Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Jayme Bernardo e Dieedro assinam novas coleções de mobiliário para a Salva
Jayme Bernardo e Dieedro assinam novas coleções de mobiliário para a Salva| Foto: Rodrigo Fanti

Uma das matérias-primas mais nobres, duráveis e atemporais, o couro é a grande estrela das duas novas coleções de mobiliário apresentadas pela Salva, empresa gaúcha do grupo Minuano. Ela escolheu Curitiba, mais especificamente o aquário do Museu Oscar Niemeyer (MON), para lançar a Dunas e a Veredas em evento exclusivo para imprensa e lojistas realizado na última terça-feira (26), com a presença do arquiteto Jayme Bernardo, que assina ambas as coleções pela Dieedro, sua marca própria de design.

“Fechamos essa parceria com o Jayme tanto pelo alcance de seus projetos, não só no Brasil como internacionalmente, mas, principalmente, pelo seu olhar. Na busca por criar projetos realmente únicos e com um senso crítico afiado, conseguimos, juntos, entregar linhas que irão encantar as casas mundo afora”, celebra Thiago Enzweiler, diretor da Salva.

Siga a HAUS no Instagram

| Rodrigo Fanti

"Além da modernidade, eu quis trazer as curvas, a brincadeira com os materiais, especialmente o couro, que é a expertise da Salva, explorando ao máximo suas possibilidades nos pespontos, costuras e drapeados. É uma coleção madura, que foi muito estudada ao longo de dois anos de trabalho", acrescenta Jayme Bernardo.

As coleções

O resultado são duas coleções que apresentam móveis com traços minimalistas, porém com forte apelo estético proporcionado pelos drapeados, pelo desenho das bases das mesas e assentos e pela possibilidades de customização - nas cores dos couros e metais - e diferentes formas de composição das peças.

A coleção Dunas, inspirada nas formações arenosas ondulares desse tipo de relevo, por exemplo, é composta por dois modelos de mesas modulares que podem ser dispostas em conjunto ou separadamente, como mesa lateral, de centro ou aparador.

| Rodrigo Fanti

As diferentes alturas ainda permitem que se brinque com os volumes e dão dinamismo às peças, convidando à atualização da disposição e função dos móveis pelos ambientes. A mescla de materiais - couro, metal e pedras brasileiras - é outro de seus destaques.

A coleção Veredas, por sua vez, teve como inspiração o clássico da literatura brasileira “Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa, e tem na sinuosidade de suas formas seu principal atributo. Ela aparece nos braços e assentos dos sofás, poltronas e chaises e no drapeado do couro presente no encosto das peças, que acrescenta textura ao toque macio da pele natural.

| Rodrigo Fanti

“Veredas tem uma ligação muito forte com a arquitetura dos anos 1970 e 1980, trazendo muito do desenho característico daqueles anos. Muito da brasilidade percebida na coleção é fruto da curva da arquitetura somada à curva sensual do design”, aponta Jayme.

As peças estarão disponíveis para venda em lojas representantes exclusivas por todo Brasil.

Conteúdo editado por:Luan Galani
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]