i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Leve e robusto

Estantes metálicas: 5 projetos apostam no móvel para trazer leveza aos espaços

  • PorSharon Abdalla
  • 09/09/2020 15:07
Apartamento Sabá, do Estúdio Bra, destaca estante metálica na sala de estar. Foto: Maura Mello
Apartamento Sabá, do Estúdio Bra, destaca estante metálica na sala de estar. Foto: Maura Mello| Foto: Maura Mello

Leveza e robustez. Os dois substantivos são unanimidades na defesa dos arquitetos que optam pelas estantes metálicas, que vêm ganhando cada vez mais destaque nos projetos, sejam de imóveis com plantas amplas ou compactas.

Siga a HAUS no Instagram!

No primeiro caso, elas contribuem para garantir unidade visual aos espaços e o aproveitamento de grandes áreas. "A estante foi desenhada de forma que se prolongasse além da sala de TV, isso para não marcar apenas um uso mas, sim, reforçar que os ambientes são integrados. A partir do momento em que a prateleira permeia os espaços, sensorialmente a integração deles (espaços) é reforçada pelo passeio dela (estante) entre eles", ilustra o arquiteto André Di Gregorio, do Estúdio Bra, ao detalhar o projeto do apartamento Góes.

No projeto do Estúdio Bra, estante avança da sala até o hall e a cozinha do apartamento Góes. Foto: Divulgação
No projeto do Estúdio Bra, estante avança da sala até o hall e a cozinha do apartamento Góes. Foto: Divulgação| MAURA MELLO

No segundo caso -- em imóveis pequenos -- além destas características, elas também contribuem para delimitar os ambientes ao mesmo tempo em que os conecta visualmente. "[A peça] tem a função de fazer a divisão entre o living e o quarto, assumindo ao mesmo tempo o papel de divisória e integração", exemplifica a arquiteta Mona Singal, sócia do escritório Rua 141 Arquitetura, referindo-se ao projeto do apartamento de 50 m² que assina junto do também arquiteto Rafael Zalc.

Em metal, estante delimita e integra os ambientes, servindo ao living e ao dormitório no projeto da Rua 141 e de Rafael Zalc. Foto: Divulgação
Em metal, estante delimita e integra os ambientes, servindo ao living e ao dormitório no projeto da Rua 141 e de Rafael Zalc. Foto: Divulgação

Leveza e grandes vãos

A maior resistência mecânica do metal faz dele uma boa opção quando a necessidade ou o desejo para a estante gira em torno de vencer grandes vãos ou suportar maior volume de carga (como livros), se comparada à madeira. "Antes, as grandes estantes em madeira [recebiam reforço] metálico interno para ajudar na questão estrutural", lembra Mona.

Notoriamente pesado, o material ganha leveza na fina espessura das chapas, característica que é transferida não apenas ao desenho das estantes, mas a todo o ambiente onde elas são instaladas. "Buscamos atingir essa leveza nos detalhes dos encontros. Por exemplo: soltar a prateleira a 2 cm do piso acabado, usar tirantes para sustentar as chapas etc. Acho que a graça está em fazer algo pesado, ao desenhar, se tornar leve", avalia Di Gregorio.

No apartamento Taka, do Estudio Bra, leveza da estante, aliada à cor branca, faz com que ela quase se funda à parede. Foto: Divulgação
No apartamento Taka, do Estudio Bra, leveza da estante, aliada à cor branca, faz com que ela quase se funda à parede. Foto: Divulgação| MAURA MELLO

Outras vantagens dizem respeito à durabilidade dos móveis produzidos a partir das chapas e à rapidez na fabricação e instalação deles, como lembra o arquiteto José Guilherme Carceles, fundador da Casa 100 Arquitetura. "Uma desvantagem é necessitar de um bom serralheiro para que ela fique bem feita", complementa.

No projeto da Casa 100 Arquitetura, futura estante servirá de divisória, bancada de apoio e fechamento entre a sala e o dormitório. Imagem: Divulgação
No projeto da Casa 100 Arquitetura, futura estante servirá de divisória, bancada de apoio e fechamento entre a sala e o dormitório. Imagem: Divulgação

Também é preciso levar em conta as questões relacionadas à montagem, uma vez que, em muitos casos, a peça pode vir pronta para ser instalada, diferente do que ocorre com as feitas em marcenaria, que costumam ter montagem no local. "A estante [do nosso projeto] foi içada inteira. Então, é algo que precisa ser levado em consideração", exemplifica Mona.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.