8 ervas e plantas para energizar diferentes ambientes da casa

Nem só para a decoração serve o verde que você tem no seu jardim. Confira algumas propriedades das folhas e raízes para revigorar o lugar

Foto: Pixabay

por Luciane Belin*

26/12/2018

compartilhe

Alecrim, alecrim dourado que nasceu no campo sem ser semeado”.

A famosa cantiga popular brasileira provavelmente surgiu a partir do fato de que o alecrim é uma das plantas que mais facilmente cresce, às vezes de forma espontânea. O autor talvez não soubesse que, dentro de casa, ele promove a integração e a amizade, contribui para o entendimento entre as pessoas e tira o sono excessivo de quem está no ambiente.

Popularmente, as mais diferentes ervas e plantas ganham usos na gastronomia e na decoração, mas elas também podem integrar a composição dos ambientes de maneira a contribuir com a revitalização energética do espaço.

>>>> Ícone do Natal curitibano, Palácio Avenida quase foi demolido na década de 1970

Em outras palavras, a escolha da folhagem que vai decorar aquele canto da sala ou que vai fazer parte de um jardim vertical em uma parede separada especialmente para isso deve ser pensada também sob este ponto de vista. “Fazer um jardim vertical com plantas medicinais ou ervas aromáticas é complicado pois são plantas que requerem manuseio, podas, colheitas constantes. O melhor é plantar em canteiros no chão ou em vasos bem largos, à pleno sol e ventilação”, explica a paisagista e designer de jardins Claudia Canales.

Foto: Arquivo pessoal

A forma como a planta vai ser aplicada também varia de acordo com o objetivo e do tipo da planta. “Estas plantas [as aromáticas ou ervas medicinais] podem ser usadas em forma de chás, sprays, florais, aromaterapia, incensos e banhos. Outra maneira é ter uma horta de temperos e ervas medicinais, podendo ser plantadas no jardim ou em vasos, desde que tomem sol pelo menos quatro horas por dia”.

>>>> Na Holanda, monumento nacional é transformado em hotel de luxo; veja resultado

Quem colocou em prática a ideia de abrir espaço para uma horta própria foi a funcionária pública aposentada Regina Maria Fontoura de Oliveira, que há cerca de três anos começou a organizar uma pequena plantação que hoje nutre a casa onde vive, no Bigorrilho – em termos de alimentação, mas também em boas energias.

“Antes, eu não tinha tempo para essas coisas, mas agora que me aposentei, consigo cuidar da horta e tirar de lá várias plantinhas, fazer a limpeza energética da casa”, conta Regina. Ela relata que utiliza elementos como o alecrim na água da limpeza da casa.

Foto: Arquivo pessoal

Esta e outras fórmulas são recorrentes na casa da aposentada, que aplica as ervas em vasinhos e na decoração da casa, retirando do jardim durante a poda, e também faz o que chama de tintura com ramos como os de sálvia e alecrim. “Você separa um ramalhete e põe no álcool de cereais e deixa de 15 a 20 dias, mexendo todos os dias. Isso vira uma tintura e o extrato dela, com algumas gotinhas, você borrifa pela casa, traz boas energias e proteção, vira um ambiente de paz”.

A horta de dona Regina tem dezenas de ervas e plantinhas, com diferentes finalidades. Foto: Arquivo pessoal

Mas nem só de alecrim se faz o cultivo de ervas em casa. Cada plantinha pode ter uma finalidade ou pode ser mais adequada a determinados ambientes. “É muito importante se informar a respeito para não correr nenhum risco desnecessário. Muitas plantas não podem ser usadas por mulheres grávidas ou lactantes, nem por crianças e idosos”, adianta Canales.

>>>> Maior shopping em construção no Brasil, centro de compras em Curitiba tem projeto de arquiteto premiado

Veja os efeitos de algumas delas e como utilizá-las, de acordo com a designer de jardins.

Arruda

Foto: Pixabay

Proteção e coragem. Pode ser usada em vasos plantados na horta de casa, em pequenos raminhos para enfeitar os guardanapos ou em sprays. “Costumo usar a arruda em situações onde quero promover a coragem nas pessoas que utilizam o ambiente”.

Calêndula

Foto: Pixabay

Conhecida pelas propriedades medicinais, como a de combater alergias respiratórias e rinite, a planta é usada para curar mágoas profundas. Nos ambientes, a paisagista recomenda o uso transformando a essência em spray.

Dente de leão

Foto: Pixabay

Também chamado de chicória-silvestre, salada-de-toupeira e radite-bravo, o dente de leão tem diversas propriedades medicinais e, energeticamente, desenvolve a perseverança. “Uso como sprays ou nas saladas”, diz a paisagista..

Hortênsia

Foto: Pixabay

De acordo com Claudia Canales, a energia que esta planta traz conforta pessoas que se sentem solitárias, abandonadas ou desprotegidas. “Você pode fazer arranjos lindos com as flores e colocar em vasos dentro de casa ou, se tiver a sorte de ter um jardim, pode ser plantada”.

Lavanda

Foto: Pixabay

A conexão com o lado espiritual entre os moradores da casa é o objetivo principal de quem utiliza a lavanda na casa. Para isso, especialistas sugerem substituir os aromatizadores artificiais com esta fragrância por ramos da plantinha natural espalhadas pela casa.

Assim como o alecrim, ela pode ter sua essência extraída para a fabricação de sprays, aromatizadores naturais, sabonetes artesanais ou apenas usada em vasos e disposta em ambientes da casa.

Manjericão

Foto: Pixabay

Como tempero, o manjericão já é bem conhecido. Mas, além de fazer um bom pesto ou temperar a pizza Marguerita, ele também emite energia de regeneração física e emocional. “Uso em sprays, temperando a comida ou em arranjos na mesa de jantar”

Hortelã

Foto: Pixabay

“Planta muito boa para ser usada em locais que se quer diminuir a fofoca e as críticas da vida alheia. Muito boa para ser usada quando se precisa que uma equipe trabalhe coesa, sem perder o foco uns com a vida dos outros”, diz Canales. Para isso, ela pode ser usada em forma de chás, aromatizadores e como tempero.

*Especial para Haus.

LEIA TAMBÉM


Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você