i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Seis hotéis com decoração inspirada no mundo da literatura

  • PorGazeta do Povo
  • 31/07/2019 16:08
The Library Hotel, em Nova York, tem mais de seis mil livros à disposição dos hóspedes. Foto: Divulgação
The Library Hotel, em Nova York, tem mais de seis mil livros à disposição dos hóspedes. Foto: Divulgação| Foto:

Imagine que você está mergulhado na história de Jean Valjean, na Paris pós-revolução francesa de “Os Miseráveis”. Você fecha o livro para tomar café da manhã e a realidade se confunde com a literatura: você sai de um quarto que bem poderia ser o de um nobre da época e ainda vê a Torre Eiffel pela janela.

Ou, se essa não é bem sua praia, imagine que depois de um dia turístico em Tóquio você só quer descansar lendo um mangá e, para isso, é só necessário escolher o título: seu quarto de hostel tem milhares à sua disposição.

Misturar hospedagem e literatura não é novidade, mas tem um leque de opções disponíveis pelo mundo para quem quer transformar um passeio em uma experiência literária.

HAUS selecionou seis hotéis pelo mundo que, a partir da decoração, trazem esse mundo aos hóspedes: seja reproduzindo a realidade de uma obra, seja proporcionando histórias ao alcance da mão.

Radisson Sonya Hotel, São Petesburgo

Foto: reprodução/Radisson Hotel Group
Foto: reprodução/Radisson Hotel Group| Alexey Kutelev

O clássico Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski, foi o que inspirou todo o conceito do Radisson Sonya Hotel, em São Petesburgo, na Rússia. Começando pelo nome: Sophia ‘Sonya’ Marmeladova é uma das personagens do romance.

A recepção do hotel é equipada com 80 cópias de Crime e Castigo em diferentes idiomas, além de um mapa da cidade datado do século 19, que mostra a caminhada do protagonista, Raskólnikov, pela cidade.

Foto: reprodução/Radisson Hotel Group
Foto: reprodução/Radisson Hotel Group

Já os quartos evocam a aura da época nas cores e estampas, além de serem equipados com réplicas da escrivaninha onde Dostoiévski escrevia. Citações do livro estão gravadas nas portas de todos os quartos.

Pavillon des Lettres, Paris

Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres
Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres

Primeiro hotel literário de Paris, o Pavillon des Lettres tem 26 quartos: um para cada letra do alfabeto. Cada uma representa um escritor europeu, cuja obra inspira a decoração do quarto com trechos literários estampados nos ambientes.

Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres
Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres

Virginia Woolf, Baudelaire, Victor Hugo, Kafka, Eça de Queiroz e Shakespeare são alguns dos nomes escolhidos. Cada quarto leva trechos de obras clássicas dos autores — nas portas, nas paredes, nos espelhos e nos elevadores.

Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres
Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres

Quem assina o projeto do hotel quatro estrelas é Didier Benderli, decorador do escritório francês Cabinet Kerylos Intérieurs. Além de lembrar dos escritores, o projeto de interiores tem como objetivo trabalhar uma sobreposição de materiais sedosos, criando um ambiente confortável para a leitura.

Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres
Foto: Instagram/@pavillon_des_lettres

The Library Hotel, Nova York

The Library Hotel, em Nova York, tem mais de seis mil livros à disposição dos hóspedes. Foto: Divulgação
The Library Hotel, em Nova York, tem mais de seis mil livros à disposição dos hóspedes. Foto: Divulgação

O Library Hotel foi criado com um conceito muito específico: homenagear o sistema de Classificação Decimal de Dewey, inventado nos EUA em 1876 para organizar documentos. Os andares seguem essa classificação, e cada um deles corresponde a uma coleção de livros diferentes — no total, são mais de seis mil livros disponíveis, todos de capa dura e adquiridos na mais antiga livraria de Manhattan, a Strand.

Foto: divulgação
Foto: divulgação| Stefano Pinci

O hotel tem dez andares: ciências sociais, literatura, línguas, história, matemática e ciência, conhecimentos geral, tecnologia, filosofia, artes e religião. Cada um deles é subdividido em áreas mais específicas, que correspondem aos livros que serão encontrados no quarto. Ou seja: dependendo do seu humor, você pode se hospedar tanto no quarto da ciência política, no terceiro andar, como no quarto dos contos de fada, no oitavo.

"Menu de quartos" mostra todas as opções de temas disponíveis para os hóspedes.
"Menu de quartos" mostra todas as opções de temas disponíveis para os hóspedes.

The Plaza, Nova York

Foto: reprodução/The Plaza
Foto: reprodução/The Plaza

O clássico dos clássicos nova-iorquinos, o Plaza Hotel, tem uma suíte de luxo especialmente dedicada ao escritor F. Scott Fitzgerald, um antigo e assíduo cliente do local. O escritor foi homenageado com a Fitzgerald Suite King, feita pela designer Catherine Martin — vencedora do Oscar de melhor direção de arte pela adaptação para o cinema de “O Grande Gatsby”, livro mais famoso do escritor.

Foto: reprodução/The Plaza
Foto: reprodução/The Plaza

O quarto tem 65 m² e inclui uma sala de estar íntima. A aura de jazz dos anos 1920 paira sobre todo o mobiliário, curadoria de arte e paleta de cores sóbria, criando um ambiente que parece saído diretamente dos livros do homenageado.

Foto: reprodução/The Plaza
Foto: reprodução/The Plaza

Book and Bed, Tóquio

Hostel Book and Bed, em Tóquio, tem camas no interior das estantes de livros. Foto: reprodução/Book and Bed
Hostel Book and Bed, em Tóquio, tem camas no interior das estantes de livros. Foto: reprodução/Book and Bed

Os hostels Book and Bed, em Tóquio e Kyoto, foram pensados para quem literalmente dorme com a cabeça nos livros. Cada quarto tem camas posicionadas no interior de estantes recheadas de obras literárias, quadrinhos e mangás. Eles se autodenominam uma “acomodação-livraria”, — os livros estão disponíveis para empréstimos aos hóspedes, embora não estejam à venda.

Conforto não é exatamente o alvo do hostel: os colchões e os travesseiros são simples. O objetivo é promover uma experiência para leitores, com uma iluminação confortável e um espaço ideal para cair no sono com um livro na mão.

Foto: reprodução/Book and Bed
Foto: reprodução/Book and Bed

Les Plumes, Paris

Quarto homenageia Victor Hugo e Juliette Drouet. Foto: reprodução/Les Plumes
Quarto homenageia Victor Hugo e Juliette Drouet. Foto: reprodução/Les Plumes

O charme da Paris do século 19 é o que guia toda a decoração do hotel Les Plumes. A inspiração se baseia em obras literárias de escritores da época. Cada quarto homenageia duplas: Paul Verlaine e Arthur Rimbaud; Victor Hugo e Juliette Drouet; George Sand e Alfred de Musset. A viagem no tempo passa pelos 35 quartos lúdicos que combina referências históricas e, claro, livros.

Foto: reprodução/Les Plumes
Foto: reprodução/Les Plumes

LEIA MAIS:

Quando cidade e literatura se cruzam. Conheça Curitiba pela ótica de 4 escritores locais

 4 dicas para valorizar os livros na decoração

6 livros que transformam cidades em personagens principais

 

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.