5 formas de tornar a limpeza da casa mais sustentável

Do sabão feito de óleo de cozinha ao bom e velho bicarbonato de sódio, conheça saídas e marcas que oferecem alternativas sustentáveis para a faxina de casa

Produtos biodegradáveis e químicos naturais são as melhores soluções para atenuar o impacto que uma faxina em casa pode ter no meio ambiente. Foto: Bigstock

por Gazeta do Povo

11/05/2019

compartilhe

Cada litro de óleo de cozinha pode contaminar até 25 mil litros de água potável. E se, em vez disso, ele virasse sabão para lavar louça, roupa, chão e vidros? A receita de vó que deu lugar aos produtos químicos nas últimas décadas é uma das alternativas que voltam à tona quando o assunto é limpeza sustentável.

É difícil mensurar o quanto uma faxina inocente em casa pode impactar no meio ambiente. Mas alguns efeitos concretos são a geração de lixo, muitas vezes não biodegradável, e a contaminação pelos ativos químicos que compõem produtos comuns. No entanto, não é difícil trocar hábitos prejudiciais por saídas simples que vão impactar positivamente no ecossistema.

A HAUS separou cinco dicas para você começar a deixar mais sustentáveis os hábitos de faxina na sua casa. Confira!

Invista em produtos naturais e sustentáveis

Não é difícil encontrar produtos que sejam inteiramente biodegradáveis e que tenham um resultado eficaz na limpeza da casa.

sabão Casa & Cozinha, da Aires Skin, é um exemplo. Ele foi produto da busca da arquiteta Polly Sjobon por uma saída para o óleo de cozinha descartado dentro de casa. Depois de um ano aperfeiçoando sua receita, ela chegou ao sabão que pode substituir diversos produtos industrializados e serve para limpar móveis e vidros, além de lavar louças e roupas. Ou seja, além de ser natural, ele é multiuso, o que ajuda a reduzir o lixo e o consumo de outros produtos específicos.

Sabão Casa & Cozinha, da Aires Skin, é feito a partir de óleo recolhido em casas de Brasília. Foto: divulgação/Aires Skin

O sabão é feito apenas com óleo, soda cáustica, água mineral e óleo essencial de eucalipto ou citronela — o que garante o cheirinho de limpeza.”Ele é feito com o processo a frio, e não cozido. O que acontece é uma reação química que transforma a mistura inteiramente em glicerina”, explica Sjobon. “Ralando o sabão e acrescentando álcool e água, se produz três litros de limpador, que pode ser usado inclusive para roupas leves”.

Os sabonetes podem ser encontrados no site da marca, que também conta com um blog com dicas de outras receitas naturais e respostas a dúvidas frequentes sobre limpeza sustentável.

Outra marca que se dedica a oferecer uma novidade nesse ponto é a Yvy. Com uma linha de produtos 100% naturais vendidos diretamente ao consumidor, a sacada da empresa é comercializá-los em cápsulas com os ativos hiperconcentrados. Para usar o produto, basta misturá-lo com água e utilizá-lo com um borrifador.

Foto: Yvy/Reprodução

São quatro produtos disponíveis: multiuso (para pisos, paredes, mesas e utensílios domésticos), limpador para banheiros, limpeza pesada desengordurante e lava roupa (que, segundo a empresa, não endurece as fibras dos tecidos, dispensando o uso de amaciantes). Veja aqui como comprar.

Fora esses, muitas marcas disponíveis em mercados também ofertam linhas e produtos com menos ativos químicos. A dica é estar atento ao rótulo e procurar opções alternativas.

Use materiais biodegradáveis

Não é só nos produtos de limpeza com ativos químicos que deve residir a preocupação com a sustentabilidade. Esponjas de cozinha, por exemplo, têm tempo indeterminado de decomposição no meio ambiente. Utilizar marcas e produtos específicos acabam sendo mais uma questão de hábito do que de eficácia: buchas vegetais — aquela do banho, mesmo — podem ser usadas na cozinha e vão se decompor naturalmente em uma composteira. Cada uma dura cerca de dois meses de uso.

Foto: Instagram/@silvana.desoissons

O kit Super Cozinha, da Positiv.A, é uma saída para essa preocupação. Ele traz buchas vegetais e panos de prato orgânicos, além de lava louças e sabão de coco – tudo com embalagens recicláveis.

Mas, se você está no mercado e quer trabalhar com as opções à vista, preferir panos e escovas que podem ser reutilizados aos descartáveis também é uma medida importante. De novo, vale ficar atento aos materiais de composição do produto para saber o que é biodegradável.

Além disso, outros itens que você tem em casa podem ajudar no processo. Fronhas e lençóis que não são mais utilizados podem ser reaproveitados como panos de limpar vidros ou chão.

Prefira produtos concentrados

Se você for optar por produtos industrializados, a lógica para se tornar mais sustentável é simples: quanto menos lixo gerado, melhor. Por isso, produtos que serão diluídos em água ou que possuem opções de embalagem refil já contribuem para uma redução do que vai ser diretamente descartado, sem uso.

Indiretamente, eles também reduzem custo na produção. Com embalagens menores, se otimiza o transporte, por exemplo.

E se você usar o que já tem em casa?

Bicarbonato de sódio e vinagre são dois produtos naturais que já provaram mega parceiros da faxina. Ambos têm inúmeras utilizações possíveis que limpam da sala ao banheiro.

O bicarbonato, ao ser misturado com água quente, desentope ralos, limpa manchas na parede e lava garrafas de café. Leia aqui 8 usos do bicarbonato de sódio na limpeza da casa.

O bicarbonato de sódio é um ótimo produto de limpeza e desodorizador de vários produtos em casa.
Foto: Bigstock.

Já o vinagre é uma ótima pedida contra mofos, bolores e mau cheiro. Leia aqui seis dicas de uso e diferentes aplicações.

Use panos secos e vassoura

Foto: divulgação

Nem sempre os produtos químicos vão ser necessários para uma boa limpeza da casa. Às vezes, para tirar o pó, panos secos e vassoura já serão suficientes. Até o consumo de energia elétrica pode ser reduzido optando pelos bons e velhos acessórios no lugar de aspirador de pó.

LEIA MAIS

5 dicas para facilitar e manter a limpeza do box de banho

É possível abrir mão do plástico de vez?

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você