Um ano após incêndio, começam as obras de restauro do Belvedere

Além da revitalização de sua estrutura, ícone do art nouveau curitibano receberá deque e elevador externo

Foto: Aniele Nascimento / Gazeta do Povo

por Sharon Abdalla

15/01/2019

compartilhe

Um ano após o incêndio de grandes proporções que destruiu parte de sua estrutura, na noite de 6 de dezembro de 2017, o Palácio Belvedere teve suas obras de restauro e revitalização iniciadas. Quem confirma são a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), pasta à frente da realização da obra, e a Conex Construções e Empreendimentos, empresa que venceu a licitação para sua execução.

Segundo Laerte Rigolon, responsável técnico e proprietário da Conex, os trabalhos começaram em meados de dezembro e seguiram até o período anterior às festas de final de ano, quando foram interrompidos devido ao recesso. “Neste período, foi realizada a remoção do entulho, a limpeza da fuligem e a instalação do canteiro de obras. Também foram demolidas as partes de alvenaria [que ameaçavam cair]”, conta.

Condição do prédio após o incêndio. Telhado ficou totalmente destruído. Foto: Aniele Nascimento / Gazeta do Povo

No início de janeiro, ainda de acordo com o responsável técnico, a equipe retomou os trabalhos, focados nesta primeira fase das obras na reconstrução do telhado, que deve ser concluída dentro de 30 a 40 dias.

>>> Quase centenário, exemplar icônico da arquitetura de madeira em Curitiba passa por restauro

“Finalizado o telhado, será feito o piso do pavimento superior e os demais serviços [para a recomposição da estrutura do prédio], como a reconstrução e restauro das esquadrias. Esta será [uma parte] bastante demorada porque elas têm molduras e aplicações entalhadas em madeira que demandam um trabalho técnico especializado, e todas as que estavam no piso superior foram perdidas”, lembra Reinaldo Pilotto, superintendente de Obras e Serviços da SMMA. A previsão é a de que a obra seja concluída em oito meses.

Projeto

As obras do Palácio Belvedere, ícone do art nouveau curitibano, datado de 1915, seguem os termos da licitação aberta pela Prefeitura de Curitiba em setembro último e farão com que o prédio tenha condições de abrigar a nova sede da Academia Paranaense de Letras (APL), para a qual seu uso foi cedido desde 2015, e um café-escola do Sesc (Serviço Social do Comércio).

Para isso, está prevista a construção de um deque externo em madeira de ipê, que irá ampliar a área do café e potencializar “a atratividade do espaço”, como prevê o projeto.

Imagem mostra como ficará o espaço após restauro e revitalização, até março de 2019. Crédito: Prefeitura de Curitiba/Divulgação

Outra novidade será a instalação de um elevador externo, construído em estrutura metálica com fechamento em vidro, de forma a promover acessibilidade ao prédio.

>>> Ruínas de Antonina serão transformadas em centro cultural após restauro; conheça o projeto

“O Belvedere faz parte do Centro Histórico e sua má utilização por diversos anos culminou no estado lamentável em que se encontrava, e no incêndio. Esperamos que, com esse impulso e com sua utilização, ele seja [um novo] Paço Municipal, que volte a ser visitado e se torne uma referência para os turistas, pois vai ficar lindíssimo”, enfatiza Pilotto.

Demanda antiga

A necessidade de restauro do Palácio do Belvedere não é nova e já vinha sendo discutida desde 2015. Em junho de 2017, o prefeito Rafael Greca (PMN) chegou a assinar um decreto que transferiu R$ 1,073 milhão, oriundos da venda de potencial construtivo, para este fim, mas o incêndio ocorreu antes que as obras de revitalização tivessem sido iniciadas.

A destruição causada pelas chamas, que levou à instalação de uma cobertura emergencial no espaço, elevou o valor da obra para R$ 1,4 milhão. A diferença, que soma R$ 384,5 mil, veio do Fundo Municipal do Patrimônio (Funpac), após aprovação do uso do recurso pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural (CMPC).

LEIA TAMBÉM

Designer reproduz prédio da Bauhaus em ‘ônibus’ que viajará pelo mundo para contar a história da escola

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você