Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Existem diferentes tipos e tamanhos de rodapé. Para escolher o melhor para o seu espaço, algumas características são decisivas.
Existem diferentes tipos e tamanhos de rodapé. Para escolher o melhor para o seu espaço, algumas características são decisivas.| Foto: Bigstock

O rodapé pode não estar no topo da sua lista de prioridades da reforma, mas é um item decisivo para a plenitude da decoração do ambiente. O arquiteto Guilherme Vaz de Mello ensina que o elemento tem a função primária de proteger a base das paredes contra impactos de vassouras, aspiradores de pó e outros itens que possam vir de encontro. "Em alguns casos também é o arremate da conexão do piso com a parede", explica Mello. "E dá um apelo estético, de acordo com as intenções do arquiteto."

Um dos tipos que é queridinho do momento é o rodapé invertido. "Ele é mais complexo de fazer e foge da função principal de proteger as paredes, mas é muito bonito e minimalista", avisa o arquiteto. Esse tipo é mais complicado de instalar porque envolve um "rasgo" na parede, que deve ser feito ainda na fase de construção, diferentemente do modelo tradicional, que fica em relevo.

Rodapé invertido com iluminação reforça a linguagem contemporânea dos projetos. Na imagem, o de alumínio da Santa Luzia.
Rodapé invertido com iluminação reforça a linguagem contemporânea dos projetos. Na imagem, o de alumínio da Santa Luzia.| Santa Luzia/Reprodução

Se você optar pelo modelo tradicional, existem rodapés de diferentes materiais, como madeira, cerâmica e PVC Wood, e de diferentes larguras e cores.

Para resolver o tamanho e a cor, a decisão é mais simples. De acordo com Carol Monteiro, gerente de produto da Pormade, o rodapé precisa dialogar com a linguagem do resto do projeto.

"Se o cliente tem paredes escuras e portas mais claras, é indicado escolher um rodapé mais claro também. Se as paredes forem brancas, bem como a porta, a gente sugere um rodapé branco. Mas, se a pessoa tem paredes brancas e uma porta de madeira, é sempre bom tentar puxar para um tom próximo ao porta", aconselha a profissional.

Rodapé de 5 cm na cor curupixá em PVC Wood, da Pormade.
Rodapé de 5 cm na cor curupixá em PVC Wood, da Pormade.| Pormade/Divulgação

Já sobre os tamanhos, Carol conta que os rodapés de 5 cm e 7 cm são indicados quando a residência tem até 2,5 metros de pé-direito. "Quando o pé-direito for maior que isso, de 3 a 5 metros, aí sim são indicados os rodapés maiores, de 10 a 15 cm", esclarece.

"Se a pessoa colocar um rodapé com uma largura muito avantajada em um espaço baixo, pode dar a sensação de esmagamento do ambiente, e não é confortável", descreve Carol.

Rodapé cerâmico é bom para áreas úmidas.
Rodapé cerâmico é bom para áreas úmidas.| Bigstock

Resolvidas as questões de cores e tamanhos, chega a hora de escolher o material do rodapé. Os tradicionais de madeira são sofisticados, mas são bem trabalhosos de instalar, uma vez que demandam cortes no local da obra. Outra desvantagem é que não são resistentes à umidade. Por isso são indicados somente para lugares secos.

Os rodapés cerâmicos são fáceis de combinar porque, em geral, seguem o mesmo padrão do material utilizado no piso. Esteticamente funcionam bem, são resistentes e ideais para áreas úmidas e ambientes externos. Mas, de novo, a instalação precisa de atenção. As fugas precisam estar alinhadas com o piso, pode ser necessário usar rejunte e pintar o lado superior com a mesma tinta da parede.

Rodapé branco em PVC Wood, da Pormade.
Rodapé branco em PVC Wood, da Pormade.| Pormade/Divulgação

Outra opção é a de PVC Wood. Esse material é uma mistura química de PVC reciclado com pó de madeira. "Ele não propaga fogo, é bactericida, à prova d'água, não sofre ação de cupim nem de bolor, e ainda tem nichos internos por onde é possível passar fiações elétricas de até 1 cm de diâmetro", pontua Carol, da Pormade.

E justamente por ter a madeira em sua composição, não amarela com o tempo como outros plásticos. "E tem outra vantagem bem interessante: ele é mais flexível e acompanha a curvatura das paredes. Esse é um detalhe que faz a diferença na hora de instalar, não precisando recortar e tendo menos emendas", completa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]