Capital do Pokémon: estátuas dos monstrinhos aparecem misteriosamente em cidade brasileira

Nos últimos cinco meses, a cidade paulista de Suzano já ganhou estátuas dos pokémons Mew, Bulbassauro, Squirtle e Charizard. A autoria das obras permanece desconhecida

Foto: Reprodução/Facebook Rafael Fernandes

por HAUS

11/07/2018

compartilhe

Seria Suzano, na região metropolitana de São Paulo, a capital nacional do Pokémon? Essa ideia passou a ser debatida na internet por fãs do jogo depois que estátuas dos personagens passaram a aparecer misteriosamente na Praça dos Expedicionários, próximo ao centro da cidade. Desde março, quatro estátuas já foram colocadas no local — a última, retratando o Pokémon Squirtle, apareceu no último domingo (8).

Foto: Reprodução/Twitter

A história começou em 26 de março, quando um Bulbassauro apareceu na cidade. Na mesma semana, um Mew também deu as caras. O terceiro, já em maio, foi um Charizard. Todos os dias em que as estátuas aparecem coincidiram com eventos do Pokémon GO — versão do jogo para celulares em que Pokémons são caçados pela cidade.

Os chamados Dias Comunitários disponibilizam, durante apenas algumas horas por mês, um Pokémon selvagem específico para ser capturado em parques públicos das cidades. As estátuas não só apareciam nos dias do evento como traziam o Pokémon a ser capturado naquele mês, evidenciando a relação entre os fatos.

“Um MEW selvagem apareceu!” é o que diz a inscrição da estátua, remetendo ao Dia Comunitário do jogo Pokémon Go, em que usuários capturam Pokémons específicos em estado selvagem. Foto: Reprodução/Twitter

Além das aparições na cidade da Região Metropolitana, um Larvitar apareceu no Parque Ibirapuera, em São Paulo, nas mesmas condições misteriosas. Na base do Pokémon, vários Unowns — tipo de Pokémon-alfabeto que pode codificar mensagens — formavam justamente o nome da cidade: Suzano.

A Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Suzano afirmou que as ações não são relacionadas à instituição. As instalações duram por alguns dias, e posteriormente são retiradas da praça. A autoria das estátuas permanece desconhecida.

LEIA MAIS

Testamos: divirta-se com o primeiro jogo de decoração para celulares

Dez aplicativos incríveis para os apaixonados por arquitetura

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você