Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Purificador de ozônio portátil elimina bactérias e vírus de roupas e tecidos
| Foto:

"New Normal". O termo em inglês para definir como será o "novo" dia-a-dia da humanidade pós-pandemia já começa a fazer parte do nosso vocabulário. Distanciamento social, uso de máscaras, desinfecção e higienização são algumas das medidas para conter o Covid-19 quando saímos à rua. Mas como nos protegemos em casa?

Siga a HAUS no Instagram!

O escritório de design Carlo Ratti Associati, em Turim, em parceria com a Scribit, startup que desenvolve robôs industriais, apresenta ao mercado o Pura-Case, um purificador que elimina micro-organismos, bactérias e vírus em tecidos.

O aparelho portátil - a bateria - pode ser colocado dentro dos armários ou mesmo na entrada de casa. A peça, inspirada nas capas protetoras de armazenamento de ternos e vestidos. funciona como uma cápsula, feita em tecido sustentável, equipada com um sistema de purificação do ar por ozônio, que limpa e desodoriza roupas.

O protótipo do Pura-Case deve ser lançado em breve por meio do Kickstarter, maior site de financiamento coletivo que investe em projetos inovadores.

O gás ozônio, uma forma triatômica do oxigênio (O3), é largamente usado na indústria têxtil para higienizar tecidos já que nestes materiais vírus e bactérias sobrevivem por longos períodos. O Pura-Case ajuda não só na esterilização das roupas mas também na redução de lavagens desnecessárias e consumo de água. Em apenas uma hora é possível fazer a desinfecção de até 4 vestimentas. Assim que é concluído o ciclo de limpeza, o ozônio é reduzido a oxigênio através de um processo natural de decomposição, garantido a abertura da cápsula com segurança. Tudo controlado por um painel eletrônico na parte externa do aparelho ou por meio do aplicativo.

“O Pura-Case é uma alternativa aos dispositivos industriais atualmente em uso nos hospitais. É uma peça que desempenha um papel vital no mundo pós-pandemia e auxilia principalmente quem trabalha em contato com o público, estando assim mais exposto ao vírus", explica o arquiteto Carlo Ratti, que liderou a equipe de design no desenvolvimento do projeto.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]