Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Peças de cores intensas e estilo retrô foram escolhidas para compor a decoração do apartamento.
Peças de cores intensas e estilo retrô foram escolhidas para compor a decoração do apartamento.| Foto: Carlos Piratininga

O apartamento tem uma metragem generosa e parecia ideal para acomodar com conforto o casal e os dois filhos pequenos. Mas, ao começar a viver no espaço, os proprietários perceberam que, embora com 187 m², o imóvel tinha uma planta que não atendia as necessidades. Eles queriam mais integração e fluidez nos espaços. Esse foi o pedido para a arquiteta Cristiane Schiavoni, que comandou a reforma do imóvel. Acompanhe dos detalhes do projeto em cada ambiente.

| Carlos Piratininga

Siga HAUS no Instagram!

Living

| Carlos Piratininga

A área social foi pensada para que a família estivesse sempre reunida e acomodasse bem os amigos e familiares. O living agrega uma lareira ecológica posicionada na mesa de centro e, na composição do décor, escolheu-se um sofá arredondado, poltronas de estilo retrô e o tapete redondo. Essas peças delimitam o espaço em uma atmosfera muito convidativa e destacam cores despojadas, em uma tradução da personalidade dos moradores. Ao lado, uma cristaleira espelhada e com espaço para objetos decorativos, abriga bar e adega.

| Carlos Piratininga

Home theater

| Carlos Piratininga

Integrado, o conceito do home theater promove o entretenimento com a estrutura completa de áudio e vídeo e uma decoração que evoca o apreço dos moradores pelos tons fortes. Destacam-se o confortável sofá azul e a escultura amarela da artista plástica Rosana Ciotta. “Com o posicionamento da área social, os adultos podem aproveitar o living, enquanto ficam ‘de olho’ nos pequenos assistindo tevê”, destaca a arquiteta.

Sala de jantar

| Carlos Piratininga

Com a reforma, a sala de jantar passou a ocupar o espaço da antiga varanda e, com esta nova disposição, o ambiente ficou apto a receber desde os jantares mais tradicionais até ser uma alternativa de uso como apoio à churrasqueira. Nas escolhas, o primor da mesa de jantar azul, combinada à elegância das cadeiras, em seus três modelos diferentes, mantém a proposta elaborada pela arquiteta para a área social. “Na delimitação dos ambientes, trouxe também o cobogó, elemento tão brasileiro que agregou ares de memória afetiva”, aponta.

Churrasqueira

| Carlos Piratininga

Antes da reforma a churrasqueira era isolada da área social. A transformação conseguiu valorizar o ambiente, com decoração e equipamentos adequados e seguindo o uso de tons vibrantes que a família queria. Com a inclusão da mesa com quatro posições, o local passou a ser usado para o café da manhã e refeições rápidas.

Home office

| Carlos Piratininga

Outro ambiente que antes da obra não atendia as necessidades dos moradores era a área de estudos das crianças e eventual home office para os pais. Separada da sala de jantar pelo cobogó, a mesa para as atividades foi posicionada com vista para a cidade e o verde das samambaias fixadas no teto contribuiu para uma áurea de bem-estar com a presença do natural. Para complementar, armários setorizados: materiais de escritório, livros e cadernos ganharam local próprio e deixaram de frequentar lugares improvisados na casa.

Lavabo

| Carlos Piratininga

O lavabo ganhou nova roupagem e trouxe a monocromia do preto e do cinza em diferentes formatos e texturas com o intuito de produzir um contraponto aos demais cômodos coloridos presentes na área social. Com o corte geométrico da cuba esculpida em pedra – granito preto São Gabriel com acabamento vulcano –, os traços foram mantidos no formato da aplicação do revestimento da parede e o espelho, que seguiu em continuidade até a altura do teto.

Cozinha

| Carlos Piratininga

O ambiente já havia sido alterado pelos antigos habitantes, na readequação feita por Cristiane, manteve-se a marcenaria e a arquiteta substituiu a pedra da bancada pelo granito café imperial, que se alinhou às demais escolhas para o ambiente.

| Carlos Piratininga

Suíte

| Carlos Piratininga

Novamente a dupla preto e branco aparecem no projeto em diversas texturas e materiais. A escolha para a cabeceira é um tanto quanto inusitada e genial: o revestimento cerâmico cinza escuro, envolto na profundidade do painel, se destaca pelo efeito tridimensional e é ainda mais valorizado pela iluminação indireta.

Vale também destacar a solução da moradora para guardar os sapatos do casal: ao lado da cama, a marcenaria contempla todos os pares e deixou o closet livre apenas para as roupas.

| Carlos Piratininga

O banheiro seguiu a mesma paleta de cores do ambiente principal e as diversas texturas quebraram a monotonia e trouxeram conforto ao ambiente. O box dispõe de medidas generosas e, e a pedido da moradora, uma banheira pequena facilita o banho do filho mais novo sem gastos excessivos de água.

Quarto adolescente

| Carlos Piratininga

O quarto do filho pré-adolescente precisava contar com layout e decoração versáteis para acompanhar o crescimento do garoto, que está em uma fase de grandes mudanças. Como a bancada de estudos ficou na varanda, sobrou espaço para ele receber os amigos com conforto. O jovem tem apreço por coleções, que ficaram expostas em prateleiras.

| Carlos Piratininga

Para a suíte desse dormitório, a preferência foi por revestimentos neutros e o reaproveitamento consciente, ao manter a bancada e louças já existentes.

Quarto infantil

| Carlos Piratininga

Entusiasmado pelos bichos, a arquiteta seguiu o apreço do caçula para guiar o projeto lúdico do dormitório. Assim, nichos na marcenaria em tons neutros posicionam as peças de montar.

| Carlos Piratininga

Para o banheiro, a arquiteta também preferiu manter a bancada e louças existentes, enquanto os revestimentos foram escolhidos para proporcionar um clima mais divertido ao ambiente. Por fim, a porta de correr no box foi primordial para garantir funcionalidade e conforto ao banheiro usado pela criança.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]