Antiga residência de Pablo Escobar em Medellín será demolida para virar parque

Intenção da prefeitura da cidade colombiana é construir praça ou memorial em homenagem às vítimas do narcotráfico

Foto: @Datruth8/Instagram/Reprodução

por HAUS

21/09/2018

compartilhe

O Edifício Mônaco, em Medellín, na Colômbia, que já foi a residência oficial da família do Rei da Cocaína Pablo Escobar e que na década de 1980 virou símbolo do narcotráfico depois que um carro bomba com 80 Kg de dinamite explodiu em frente ao prédio, dando início a uma série de atentados entre os cartéis colombianos, será demolido. A operação acontecerá até fevereiro de 2019, de acordo com a Prefeitura de Medellín.

Foto: @Libardoevelezq/Instagram/Reprodução

>> Confira como está La Catedral, a prisão que abrigou o Rei da Cocaína de 1991 a 1992

A intenção é transformar o edifício, que atualmente está sem uso, em novo ponto urbano — praça, parque ou memorial — em homenagem às vítimas do narcotráfico. Um concurso público de arquitetura para definir como será o novo local deve ser aberto até abril de 2019, como informa o jornal El Colombiano.

De acordo com o prefeito Federico Gutiérrez, a nova área urbana seria “em honra aos fiscais assassinados nessa época, em honra aos juízes assassinados, aos policiais e militares assassinados e também aos civis”.

Foto: @vethsjourney/Instagram/Reprodução

LEIA TAMBÉM

Casa de Pablo Escobar vira hotel cheio de obras de arte; conheça os detalhes

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você