Luminária Ufo, de Fernando Prado, para Lumini, é uma das vencedoras da 33ª edição do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. Foto: Lumini/Divulgação
Luminária Ufo, de Fernando Prado, para Lumini, é uma das vencedoras da 33ª edição do Prêmio Design Museu da Casa Brasileira. Foto: Lumini/Divulgação| Foto:

O Museu da Casa Brasileira, uma das instituições máximas quando o assunto é design, anunciou os vencedores da 33ª edição da mais tradicional premiação brasileira da área, o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira.

Os louros são para 43 produtos e trabalhos escritos, divididos em 1º, 2º e 3º lugares e menções honrosas. Ao todo foram 559 inscrições que foram avaliados por 46 jurados especializados. Veja aqui a lista completa do júri de produtos e confira aqui os jurados de trabalhos escritos.

Museu elege as melhores luminárias e mobiliários brasileiros de 2019

Os produtos e publicações premiados farão parte da exposição do museu, com abertura no dia 23 de novembro, data em que haverá também o tradicional encontro entre o júri e premiados, entre outras atividades que ainda serão divulgadas.

No universo da decoração, destaque para a Luminária Duna, dos renomados arquitetos Domingos Pascali e Sarkis Semerdjian, para Lumini, que levou o 1º lugar na categoria iluminação, junto com a luminária Ufo, de Fernando Prado.

Na categoria de mobiliário, o prestigiado escritório paulistano FGMF conquistou 1º e 2º lugares com a Mesa Alfa 7 e a Cadeira Bel, respectivamente.

Museu elege as melhores luminárias e mobiliários brasileiros de 2019Museu elege as melhores luminárias e mobiliários brasileiros de 2019

Confira todos os vencedores do 33º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira

LEIA TAMBÉM

Pufe saco: um clássico que completa 50 anos e ganha versão sustentável

Curitiba recebe evento gratuito com palestra de designer da Jaguar

O que o design feito no Brasil tem de brasileiro?

Pai do design democrático, Stefano Seletti traz para o Brasil prestigiado evento italiano

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]