Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Imagem: Vokkan/Divulgação
Imagem: Vokkan/Divulgação| Foto:

Sem corredores e pavimentos, e com mais contato com a cidade. Essa é a proposta que fundamenta o projeto do shopping a céu aberto contemplado no projeto do bairro planejado VivaPark, em obras na cidade de Porto Belo (SC), que leva a assinatura do escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados (JLAA).

Siga a HAUS no Instagram

Integrado à totalidade dos mais de 500 mil m² do bairro, o Open Shopping VivaPark tem por objetivo promover uma nova experiência de consumo por meio de uma escala humana, com lojas abertas para as ruas e integradas às demais estruturas do bairro, em especial o parque, que soma mais de 70 mil m².

"O parque é o ponto de partida do bairro. Já o grande diferencial deste open mall é que ele não se trata apenas de um shopping. É um empreendimento que tem vida, trabalho e lazer acontecendo ao mesmo tempo. E ele foi pensado para funcionar não somente para o bairro, mas para toda a cidade", conta o arquiteto Felipe Guerra, coordenador do projeto do bairro juntamente com a arquiteta Débora Ciociola, do JLAA.

Assim, a proposta do mall se assemelha às que já são realidade em diversas partes do mundo, nas quais os modelos tradicionais de shopping, onde toda a experiência de consumo ocorre em um ambiente fechado, tem sido destinado aos grandes outlets, geralmente mais afastados da malha urbana.

Integração com parque público é destaque no projeto do open shopping. Imagem: Vokkan/Divulgação
Integração com parque público é destaque no projeto do open shopping. Imagem: Vokkan/Divulgação

"Nossa missão é resgatar a simplicidade de viver bem. Pensamos primeiro nas pessoas, nos usos, nos espaços coletivos e, por fim, nos prédios. Essa é uma tendência mundial. Nos EUA não se constroem mais shoppings do modelo tradicional. Precisamos ampliar horizontes e dialogar também com essa integração externa", aponta Jessica Volaco, sócia da Vokkan Urbanismo, empresa responsável pela implantação do bairro, e empresária à frente do projeto do open shopping.

Mix e projeto

O número e o mix de lojas ofertadas pelo open shopping não são divulgados pela Vokkan Urbanismo. O mesmo ocorre em relação aos detalhes arquitetônicos dos espaços comerciais, que deverão ter proposta contemporânea, com bastante uso de vidro para permitir a insolação e a permeabilidade visual, como pode-se deduzir das imagens preliminares de divulgação do projeto.

"O Open Shopping VivaPark terá como pilar a criação de destinos a céu aberto nas áreas de lazer, entretenimento, decoração, cultura e gastronomia", detalha Nara Schutz, coordenadora do projeto. "A experiência é o novo impulso de compra. As pessoas não querem mais estar entre paredes, elas precisam do novo, da integração com o meio urbano. E este já era nosso pressuposto antes mesmo da pandemia, o que, neste momento, apenas reforça todo o nosso projeto", acrescenta.

Mix de lojas será administrado pela Vokkan Urbanismo. Imagem: Vokkan/Divulgação
Mix de lojas será administrado pela Vokkan Urbanismo. Imagem: Vokkan/Divulgação

As lojas do open shopping não serão comercializadas e terão sua administração realizada pela Vokkan para que seja mantida a "essência do projeto", segundo Jessica.

"Queremos com esse bairro trazer para essa vida nova a sensação do que mais gostamos nas cidades pelo mundo: o andar pelas ruas e encontrar diversidade, e não só ver comércio ou moradia. Mas, sim, vê-los acontecendo juntos", resume Guerra.

Conteúdo editado por:Luan Galani
9 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]