Morre Wendell Castle, pai do movimento da arte mobiliária

O designer é conhecido pelo seu trabalho em móveis de madeira, que mistura arte e design

Wendell Castle faleceu aos 85 anos, vítima de leucemia. Foto: Adrien Millot/Courtesy of the Museum of Arts and Design

por Aléxia Saraiva

22/01/2018

compartilhe

O artista e designer americano Wendell Castle, criador do movimento da arte mobiliária, morreu aos 85 anos vítima de leucemia. A informação foi anunciada pelo The Rochester Institute of Technology (RIT), onde Castle trabalhava em residência artística. Segundo a nota, o designer faleceu no último dia 20 de janeiro em sua casa na cidade de Scottsville, nos Estados Unidos.

Como afirmou o RIT, Castle é considerado o pai do movimento da arte mobiliária. Suas obras transgrediam as fronteiras entre o design de móveis e a arte em peças que beiravam o surrealismo. A madeira era sua principal matéria-prima, e sua marca registrada os móveis com muitas curvas — resultado que técnicas tradicionais não permitiam alcançar.

Em 2017, o artista realizou a exposição Planting Seeds em Paris, com alguns de seus últimos trabalhos. Os trabalhos trabalhavam com madeira crua e remetiam a formas naturais. Na foto, obra "Sixteen Hundred", de 2013. Foto: Adam Reich

Em 2017, o artista realizou a exposição “Planting Seeds”, em Paris, com suas obras mais recentes. As peças traziam trabalhos com madeira crua e remetiam a formas naturais. Na foto, “Sixteen Hundred”, de 2013. Foto: Adam Reich

O artista nasceu 1932 e se formou em design industrial e artes plásticas na Universidade de Kansas. Ele era escultor e designer há quarenta anos. Castle afirmou em entrevista que os materiais ideais para desenvolver móveis são madeira e bronze, já que ambos podem adquirir uma infinita possibilidade de formas. Ele foi professor de design industrial no RIT e desde 1969 era artista em residência no local.

O movimento de arte mobiliária já foi descrito como "móveis que você não tem certeza de que pode se sentar". Na foto, a instalação "Wendell Castle Remastered", 2015. Foto: Butcher Walsh/Courtesy of the Museum of Arts and Design

O movimento de arte mobiliária já foi descrito como “móveis em que você não tem certeza de que pode se sentar”. Na foto, a instalação “Wendell Castle Remastered”, 2015. Foto: Butcher Walsh/Courtesy of the Museum of Arts and Design

Castle foi premiado ao longo da vida por inúmeras instituições. As obras do artista podem ser encontradas em museus de design pelo mundo todo, como o Museu de Arte Moderna de Nova York e o Museu de Artes Decorativas em Montreal, Canadá.

Confira outras peças que levam a assinatura do artista e designer Wendell Castle. 

Mesa "Suspended Disbelief", de 2013, em madeira. Foto: Adam Reich

Mesa “Suspended Disbelief”, de 2013, em madeira. Foto: Adam Reich/Reprodução

Poltrona "Molar", de 1969, faz parte do acervo de arquitetura e design do Museu de Arte Moderna de Nova York. Foto: reprodução/MoMA

Poltrona “Molar”, de 1969, faz parte do acervo de arquitetura e design do Museu de Arte Moderna de Nova York. Foto: reprodução/MoMA

Além de madeira, o artista também trabalhava com obras em plástico. Foto: Eva Heyd. Cortesia de R 20th Century, New York

Além de madeira, o artista também trabalhava com obras em plástico. Foto: Eva Heyd. Cortesia de R 20th Century, New York/Reprodução

Um dos primeiros trabalhos do autor, Sculpted Door, de 1976. Foto: reprodução/Dezeen

Um dos primeiros trabalhos do autor, “Sculpted Door”, de 1976. Foto: Carpenter’s Workshop Gallery/Reprodução

LEIA MAIS

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você