Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Sala de jantar após reforma da brasileira Lia Paiva.
Sala de jantar após reforma da brasileira Lia Paiva.| Foto: Divulgação

Domicílio, habitação, morada, residência, moradia. Qualquer que seja o sinônimo, a palavra casa nunca esteve tão em voga como nos últimos tempos. O lar doce lar passava em segundo plano no início desse século 21. A metragem diminuía, a mobília virava peça de museu - em alguns casos - e o conforto dava espaço a projetos que primavam mais pelo custo que pelo bem-estar.

Siga a HAUS no Instagram

A pandemia definitivamente revolucionou a vida de milhões de pessoas. Em todos os aspectos. E nossos lares voltaram a ser um porto seguro…. mas nem sempre acolhedor.  O isolamento forçado transformou também a vida da fashion stylist Lia Paiva. Radicada em Milão, a carioca de 41 anos redescobriu sua paixão pelo design. A menina que, aos 12 anos, já criava seus próprios looks foi aprimorando o seu bom gosto com o passar dos anos. Filha de médico, ela até tentou a carreira na área da saúde. "Entrei em fisioterapia, mas acabei largando", lembra a carioca que se casou muito cedo e depois da chegada do segundo filho, já em Milão, resolveu investir no sua verdadeira vocação: a moda.

| Divulgação

Três anos de fashion design no renomado "Istituto Marangoni" da metrópole italiana. Uma confecção, editoriais para algumas marcas e até uma loja na sua cidade natal, o Rio de Janeiro. Em 2013, deu vida à boutique Conceitual, no Casa Shopping, na zona oeste da capital fluminense. As coleções e peças de estilistas brasileiros se misturavam a objetos de design italiano. Tudo escolhido a dedo: pratos em ágata do genial Stefano Seletti, com estampas divertidas, vasos em cerâmica e porcelana da italiana Paola Paronetto, fruteiras e tábuas em madeira esculpidas artesanalmente da Galeria Gica Castro e as criações do talentoso artista Brunno Jahara.

A bagagem e o trânsito quase que orgânico entre moda e design foram sendo aprimorados com o passar dos anos. O bom gosto nas escolhas das roupas foi transferido para as peças de decoração. "Minha casa do Rio, por exemplo, passou por uma remodelagem completa. Troquei alguns móveis, adicionei acessórios. Dei a minha cara. Em uma das paredes fixei só pratos do genial Piero Fornasetti, um dos grandes gênios do design contemporâneo", conta ela que, impulsionada pela amiga Lu Kreimer, designer de interiores, passou a amadurecer a ideia de implementar um serviço de decoração personalizado na Itália. "Trancada em entre quatro paredes, percebi que era a hora certa. É em casa que nascem as melhores lembranças do nosso amadurecimento, de quem somos e com quem vivemos."

Registro de antes da reforma de parte do quarto do diretor criativo da Natuzzi.
Registro de antes da reforma de parte do quarto do diretor criativo da Natuzzi.| Divulgação
Depois da reforma do quarto do diretor criativo da Natuzzi.
Depois da reforma do quarto do diretor criativo da Natuzzi.| Divulgação

De volta a Milão em setembro deste ano, depois de mais de 3 meses em lockdown no Brasil, Lia Paiva foi ganhando a confiança dos amigos italianos. O boca a boca funcionou e nos últimos 2 meses, ela já "repaginou" 5 apartamentos. O serviço batizado de "Home Express" não prevê a derrubada de paredes ou reformas vapt-vupt. "A proposta é valorizar o que o cliente já tem em casa, dar uma refrescada e passar a ideia de que, às vezes, só a mudança de layout propiciou uma nova vida ao ambiente", explica Lia, que trabalha com Adriana Menezes, uma amiga brasileira, encarregada da organização. "Somos uma dupla perfeita. Eu reinvento. Ela organiza."

A renovação como o próprio nome já diz é express. Rápida. De 1 a 5 dias. Tudo depende do número de ambientes a serem mudados. "Marcamos 3 reuniões onde me apresento e conheço um pouco mais sobre o cliente: o que gosta, o que pretende. A partir daí vamos trocando figurinhas. Dou sugestões. Acato algumas ideias e por vezes até tento dissuadir de outras", brinca a stylist que virou designer de interior. "A visita técnica é a última etapa. O projeto é sempre uma surpresa. E a revelação é feita com um jantar que organizamos no último dia".

Sala antes da reforma de Lia Paiva.
Sala antes da reforma de Lia Paiva.| Divulgação
Sala após a reforma express da brasileira.
Sala após a reforma express da brasileira.| Divulgação

O estilo contemporâneo minimalista de Lia Paiva tem agradado, e muito, à exigente clientela italiana. Pasquale Natuzzi Jr., diretor criativo e herdeiro da histórica empresa de estofados italiana Natuzzi, é um deles. Em menos de uma semana, a carioca deu um novo visual ao apartamento do empresário. "Usei muito do que ele já tinha. Comprei algumas novas peças, mudei os móveis de lugar", diz ela que deixou o jovem de boca aberta.  "Lia é o sonho de qualquer homem solteiro. Ela resolve tudo", atesta ele.

Um dos segredos do sucesso da carioca não é só o seu estilo, mas o cuidado com os detalhes. Lia cria ambientes aconchegantes. Porta-retratos, peças de artesanato, livros e até objetos de valor sentimental ganham destaque na decoração. "A casa tem de ter cara de casa. Não é uma galeria ou um showroom. Ela conta um pouco de quem somos. Não pode ser impessoal", constata a designer que aconselha os clientes a optar por cores neutras na hora da compra dos móveis. "Fica tudo mais fácil de combinar. Outra dica que sempre dou é investir em peças de qualidade. Por exemplo, um sofá que seja confortável e de uma boa marca. Vai durar vida toda."

Quarto antes da reforma.
Quarto antes da reforma.| Divulgação
Quarto após o projeto rápido de Lia.
Quarto após o projeto rápido de Lia.| Divulgação

Assim como na moda, Lia Paiva acredita que os acessórios são fundamentais para realçar qualquer ambiente. Em seus projetos não faltam plantas, flores, tapetes, cortinas, vasos e principalmente espelhos. E até mesmo brinquedos infantis acabam se revelando obras de arte. "As pessoas, muitas vezes, nem sabem o que tem em casa. Meu trabalho é valorizar o que tem, descartar o que não é preciso e transformar o espaço em um ambiente que tenha um significado especial", comenta a empresária carioca que é adepta da filosofia "Less is More".

Além do jantar, que é uma das grandes surpresas do serviço do Home Express, Lia também deixa sua marca: ela presenteia o cliente com um livro ilustrado da Amazônia. "É um modo de agradecer a confiança e ao mesmo tempo honrar as minhas raízes", atesta a empresária que também distribui pela casa peças de design que podem ser adquiridas ou simplesmente devolvidas. "São objetos que eu ofereço, mas não é compulsória a compra. Mas até agora ninguém devolveu", brinca ela que cobra de 3 a 5 mil euros por projeto. O próximo passo, quem sabe, é trazer o design brasileiro para os lares italianos. "Temos muitos talentos no Brasil que se fundem com perfeição ao design italiano".

Suíte antes da reforma express.
Suíte antes da reforma express.| Divulgação
Quarto do casal após a reforma.
Quarto do casal após a reforma.| Divulgação

Dicas para valorizar ainda mais a sua casa by Lia Paiva: 

1 - Mude pelo menos uma vez por ano a posição dos móveis;

2 - Invista em em peças e móveis de boa qualidade;

3 - Adquira uma peça de design icônica mesmo que seja um pequeno acessório;

4 - Tenha sempre um mancebo na entrada de casa. Além de decorar, é de grande utilidade;

5 - Espelhos dão profundidade e ajudam a clarear qualquer ambiente.

| Divulgação
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]