Feitos para brilhar

Elemento importante da decoração, a iluminação cria climas e ressalta objetos,por meio do equilíbrio entre luz, sombras e cores

por Franco Caldas Fuchs, especial para a Gazeta do Povo

compartilhe

A decoração pode estar maravilhosa. Mas, sem uma boa iluminação, toda a be­­leza do ambiente se esvai. Ao mesmo tem­­po, a luz, por si só, também pode ser um item decorativo. Nesse tipo de proposta, arquitetos e light designers buscam um complexo equilíbrio entre bri­­lhos, cores e sombras. “Ao contrário do que alguns pensam, o ideal é dosar a quan­­tidade de luz. Se você ilumina de­­mais, o ambiente perde o charme. Ex­­plorar as sombras é muito importante, porque elas criam um clima especial”, afirma a arquiteta Fernanda Borio.

Profissionais da área destacam que efeitos luminosos podem ser obtidos não só com objetos estilosos, que dão suporte à luz, como lustres e abajures, como também por meio do próprio facho de luz emitido. “Um facho colorido projetado em uma textura ou em um papel de parede valoriza a decoração. É um efeito bastante procurado”, diz Vanessa Moraes, light designer da Ideally Iluminação.

Importância do projeto

Para saber se um ambiente fica melhor com uma luz direta, indireta (rebatida) ou geral, e para definir o tipo de lâmpada que deve ser usada – incandescente,­ fluorescente ou LED –, a dica é buscar pro­­fissionais que façam um projeto lu­­mino­técnico. Afinal, com a variedade de lâmpadas disponíveis no mercado, é grande o risco de um leigo transformar a casa num “carnaval de luz”, como observa Adriana Syp­­nie­­wski, light designer e proprietária da Grey House. “Ao repor uma lâmpada queimada, é importante a pessoa também consultar o autor do projeto. Se você substitui as lâmpadas originais de maneira aleatória, há o risco de descaracterizar a iluminação”, orienta Adriana. Muitas lojas oferecem projetos luminotécnicos gratuitos, desde que os materiais sejam comprados no local.

Serviço:

• Dalton Vidotti Arquitetura, Rua José Lass, 270, (41) 3335-0029.
• Fernanda Borio & Mariana Stockler Arquitetura, Rua Kellers, 521, São Francisco, (41) 3232-7879 e www.boriostockler.com.br.
• Grey House Iluminação, Rua Noel Rosa, 61, Bigorrilho, (41) 3336-4159 e www.greyhouse.com.br.
• Ideally Iluminação, Rua General Aristides Athayde Jr., 54, Bigorrilho, (41) 3339-1525 e www.ideally.com.br.
• LedArt Iluminação, Alameda Presidente Taunay, 1.480, (41) 3335-7230 e www.ledart.com.br.
• Sandro Percicotti Arquitetura, Avenida Senador Salgado Filho, 5.229, (41) 3376- 8156 e www.sandropercicotti.com.br.



Projetado pelo light designer Aníbal Reichenbach, da LedArt, o espaço externo com piscina tem várias lâmpadas coloridas de LED no muro, nas plantas e até debaixo d’água. A intensidade das luzes pode ser regulada em vários níveis


No quarto, Dalton Vidotti criou um clima relaxante com uma fita de LED azul sobre a cabeceira da cama. Também usa dois focos pontuais de luz AR70 para iluminar as gavetas próximas à televisão


Para o quarto do bebê, Fernanda Borio e Mariana Stockler criaram uma iluminação suave e aconchegante. Painel com pontos de LED recria um céu estrelado, que chama a atenção da criança, com uma luz suave

Função certa

Projetos luminotécnico devem levar em conta os ambientes e suas funções

• Não basta ser bonita, a iluminação precisa ser funcional. Do contrário, o excesso ou a falta de luz pode trazer desconforto. A light designer Adriana Sypniewski destaca que cada ambiente precisa de iluminação específica, adequada aos hábitos dos moradores da casa.

• Em um home office não se pode trabalhar com uma luz acolhedora. Um escritório precisa estar bem iluminado. É diferente, por exemplo, de uma sala de estar ou um quarto, em que se pode criar cenários de luz e sombra.

• O uso de lâmpadas adequadas é fundamental para evitar os efeitos nocivos dos raios sobre objetos da casa. “Se você usa uma luz incandescente para iluminar uma obra de arte, o calor e os raios emitidos por ela deterioram a peça. O mais indicado é usar uma lâmpada de LED, que não emite calor nem raios infravermelhos ou ultravioleta”, explica Anibal Reichenbach, light designer e dono da empresa LedArt.

8 recomendações para você