Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
A blogueira Chris Campos mistura pratos e copos empilhados para criar suportes para sobremesa. Foto: Divulgação
A blogueira Chris Campos mistura pratos e copos empilhados para criar suportes para sobremesa. Foto: Divulgação | Foto:

 

Imagine você preparando a casa para receber um grupo de convidados. Ao separar a pilha de pratos para ajeitar a mesa, o problema: está faltando um prato, e provavelmente é aquele que quebrou, deixando o conjunto incompleto. A alternativa mais comum seria comprar um novo jogo de pratos, e guardar no fundo do armário o que restou do aparelho antigo. Mas há algum tempo uma alternati20va que antes parecia ser algo fora do normal tem mudado a cara e a arrumação das mesas: ‘descombinar’ louças.

Guardanapos coloridos, copos diferentes e muita animação. Essa é a receita para as festas de Andreia Oliveira. Foto: Jonathan Campos / Gazeta do Povo
Guardanapos coloridos, copos diferentes e muita animação. Essa é a receita para as festas de Andreia Oliveira. Foto: Jonathan Campos / Gazeta do Povo

De início, pode parecer estranho. Em uma mesma mesa, quatro pratos de formatos e estampas diferentes, com mais de uma cor. E, por incrível que pareça, udo combina, parecendo até que foram feitos para serem usados juntos. A jornalista Chris Campos — que mantém o blog sobre organização Casa da Chris — sugere a mescla de estilos tendo um ‘fio condutor’. “Em uma temática com flores, por exemplo, uma opção é misturar peças com estampas floridas, mas com cores e padrões diferentes. Se quero fazer minha montagem com um ar de antigo, dá para eleger uma cor e brincar com os tons em todas as peças que serão utilizadas. Aí podem ser mescladas estampas xadrez, linhas ou flores. A mistura já começa a funcionar”, explica a profissional.

Além de combinar peças diferentes na mesa, é possível utilizar também para diferentes funções. Foto: Divulgação.
Além de combinar peças diferentes na mesa, é possível utilizar também para diferentes funções. Foto: Divulgação.

Visto por alguns como arte, descombinar louças está cada vez mais comum em casas e restaurantes. Por estilo ou necessidade, acaba por se tornar um hábito na organização. Os recém-casados Chica e Samuel Granzoti iniciaram a vida juntos com dois aparelhos de jantar: um, deixado pelos pais do noivo, mais clássico e com detalhes em prata; o outro, presente de casamento, tem peças com a mesma textura, mas cores diferentes. Como a porcelana com detalhes metálicos não podia ser colocada no micro-ondas, o casal comprou um conjunto de pratos verdes, e quando recebem amigos, misturam as peças dos três conjuntos na disposição da mesa. Chica aprendeu com a mãe a receber bem, e tenta aplicar o mesmo carinho e cuidado sempre que recebe visita. “Na nossa festa de casamento, minha mãe ajudou na arrumação das mesas, e cada uma foi montada de um jeito, com algum detalhe particular”, conta.

O casal Chica e Samuel Granzoti . Foto: Hugo Harada / Gazeta do Povo.
O casal Chica e Samuel Granzoti . Foto: Hugo Harada / Gazeta do Povo.

Mas é preciso cuidado na hora da montagem: Chris Campos ressalta que não é toda louça que combina. “Precisa ter alguma coisa em comum, se não fica com cara de sobras dos conjuntos que quebraram. O melhor é criar uma história charmosa”, comenta. A ideia é não ficar preso a um único modelo, e tentar compor a montagem da mesa de forma harmônica. No caso dos copos, a combinação pode ser feita entre diferentes tamanhos ou formatos, agrupando por tipos.

Andreia Oliveira coleciona copos e faz questão de usá-los sem seguir uma combinação perfeita. Foto: Jonathan Campos / Divulgação
Andreia Oliveira coleciona copos e faz questão de usá-los sem seguir uma combinação perfeita. Foto: Jonathan Campos / Divulgação

Andreia Oliveira, que começou a comprar copos como souvenir de viagens, passou a utilizar a coleção sempre que recebia os amigos. “A brincadeira é que cada um escolha um copo que mais agrada. Tem gente que prefere canecas de chope, outros escolhem copos com desenhos. O importante é que se sintam bem”, completa. No caso de Andreia, os amigos passaram a presenteá-la com copos, e a coleção não para de crescer.

Para quem quer começar, não há melhor hora. É bastante comum encontrar pratos avulsos nas lojas de enxovais e louças, e os bazares com decoração para casa costumam ter peças únicas, facilitando o garimpo e marcando ainda mais na hora da montagem. “É uma maneira de ter uma louça e uma casa únicas. Ninguém vai fazer a mesma combinação que você”, conclui Chris.

*especial para Gazeta do Povo. Matéria publicada originalmente em dezembro de 2017. 

LEIA TAMBÉM

Não gosta de cores e brilho? Essas 20 ideias de decoração de Natal são para você

As dicas e inspirações de duas ?meseiras? profissionais para você criar um cenário único

7 ambientes com a cor de 2020 da Pantone para você se inspirar

Crie a mesa da ceia de Natal dos sonhos com essas quatro inspirações

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]