Apartamento em prédio ícone de Curitiba ganha reforma com inspiração regional

Projeto do escritório Lona Arquitetos trabalha com integração dos cômodos, simplicidade na composição e referências culturais da cidade. Painel de azulejos homenageia araucária e coroa a essência regional da obra

Fotos: Leticia Akemi/Gazeta do Povo

por Luciane Belin*

05/04/2019

compartilhe

Cercado por um mar verde, com o topo das araucárias ao alcance das mãos. Em um condomínio no limite entre o Ahú e o Juvevê, o apartamento de um jovem casal busca em elementos culturais paranaenses, principalmente da capital, a inspiração para criar o novo visual do espaço.

Recém-reformado a partir de projeto do escritório Lona Arquitetos, o apartamento de 240 m² traz dois ambientes. No piso inferior, a área social é composta por uma grande sala em U com espaços integrados para descanso e leitura, com lareira, sala de TV, jantar e churrasqueira, e também cozinha e lavabo. No piso superior, duas suítes – uma delas com closet integrado –, um quarto e um banheiro, além do escritório onde foi instalada uma biblioteca.

>>> Uma noite na pirâmide do Louvre? Airbnb lança concurso para hospedagem exclusiva

Repleto de história, o apartamento fica no Edifício Uirapuru e seu primeiro morador foi o arquiteto Luiz Forte Netto, responsável pelo prédio e condomínio. Depois dele, também morou ali Ronaldo Duschenes, outro importante profissional da área. Para manter a essência do local, os proprietários fizeram questão de conservar o máximo possível da composição original da planta e manter a simplicidade em todos os cômodos, sem exagerar na quantidade de móveis.

Na entrada, uma poltrona suspensa mostra a intenção de conferir leveza e tranquilidade ao espaço.

No centro da sala em U, os proprietários podem escolher entre assistir à televisão ou apenas acender a lareira. “Este foi um dos desafios, porque não tínhamos um ponto ideal para a TV, que ficava de frente para a abertura da sacada”, explica Guilherme de Freitas, arquiteto à frente do projeto.

Para resolver a questão, uma haste giratória permite priorizar tanto uma quanto a outra atração. Na área de jantar e churrasqueira, uma grande parede verde ostenta um jardim vertical com sistema de irrigação automática.

O lustre, feito especialmente para o projeto, usa um dormente de trilho de trem na base das lâmpadas. “Instalamos uma churrasqueira com exaustor, para usar dentro do próprio espaço da sala. Ela é conectada com a cozinha e isola a fumaça, que é jogada para fora pela tubulação”, descreve.

>>> Importante arquiteto brasileiro cria luminária em homenagem a Tom e Jerry

Os pisos originais do apartamento foram mantidos, criando uma composição com os degraus e corrimão da escada, cuja madeira também foi revitalizada.

A parede da sala ostenta a grande atração do apartamento, um painel de azulejos de 10,6 m² assinado pelo ceramista Rômulo Lass.

Livre para criar os motivos tendo como tema central apenas uma palavra, Curitiba, ele se inspirou no principal muralista paranaense, Poty Lazzarotto. “Os clientes me deram um tema superaberto e, como eu sempre quis ter essa chance de retratar a araucária do meu jeito, criei esse desenho com as cores inspirada na paleta do Poty”.

A composição gráfica lembra os demais trabalhos do artista, com fundo branco, elementos soltos e algumas peças de repetição. “A araucária veio também por causa da vista do apartamento, que bate no bosque de araucárias à frente”.

Na estante modular, peças garimpadas na feira de artesanato do Largo da Ordem. A poltrona suspensa e, ao fundo, as araucárias que se integram à decoração. A sala de jantar recebeu uma parede verde para trazer a natureza também para esse ambiente.

No lavabo, a nova decoração conversa com as cores dos azulejos originais do projeto do prédio.

*Especial para HAUS.

LEIA TAMBÉM

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você