Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Azulejo Tintoretto, da Decortiles, usa linhas retas e arcos para criar um efeito óptico
Azulejo Tintoretto, da Decortiles, usa linhas retas e arcos para criar um efeito óptico| Foto: Divulgação

Quem anda pelos 200 estandes da Expo Revestir 2022, que acontece em São Paulo até esta sexta-feira (11), se depara com cerâmicas, porcelanatos e vinílicos com padrões geométricos retos ou redondos, bem coloridos, ou brincando com dois tons. É claramente uma desconstrução e reinterpretação da Escola Bauhaus, a lendária escola alemã de design de 1919; do Art Deco, movimento sinônimo dos anos 1920; e do movimento Memphis, um grupo milanês que, nos anos 1980, desbancou o funcionalismo purista e deu espaço a cores fortes, padrões ousados e formas bem fora do padrão.

As inspirações estéticas do movimento italiano vieram da própria Art Deco, da arte pop, do estilo kitsch de 1950 e de temas futuristas. Tudo isso é um bom resumo da essência de Memphis, que se transformou em uma das maiores expressões da cultura pop. E, sim, essa narrativa criada por Ettore Sattsass, Aldo Cibic e Michele de Lucchi, para citar apenas alguns, está de volta!

Siga a HAUS no Instagram

Confira a seguir 24 lançamentos da feira que resgatam essas estéticas!

Ceusa

Marca de revestimentos cerâmicos mais ousados do grupo Dexco, a Ceusa aposta na ressuscitação dessas linhas teatrais e cheias de personalidade, que unem o novo ao antigo com muitas cores. Um tipo de novo vintage. Estão sob os holofotes os lançamentos Benday, com uma estampa formada pelo uso da retícula Benday, uma antiga técnica de impressão criada por Benjamin Day usando pequenos pontos coloridos para criar efeitos tonais e ópticos. O relevo sutil da superfície e a geometria criada pelo agrupamento de cores dos pontos chamam ainda mais atenção para o uso desse recurso compositivo.

Linha Benday, da Ceusa
Linha Benday, da Ceusa| Divulgação

A coleção Pop também entra na categoria por apostar na maxi-geometria do desenho, suavizada por seus contornos irregulares e cores delicadas, mas contrastantes sob um fundo com textura de pedra.

Coleção Pop, da Ceusa
Coleção Pop, da Ceusa| Divulgação

A Visione traz fluidez e geometria na mesma estampa: linhas retas e curvas se entrelaçando. As ondas criam um efeito óptico que dá sensação de movimento a paredes e pisos.

Linha Visione, da Ceusa
Linha Visione, da Ceusa| Divulgação

A Pulse utiliza o elemento clássico da arquitetura, o arco, que tem função estrutural, mas também seduz por sua forma simples, elegante e retrô. Aqui a linha junta de forma inusitada arcos, texturas e cores, com relevo e sombras.

Coleção Pulse, da Ceusa
Coleção Pulse, da Ceusa| Divulgação

A Godê prima por arcos repetidos em posições intercaladas que dão origem a um desenho marcado pelo movimento – o qual lembra o das saias amplas e rodadas que dão nome à coleção –, realçado pelo relevo em forma de minidiscos. Cores em tons pastel e efeito cintilante reforçam um certo ar nostálgico e romântico, que tem na textura açucarada o arremate perfeito.

Linha Godê, da Ceusa
Linha Godê, da Ceusa| Divulgação

A Collage tem mais de 30 variações de padrão e desenhos que propositalmente não se encaixam, inspirados em uma colagem aleatória de papéis coloridos sobrepostos, criando composições dinâmicas e alegres.

Linha Collage, da Ceusa
Linha Collage, da Ceusa| Divulgação

E o Brasilidade, de Isabela Capeto, é inspirado nas recordações de uma viagem para a região do Cariri, no Ceará, e nos antigos azulejos hidráulicos. Uma peça em grande formato com tons quentes e formas geométricas.

Linha Brasilidade, criada por Isabela Capeto, para a Ceusa
Linha Brasilidade, criada por Isabela Capeto, para a Ceusa| Luan Galani/HAUS

Portobello

A linha Soma, de Paulo Mendes da Rocha e sua filha, a designer e arquiteta Nadezhda Mendes da Rocha, explora principalmente a geometria em maxiladrilhos de mosaicos ripados e também em uma versão bastante artística de duas cores.

Linha Soma, criada por Paulo Mendes da Rocha e sua filha, a designer e arquiteta Nadezhda Mendes da Rocha, para a Portobello
Linha Soma, criada por Paulo Mendes da Rocha e sua filha, a designer e arquiteta Nadezhda Mendes da Rocha, para a Portobello

Incepa

A linha Artline se vale de formas geométricas triangulares que transitam por diferentes estilos. São três tonalidades sobre um relevo modular, todas mescladas com branco e cinza.

Linha Artline, da Incepa
Linha Artline, da Incepa| Divulgação

A coleção Modern flerta com as formas do Art Deco e com os grandes murais geométricos característicos da azulejaria modernista. Sua estampa sinaliza a clássica combinação da terracota com o azul em dez estampas diferentes, criando uma ampla gama de possibilidades de paginação. A aplicação com juntas mínimas de 1 mm reforça a ideia de um painel único, permitindo a realização de projetos personalizados e exclusivos.

Linha Modern, da Incepa
Linha Modern, da Incepa| Divulgação

E a Moon explora uma escala neutra e versátil, com tons de cinza que vão do branco ao preto, e combinam naturalmente com outras cores e materiais.

Linha Moon, da Incepa
Linha Moon, da Incepa| Divulgação

Já a Sisal evidencia um patchwork de delicadas padronagens têxteis e leva a tapeçaria do chão para as paredes, o que lembra muito até mesmo o Art Nouveau. Inspirada na tendência handmade, a composição reproduz com fidelidade as tonalidades das fibras naturais que, combinadas entre si, conferem charme e aconchego.

Linha Sisal, da Incepa
Linha Sisal, da Incepa| Divulgação

Roca

A linha Nilo reproduz um padrão geométrico comum e significativo nas civilizações egípcias antigas, ligado ao conceito de transcendência e perfeição, assim como o revestimento para parede total white, com acabamento matte. Quando paginadas lado a lado com junta mínima de 1 mm, as peças com maxirelevo realçam uma terceira dimensão e criam superfícies surpreendentes.

Linha Nilo, da Roca
Linha Nilo, da Roca| Divulgacão

Decortiles

Na coleção Sampa, Copan Mix White é um porcelanato artístico inspirado no icônico edifício da capital paulista. Projetado por Oscar Niemeyer, empresta traços lineares e dinâmicos, que na superfície das peças ganha aplicações especiais.

Copan Mix White, da linha Sampa, da Decortiles
Copan Mix White, da linha Sampa, da Decortiles| Divulgação

Como elementos mais decorativos, o azulejo artístico Tintoretto Light traz o efeito metalizado e acabamento dourado, criando efeitos de luz e sensações óticas quando paginados de maneiras diferentes.

Linha Tintoretto, da Decortiles
Linha Tintoretto, da Decortiles| Divulgação

O Rossini, em duas versões de cores, mistura três tipos de estampas permitindo diferentes paginações com acabamento acetinado. O azulejo artístico tem inspiração na clássica combinação branco-dourado, que surge em grafismos delicados e orgânicos que valorizam as texturas criadas pelas aplicações artísticas especiais. Rossini foi um dos maiores compositores clássicos italianos.

Linha Rossini, da Decortiles
Linha Rossini, da Decortiles| Divulgação

Eliane

Poente Arco e Poente Linha formam um par. Azulejos tradicionais de 15 cm que ornam bem quando aplicados juntos e propõem um visual atual com um toque de nostalgia. A superfície traz linhas e arcos tornando possível a paginação criativa e exclusiva.

Linha Poente, da Eliane
Linha Poente, da Eliane| Divulgação

E Bauhaus traz pequenos azulejos com grafismos atemporais e minimalistas, que formam painéis coloridos na medida certa. Seus três tons – azul, cinza e amarelo – brincam com as nuances que criam movimento e fluidez aos projetos. Aplicadas individualmente ou mescladas, trazem uma harmonia perfeita.

Linha Bauhaus, da Eliane
Linha Bauhaus, da Eliane| Divulgação

Helena Porcelanato

A coleção Blend é um verdadeiro moodboard que une o tom acinzentado esfumado do porcelanato Manhatan Smoky à geometria divertida - bem estilo Memphis, só que em tons pastéis.

| Divulgação

Painel Vinílico

Para lançar a linha Arch de painéis vinílicos, a marca se utiliza de grafismos atemporais da Bauhaus. O produto têm 10 mm de espessura e é feito com impressão digital.

Linha Archi Bauhaus, da Teto Vinílico
Linha Archi Bauhaus, da Teto Vinílico| Luan Galani/HAUS

Lurca

A nova coleção de azulejos da Lurca foi inspirada na região noroeste da Índia. Com influências culturais islâmica e hindu, a região é conhecida por suas cores, flores e tecidos. As peças são uma releitura moderna dessa rica cultura e têm predominância de tons quentes. São seis novos modelos: Jalis, Sari, Mahal, Mandir, Lotus e Delhi. Além dessas, foram lançados os kits Agra e Udaipur, que combinam diferentes peças.

Novos modelos de azulejos da Lurca podem ser comprados em kits que combinam diferentes padrões
Novos modelos de azulejos da Lurca podem ser comprados em kits que combinam diferentes padrões| Divulgação

Os azulejos Lurca são serigrafados e queimados a 940 graus, resultando em peças duráveis e de baixa manutenção, que podem ser usadas em paredes internas, externas e áreas molhadas.

Brasigran

A Brasigran apresenta peças de mármore, quartzito e granito, com diferentes formas mais detalhadas que lembram o Art Deco. Disponíveis em acabamentos polidos, levigados, jateados e escovados, a beleza natural da rocha é explorada de uma maneira diferente do minimalismo usual. Destaque para uma banheira oval em Mármore Raffaello e bancadas maciças com design canelado em quartzitos Moulin Rouge e Via Appia.

Banheira Lua é um dos destaques dos lançamentos da Basigran
Banheira Lua é um dos destaques dos lançamentos da Basigran| Divulgação

Biancogres

A marca lança a linha Moema, co-irmã do novo revestimento Botanic. Só que, em vez de folhagens em traços leves, Moema é composta por formas bastante características da Bauhaus, em cores pastel.

Linha Moema, no meio, e sua "irmã" Botanic.
Linha Moema, no meio, e sua "irmã" Botanic.| Luan Galani/HAUS

Portinari

Os tijolinhos da coleção Senses têm uma estética suave e fluída criada pelas pontas finas e curvas. Um apelo frisado que cria um movimento diferente de tudo.

Coleção Senses, da Portinari
Coleção Senses, da Portinari| Divulgação
Conteúdo editado por:Sharon Abdalla
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]