Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Toalheiro aquecido: opções e como instalar o acessório para ter a toalha sempre quentinha
| Foto: Divulgação

Com o inverno se aproximando, ter o conforto de manter as toalhas no banheiro secas e quentinhas, prontas para o uso, pode fazer toda a diferença. A busca por essa facilidade fez crescer a procura por um item até pouco tempo atrás raro nas residências brasileiras: o toalheiro aquecido.

Fácil e prático de usar, ele pode ser adquirido e instalado pelo próprio morador, sem a necessidade de adaptação elétrica na residência, e oferece a vantagem de manter as toalhas secas, reduzindo a umidade e aquecendo o banheiro, o que evita também a proliferação de bactérias no cômodo.

Siga a HAUS no Instagram

Igor Kaufeld, sócio-proprietário da Heime Climatização, explica que a maior parte das opções de toalheiros térmicos disponíveis no mercado são elétricas, embora exista uma versão hidráulica mais avançada, comercializada normalmente para hotéis ou espaços com maior demanda.

Toalheiro térmico Delicato. Foto: Divulgação/ Forma & Função
Toalheiro térmico Delicato. | Divulgação/ Forma & Função

Normalmente feitos de plástico, carbono cromado e aço inox, os toalheiros elétricos têm preços variados, dependendo do tamanho, do material e do formato. O que também varia entre eles é o consumo de energia.

Segundo Kaufeld, um toalheiro consome cerca de 105 watts por hora, similar ao uso de energia de uma lâmpada incandescente. “A título de comparação, uma secadora de roupa usa 5 mil watts e o ciclo mínimo dela é de uma hora, independente de quanta roupa você vai colocar. O toalheiro elétrico vai ficar ligado mais ou menos três ou quatro horas por dia, então você tem menos de 10% do uso de uma secadora”, diz, chamando a atenção também à praticidade do utensílio, já que fica normalmente dentro do próprio banheiro.

| Divulgação/ Forma & FunçãoDivulgação/ Forma & Função

Instalação do toalheiro

Kaufeld frisa que, embora existam variações, em geral os toalheiros térmicos são elétricos e funcionam como qualquer outro eletrodoméstico. “Tudo o que você precisa para instalar é ter um ponto elétrico próximo de onde ele vai ficar, e normalmente os banheiros já oferecem esse ponto. A maioria deles tem um cabo comum e basta conectar na tomada”, diz.

Embora existam algumas versões de chão ou de bancada, a forma mais comum é fixá-los na parede. “A pessoa vai precisar de uma furadeira e o processo é parecido com o de pendurar um quadro ou uma cortina – furar, colocar a bucha e parafusar. A única coisa que não aconselhamos que o morador faça é a adaptação elétrica, quando a casa não tiver ponto elétrico no banheiro”, reforça.

Veja alguns toalheiros com diferentes formatos e materiais e inspire-se para instalar o seu.

Toalheiro portátil branco

| Dibase/ Divulgação

Alguns modelos dispensam a fixação na parede. Este modelo da Dibase é ideal para uso sobre a bancada do banheiro, para toalhas de rosto. Custa a partir de R$ 800 na Forma & Função.

Toalheiros elétricos de aço inox

| Nenad Radovanovic/Foto: Nenad Radovanovic/Reprodução/Heime

No caso da Heime, a marca oferece uma linha de toalheiros em aço inox que aposta na durabilidade, uma vez que o material não é danificado pela umidade do banheiro. Além dos modelos já disponíveis, também é possível encomendar toalheiros sob medida e em outros formatos, a partir do projeto do cliente. Preço sob consulta.

Para uma ou duas toalhas

| Divulgação

Nas opções Branco ou Cromado, os toalheiros Term trazem um corte reto e comportam uma ou duas toalhas simultaneamente. Os preços variam entre R$ 520 e R$ 1.664,00.

Atualização

Foram atualizados os valores dos equipamentos listados na reportagem.

Atualizado em 18/06/2021 às 19:07
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]