Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação| Foto:

A guerra ao uso do plástico, em especial ao plástico de uso único, ganhou novos aliados. Tratam-se de máquinas capazes de transformar cascas de frutos do mar, especialmente de lagostas, em bioplástico.

Batizada de The Shellworks, a invenção vem do Royal College of Art e do Imperial College, em Londres, e é assinada pelos estudantes de mestrado em engenharia de design e inovação Ed Jones, Insiya Jafferjee, Amir Afshar e Andrew Edwards.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Explorando as diversas propriedades da quitina, que nada mais é do que um polímero natural, eles conseguiram crias sacolas, cartelas de comprimidos e vasos, entre outros objetos de uso comum.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Além de reaproveitar um material natural que seria descartado e dispensar o uso de fontes não renováveis, como o petróleo, para a confecção dos produtos, a tecnologia permite que, depois de utilizados, os objetos possam ser reciclados, reaproveitados como solução bioplástica ou, ainda, usados como fertilizantes.

Assista ao vídeo e veja como funciona o processo para a utilização do material:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]