Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Projeto da doob arquitetura propõe um quarto montessoriano com uma cama em formato de casinha. Foto: Divulgação
Projeto da doob arquitetura propõe um quarto montessoriano com uma cama em formato de casinha. Foto: Divulgação | Foto:

Uma das grandes tendências em decoração, que teve um verdadeiro boom em 2018, é o conceito montessoriano. Criado pela médica e educadora italiana Maria Montessori, o método pedagógico é caracterizado por uma ênfase na autonomia, liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológicas da criança.

Levado para a decoração, o método Montessori se traduz em quartos que visam o desenvolvimento da criança por meio do estímulo à sua autonomia. As designers Linda Martins e Cris Araújo, do escritório Maraú Design Studio explicam como utilizam esse conceito em seus projetos.

Projeto de quarto montessoriano assinado pela Maraú Design. Foto: Divulgação
Projeto de quarto montessoriano assinado pela Maraú Design. Foto: Divulgação | deehouse.com

“Os elementos ficam mais à mão para que a criança sozinha possa manipular. A cama é mais baixa o que permite que ela possa entrar e sair no móvel quando quiser. Os brinquedos são colocados em baús e nichos baixos para que possam pegar e guardar os brinquedos. Cadeiras e mesas baixas para que ela se sente e levante sozinha. Tudo é feito para que a criança possa fazer sozinha, e com segurança, o que quiser sem ter que sempre pedir auxílio a um adulto”, explicam.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação | dhani accioly borges

Ao utilizar esse conceito na decoração do ambiente é preciso prestar atenção no mobiliário a ser inserido no quarto. “É importante comprar linhas específicas de móveis que já tenham altura própria para cada faixa de idade, onde as quinas são arredondadas, o espelho é específico para crianças e vem com uma película protetora que, caso quebre, faça com que o vidro não estilhace. Quando a gente fala de criança é preciso ter um cuidado redobrado. Não recomendo adaptar um móvel qualquer para fazer esse tipo de decoração”, alertam Linda e Cris.

Em um de seus projetos, as profissionais criaram uma ambientação lúdica e autônoma para um bebê, desde os seus primeiros dias de vida. No chão, nichos com brinquedos que serão utilizados pela criança e um espelho com barra para segurar – para que o bebê consiga se reconhecer. “As prateleiras com livros, hoje, estão no alto, mas com a saída da cômoda, ficarão ao alcance da Valentina, para que ela possa pegá-los sozinha. A cama fica rente ao chão, o que evita pequenos acidentes e facilita para que a pequena possa entrar e sair da mesma”.

Projeto da doob arquitetura propõe um quarto montessoriano com uma cama em formato de casinha. Foto: Divulgação
Projeto da doob arquitetura propõe um quarto montessoriano com uma cama em formato de casinha. Foto: Divulgação

As arquitetas Daniele Okuhara e Beatriz Ottaiano, da doob arquitetura, também criaram um projeto com as bases do método montessoriano e dão uma dica valiosa: a altura baixa da cama ressalta o pé direito do quarto, que às vezes pode intimidar. O móvel, em formato de casinha ou cabana, torna essa escala mais amigável para a criança, deixando o projeto agradável e confortável.

Enxoval específico

Com o crescente uso dos quartos cunhados no método, algumas marcas passaram a desenvolver mobiliário voltado para essa aplicação. É o caso da Biramar Baby que produz enxovais e acessórios montessorianos no Brasil.

Thayane Ramalho, diretora de criação da empresa, explica que é preciso algumas peças de base para a montagem do quarto. Ela indica cinco produtos entre rolos laterais e almofadas para evitar que a criança se machuque.

Riqueza de elementos deixa os quartos montessorianos mais estimulantes para os bebês. Foto: Divulgação
Riqueza de elementos deixa os quartos montessorianos mais estimulantes para os bebês. Foto: Divulgação

Outra dica é não ter medo de criar combinações na hora da escolha dos complementos. Como o próprio método propõe é importante que as cores estejam presentes e as formas também.  “É possível combinar um tema floral com estilo clássico e com cores que antes não eram comuns aos quartinhos infantis, como por exemplo, o preto. E o resultado é uma composição charmosa e cheia de personalidade”, completa.

Ao escolher as almofadas, a dica é inserir personagens, permitindo a interação da criança e auxiliando no estimulo e criatividade. As bandeirolas são itens que contam positivamente neste quesito.

O quarto montessoriano acompanha o crescimento da criança. Foto: Biramar Baby  / Divulgação
O quarto montessoriano acompanha o crescimento da criança. Foto: Biramar Baby / Divulgação

Segundo Thayane, o colchonete é outro acessório que vale incluir na lista de compras. “São ótimos e práticos, além de criar um espaço destinado à brincadeira, leitura e ou descanso podem ser levados por toda a casa e ainda para passeios.” A dica da especialista é também apostar em criar cantinho lúdico com apoio do colchonete e tenda, além de brinquedos e almofadas.

Para deixar o bebê seguro é necessário atentar para a qualidade dos produtos. “Dê preferência aos tecidos 100% algodão e observe que os acessórios e enxovais não devem ter linhas soltas, costuras grossas que possam machucar a criança e peças que possam se soltar ao serem manipuladas. A segurança dos pequenos deve estar acima de qualquer escolha”, finaliza.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]