. Horário de funcionamento: das 9h às 12h e das 13h às 18 (3ª a 6ª feira), e das 12h às 18h (sábado, domingo e feriado).

Museu Alfredo Andersen

MUSEU ALFREDO ANDERSEN - CURITIBA - 17/08/10 - CADERNO G - Fachada do museu Alfredo Andersen. FOTO: PRISCILA FORONE. GAZETA DO POVO.
MUSEU ALFREDO ANDERSEN - CURITIBA - 17/08/10 - CADERNO G - Fachada do museu Alfredo Andersen. FOTO: PRISCILA FORONE. GAZETA DO POVO.| GAZETA

Um casarão tido como um dos berços das artes no Paraná. Assim pode ser descrito o imóvel que abriga uma das instalações do Museu Alfredo Andersen. Construído no final do século 19, o imóvel chegou a ser sede de uma sociedade recreativa alemã antes de servir de residência da família e atelier-escola de Alfred Emil Andersen, um dos pais da pintura no estado. Com fachada assimétrica, o prédio traz janelas com molduras e adornos arredondados, além da platibanda que esconde as caídas do telhado e marcam os traços ecléticos da construção. Desde 1979, o imóvel abriga o museu que homenageia o artista.

Serviço: Rua Mateus Leme, 336, Centro. Horário: das 9h às 18h (3ª a 6ª feira) e das 10h às 16h (sábado e domingo).

Palacete Leão Júnior

A abundância de adornos e elementos decorativos na fachada é um dos destaques do projeto do Palacete Leão Junior. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo
A abundância de adornos e elementos decorativos na fachada é um dos destaques do projeto do Palacete Leão Junior. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo| Gazeta

Ligado ao ciclo da erva-mate e à história de uma das empresas mais tradicionais de Curitiba, a Matte Leão, o palacete centenário mantém viva a sofisticação que o chamado “ouro verde” trouxe à capital. Construído para servir de residência da família de Agostinho Ermelino de Leão Júnior no final do século 19, o Palacete dos Leões, como é conhecido, é uma verdadeira vitrine da arquitetura eclética. Das janelas em arco pleno, que remetem ao estilo neoclássico, à abundância de ornamentos na fachada, como conchas, colunas e cabeças de leão, todos os detalhes reforçam a importância histórica do prédio, que integra a lista das Unidades de Interesse de Preservação (UIPs) da prefeitura de Curitiba.

Serviço: Avenida João Gualberto, 530, Alto da Glória. Horário de funcionamento: das 12h30 às 18h (2ª a 6ª feira).

Cinemateca

Prédio da Cinemateca, para a série casarões, do caderno de imóveis
Prédio da Cinemateca, para a série casarões, do caderno de imóveis| Gazeta do Povo

Localizado no chamado Centro Histórico, o complexo que abriga a Cinemateca de Curitiba também carrega traços da arquitetura eclética. Eles estão presentes na Casa Wichert, edificação de tons amarelados vizinha à “casa vermelha” da esquina. Sua construção, que apresenta entrada lateral e porão alto, é datada do início do século 20 e faz do imóvel uma Unidade de Interesse de Preservação (UIP).

Serviço: Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1.174, esquina com a Rua João Manoel, Centro. Horário de funcionamento: das 9h às 12h e das 14h às 22h30 (3ª a 6ª feira), e das 14h30 às 22h30 (sábado e domingo).

Sociedade Thalia

Casarao historico, sede social do Clube Thalia de Curitiba.
Casarao historico, sede social do Clube Thalia de Curitiba.| Gazeta do Povo

A Sociedade Thalia é um dos símbolos da preservação e da divulgação da cultura alemã em Curitiba. Fundado em 1882, o clube teve seus primeiros encontros realizados no antigo Teatro Hauer, na Praça Tiradentes e na XV de Novembro, até que a sede própria foi inaugurada, no início dos anos 1940. Construído pelos Irmãos Thá, o prédio apresenta traços ecléticos e traz como destaque os vitrais de sua fachada, que simbolizam o prenúncio dos tempos modernos.

Serviço: Rua Comendador Araújo, 338, Centro. Informações: (41) 3320-7900.

Palácio Garibaldi

Casaroes Serie - Palacio Garibaldi. Utilizado pela sociedade italiana e tambem para a realizacao de eventos. Dentro, muitos quadros e gravuras de varias personalidades.
Casaroes Serie - Palacio Garibaldi. Utilizado pela sociedade italiana e tambem para a realizacao de eventos. Dentro, muitos quadros e gravuras de varias personalidades.| Gazeta do Povo

Os 17 anos necessários à construção do Palácio Garibaldi, que teve sua obra iniciada em 1887, ajudam a explicar a grandiosidade do edifício projetado pelo engenheiro Ernesto Guaita, agente consular da Itália no Brasil. Sede da Associação Giuseppe Garibaldi, o espaço mantém viva a cultura dos imigrantes italianos na capital e é outro belo exemplar da escola eclética curitibana. Assinada pelo arquiteto João de Mio e finalizada somente em 1932, sua fachada destaca os arcos e as janelas ornamentadas, que dão o ar de palacete ao imóvel. O prédio é tombado como patrimônio cultural pelo governo do estado e também integra a lista de Unidades de Interesse de Preservação (UIP’s) da prefeitura de Curitiba.

Serviço: Praça Garibaldi, 12, Alto São Francisco. Informações: 3323-3530 | 3039-8843.

Farmácia Stellfeld

PLANTA - RELÓGIO SOLAR - CURITIBA - 23- 02- 10 - PÁGINA 2- RESPIRO- Planta encontra um lugar para crescer em cima do antigo relógio solar em frente a praça Tiradentes no centro de Curitiba.  Foto: Marcelo Ellias / Agência de Notícias Gazeta do Povo
PLANTA - RELÓGIO SOLAR - CURITIBA - 23- 02- 10 - PÁGINA 2- RESPIRO- Planta encontra um lugar para crescer em cima do antigo relógio solar em frente a praça Tiradentes no centro de Curitiba. Foto: Marcelo Ellias / Agência de Notícias Gazeta do Povo| Gazeta

Localizado na Praça Tiradentes, o prédio que abrigou a Farmácia Stellfeld – uma das primeiras da capital – conta com conceitos alemães de engenharia, como o sótão habitável. A característica mais peculiar do projeto assinado pelo engenheiro Gottlieb Wieland, no entanto, é o relógio de sol instalado em sua fachada. O marcador, que se baseia na luz solar para sinalizar as horas, ainda pode ser visualizado por quem circula pela região.

Solar dos Guimarães

Solar dos Guimarães, que abriga o Conservatório de MPB, é um dos edifícios que será contemplado pelo projeto.
Solar dos Guimarães, que abriga o Conservatório de MPB, é um dos edifícios que será contemplado pelo projeto. | Gazeta do Povo

Os prédios que abrigam o Conservatório de Música Popular Brasileira e a Coordenação de Literatura da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) no setor histórico da capital, compõem outro belo conjunto da escola eclética curitibana. Datadas do final do século 19, as duas construções foram erguidas por Manoel Antônio Guimarães Neto para servir de residência da sua família em momentos distintos. Os traços ecléticos, por sua vez, são destacados pelas platibandas que escondem as caídas do telhado e as janelas e portas arredondadas de suas fachadas.

Serviço: Rua Mateus Leme, 66, São Francisco. Horário de funcionamento do Conservatório de Música Popular Brasileira em Curitiba (Solar dos Guimarães): das 9h às 22h (2ª a 6ª feira), e das 9h às 13h (sábado).

LEIA TAMBÉM

Depois de incêndio, prefeitura se precipita e derruba casa de madeira mais emblemática de Curitiba

Uma vida de tijolos e papel jornal: conheça a história do prédio da Gazeta do Povo

Novo supermercado no Batel vai restaurar casarão tradicional

 

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]