Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Coletiva do Salão do Móvel de Milão 2022, no palco do Teatro Lirico, em Milão, na Itália.
Na coletiva, nesta quarta-feira (16), a presidente do Salão, Maria Porro, deu detalhes sobre o que veremos no evento.| Foto: Fernanda Massarotto/Gazeta do Povo

Um Salão do Móvel em grande estilo. Afinal, são 60 anos. Depois de dois anos de ausência em seu formato tradicional, o Salão Internacional do Móvel de Milão voltou a mostrar sua força e resiliência por meio das palavras de Maria Porro, presidente do evento, e do prefeito da cidade, Giuseppe Sala, em uma coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (16), no Teatro Lírico, reaberto há pouco, depois de fechado por 20 anos. HAUS foi uma das convidadas para o evento.

Siga HAUS no Instagram

A mais importante manifestação do setor do design de mobiliário do mundo irá acontecer de 7 a 12 de junho, em Milão, a capital internacional do design, ocupando mais de 200 mil m² do centro de exposições de Rho-Fiera. A magnitude da feira se vê também no retorno de mais de 2 mil expositores, dos quais 600 são jovens designers com menos de 35 anos. "Será um Salão onde todos poderão exprimir a própria identidade em plena liberdade criativa", anuncia Maria Porro, 39 anos, a primeira mulher e a mais jovem presidente a comandar o Salão.

No palco do suntuoso teatro, o prefeito de Milão, Giuseppe Sala, ressaltou a importância do evento e do setor não só para o país, mas para o mundo. "É a feira mais importante do ano para nós, milaneses", lembra ele, ressaltando o crescimento do Fuori Salone, manifestação paralela que reúne exposições, festas e mostras por toda a cidade, nos distritos de design.

Cartazes em comemoração aos 60 anos do Salão do Móvel de Milão
Cartazes em comemoração aos 60 anos do Salão| Divulgação

A edição comemorativa dos 60 anos fará com que os visitantes voltem a caminhar pelos 16 pavilhões do centro de exposições de Rho-Fiera. A tão aguardada EuroCucina, mostra bianual focada em cozinhas, acontece paralelamente ao Salão do Móvel de Milão e estará concentrada nos pavilhões 15 e 13, enquanto o Salone Satellite, com os jovens talentos do design, passará a ocupar os pavilhões 1 e 3, logo na entrada do feira.

"É um Salão que, com certeza, trará novidades através de lançamentos inéditos por parte das empresas. E, é claro, o tema da sustentabilidade se faz presente, mais uma vez, com uma importante instalação do arquiteto Mario Cucinella", conta com exclusividade para a HAUS, a presidente Maria Porro. "O papel do Salão é acelerar novos processos e poderemos, este ano, voltar a caminhar por todos os pavilhões. Temos de construir novas relações comerciais e nos abrir para outros mercados. Sem falar em continuar a ser uma referência na cultura do design que é nossa mais importante responsabilidade."

Veja aqui entrevista do italiano Mario Cucinella para HAUS

Presidente do Salão do Móvel de Milão, Maria Porro
A presidente do Salão contou que ele trará novidades, abordará a sustentabilidade e servirá para acelerar novos processos| Divulgação

O objetivo do Salão do Móvel de Milão é ambicioso. O público não será o mesmo, mas a vontade de retomar o ritmo de dois anos atrás, sim. As palavras de ordem: jovens, beleza, qualidade, inovação e tecnologia. Tudo isso ligado à sustentabilidade, que já se tornou um elemento obrigatório em qualquer projeto de design.

“O que passamos nestes dois últimos anos nos mostrou que:  é preciso criarmos laços de amizade com a natureza novamente e descobrirmos o valor da sociabilidade e do ato de compartilhar. Temos de reencontrar um equilíbrio com os espaços ao nosso redor e o território que ocupamos (nossas casas, nossas cidades, nosso planeta)", diz com exclusividade para HAUS o arquiteto Mario Cucinella, reconhecido mundialmente pelas obras de baixo impacto ambiental e responsável pela instalação "Design with Nature", de 1.400 m², que ficará no pavilhão 15, e que irá mostrar como deveriam ser as cidades do futuro em relação à moradia.

  • Projeção de como a instalação de Cucinella deve ficar
  • Maquete da instalação de Mario Cucinella em homenagem aos 60 anos do Salão

Enfim, Milão está pronta para Salão do Móvel 2022 e a cidade, além dos eventos do Fuori Salone, também se coloca à disposição do design Made in Italy com uma instalação dedicada ao cinema no prédio do Palazzo Reale, ao lado da Catedral Duomo, com curadoria de Davide Rampello.

Palazzo Reale, ao lado do Duomo, vai receber uma instalação dedicada ao cinema, em mais um movimento do Salão de agitar outros pontos da cidade, e não só os pavilhões na Rho Fiera.
Palazzo Reale, ao lado do Duomo, vai receber uma instalação dedicada ao cinema, em mais um movimento do Salão de agitar outros pontos da cidade, e não só os pavilhões na Rho Fiera.| Divulgação
A curadoria é assinada por Davide Rampello e a instalação se chama La Scatola Magica.
A curadoria é assinada por Davide Rampello e a instalação se chama La Scatola Magica.| Divulgação

Ali, serão apresentados 11 curta-metragens de diretores italianos contando um pouco da história do Salone nos seus 60 anos. E este ano o Teatro Scala abrirá novamente suas portas para um concerto da Filarmônica com o maestro Lorenzo Viotti e um balé com o talentoso bailarino italiano Roberto Bolle.

Conteúdo editado por:Luan Galani
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]