0

Projeto curitibano está entre os vencedores do Salão Design, maior premiação da América Latina

Talheres "O²" estão entre os projetos premiados no evento. Outros oito brasileiros estão entre os vencedores

por Sharon Abdalla

07/02/2018

compartilhe

Depois do iF Design Award 2018, que teve dois projetos de Curitiba entre os vencedores, chegou a vez dos curitibanos conquistarem o Salão Design 2018. Considerado a maior premiação do setor na América Latina, o salão trouxe os talheres “O²” entre os laureados e o castiçal “Veleiro” entre os trabalhos dignos de menção honrosa.

O anúncio dos vencedores foi feito na última segunda-feira (5), mas a colocação deles só será conhecida na cerimônia de premiação, marcada para 14 de março, durante a feira Movelsul Brasil 2018, em Bento Gonçalves (RS). Além dos projetos curitibanos, um de Londrina e outros nove brasileiros foram agraciados com o prêmio, que também contemplou trabalhos argentinos e uruguaios.

Premiado na modalidade Indústria, os talheres O² são assinados pelo arquiteto e designer português José Manuel Carvalho Araújo e produzidos e comercializados com exclusividade pela empresa luso-brasileira Alma, Design D’Auteur, com sede em Curitiba e na Cidade do Porto, em Portugal. Eleitos pelo júri por seu “desenho elegante e atual, execução primorosa e uso duradouro”, as peças têm dupla função, servindo também como hashis.

salao-design-2018-o2-alma

Talheres o². Foto: Nudo/Divulgação

“São talheres para se comer uma entrada, sobremesa ou fondue [além dos pratos orientais]. Eles também servem às pessoas que não sabem usar o hashi. A ideia foi unir na mesma peça duas culturas diferentes, a ocidental e a oriental, fazendo dela um ícone”, explica Vítor Bacelo Carvalho, sócio-fundador da Alma, ao destacar o orgulho que sente ao receber a premiação, juntamente com José Manuel Carvalho Araújo.

Veleiro

Menção honrosa na categoria Profissional, o Castiçal Veleiro chama a atenção por seu formato inusitado, que lembra um pequeno barco a vela. Assinada pelos designers Giuliano Perretto e Max Kampa, do estúdio Ventura Lab, a peça “agrada pela simplicidade formal, construtiva e conceitual”, de acordo com o júri do prêmio.

salao-design-2018-castical-veleiro

Castiçal Veleiro. Foto: Divulgação

“Nosso desafio era o de chegar em um projeto que fugisse dos castiçais comuns na forma e no uso. Neste processo, e em uma brincadeira, quando testávamos outro projeto, ele nasceu. Trouxemos uma base de madeira e uma chapa de metal [que faz a referência ao barco a vela], que podem ser usadas em conjunto ou separadamente”, conta Max. Para ele, a menção honrosa no Salão Design e a anterior, recebida no 31º Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, indicam que o estúdio está no caminho certo. “É uma alegria muito grande receber duas menções honrosas em apenas um ano de estúdio. Elas são um combustível, um impulso para continuarmos”, destaca.

Poltrona Flor

Um terceiro projeto do Paraná, desta vez da cidade de Londrina, também está entre os vencedores do Salão Design 2018. A poltrona Flor assinada pelo estudante de aluno de Desenho Industrial Artur de Menezes Fernandes, da Universidade Norte do Paraná (Unopar), está entre os projetos premiados na modalidade Estudante. “Ergonomicamente confortável, leve e bem executada”, ela teve seu projeto assertivo na “escolha das cores”, com seu formato seguindo “movimentos atuais do design”, segundo o júri da premiação.

foto

Poltrona Flor. Foto: reprodução/Salão Design

No total, 58 projetos concorreram ao prêmio Salão Design 2018. Destes, 13 foram premiados e três receberam menções honrosas, sendo 12 brasileiros. Confira quais são eles:

Modalidade: Profissional

Linha Zina, de Zanini de Zanine, Rio de Janeiro – RJ

Luminária Costureira, de André Ferri, Belo Horizonte – MG

Poltrona Lina, de Leo e Fernanda Mangiavacchi -Fantastico Studio di Design, Rio de Janeiro – RJ

Penteadeira Nena, de Mariana Betting Ferrarezi e Roberto Hercowitz – Em2 Design, Rio de Janeiro – RJ

Modalidade: Indústria

Mesa Falésia, de Amélia Tarozzo, Camila Fix, Flávia Pagotti Silva e Rejane Carvalho Leite – Plataforma4, Carmo do Cajuru – MG

Mini Nadda, de Francisco Esteban Terroba,Belo Horizonte – MG

O2, de José Manuel Carvalho Araújo – Alma Design d’Auteur, Curitiba-PR

Modalidade: Estudante

Poltrona Flor, de Artur de Menezes Fernandes, Londrina – PR

Coleção Diagonal, de Gabriel Paim Barberio, Caxias do Sul – RS

Menções honrosas

Castiçal Veleiro, de Giuliano Perretto e Max Kampa -Ventura Lab, Curitiba – PR

F.ly, de Andrea Bezerra de Carvalho Macruz – Nolii, São Paulo – SP

Hoop Lamp, de Daniel Simonini e Niccolo Adolini – Adolini+Simonini, São Paulo – SP

LEIA TAMBÉM

Dois projetos curitibanos estão entre os vencedores do ‘Oscar’ do design mundial

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você