No Dia Mundial da Água, mostramos a arquitetura flutuante do futuro

Referência em arquitetura flutuante, escritório holandês sugere mudança no conceito de cidades

Comunidade de casas flutuantes em Victoria, na Columbia Britânica do Canadá. Foto: Home Stratosphere/Reprodução

por HAUS

22/03/2017

compartilhe

Alguns arquitetos visionários sonham com verdadeiras cidades sobre as águas. Áreas residenciais flutuantes em diversas partes do mundo já mostram que é uma solução possível.

Os holandeses do Water Studio já planejam essa transação para uma era aquática há 12 anos. “A arquitetura tradicional se preocupa muito com os prédios na terra, mas achamos necessário mudar o conceito geral de cidade”, defende o arquiteto Koen Olthuis, que está à frente do estúdio. “A água pode ser parte dela. Não como algo que devemos ter medo, mas algo para usarmos.”

Floating snowflake could be the world's coolest hotel

Inspirada na história holandesa de muitas décadas de expertise com casas aquáticas, o governo das Maldivas, uma pequena nação no Oceano Índico, em conjunto com a Dutch Docklands Maldives, está desenvolvendo a Flor do Oceano, um conjunto residencial de 8 milhões de metros quadrados. Foto: Dutch Docklands/Divulgação

Como acontecerá na cidade norueguesa de Tromsø, em que um hotel cinco estrelas será construído em forma de cristal de gelo flutuando sobre a água. As obras devem começar em breve, logo após a emissão de autorizações locais para a obra.

1UA-Krystall-Hotel-Tromso

Hotel Krystall será construído com bastante vidro para que os hóspedes possam aproveitar ao máximo a luz da Aurora Boreal. Foto: Waterstudio/Divulgação

Na Holanda, isso não é novidade. Com um quarto do país abaixo da superfície do mar, o país abriga mais de 300 mil casas flutuantes. Atualmente, o impedimento para aumentar esse tipo de residência não é a tecnologia, mas as legislações, que não existem para essas moradias. “Como encarar essas construções? Como um barco ou como uma casa? As regulações ainda não sabem”, explica Olthuis à Deutsche Welle.

Woonboot watervilla aalsmeer Header

Casas aquáticas da Vila de Aalsmeer, na Holanda. Foto: Aalsmeer Header/Divulgação

Os arquitetos holandeses dominam com tal maestria a construção sobre as águas, que a Unesco conduz um projeto com o grupo para tentar viabilizar casas flutuantes para todas as pessoas, independentemente de renda. “Não é só para os ricos. Agora tentamos com a tecnologia solucionar problemas do mundo todo”, ressalta o diretor do Water Studio. “Muitos vivem em favelas perto da água, por exemplo. Seria maravilhoso se conseguirmos trazes escolas e hospitais flutuantes para esses lugares.” Bangladesh será o primeiro lugar a testar essa ideia agora em março.

Visual 2

Projeto do Water Studio em parceria com a ONU oferece oportunidade de trazer hospitais e escolas a muitas favelas que cresceram à beira de rios e mares. Foto: Waterstudio/Divulgação

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você