Abacaxi ornamental
| Foto: Divulgação

Já pensou em usar um abacaxi como objeto de decoração da sua casa? Sim, isso é possível e tem conquistado quem busca trazer um toque mais tropical para a ambientação do lar ou de espaços de trabalho. Mas não se trata do abacaxi na versão de fruta que estamos acostumados a comer, e sim uma variação ornamental, produzida para ser usada como item de paisagismo.

O abacaxi ornamental, como o nome sugere, é apenas decorativo, ou seja, não é indicado para consumo, apesar de não ser tóxico. A planta é do mesmo gênero da Ananas Bromeliaceae (a fruta), mas de uma espécie diferente, Ananas lucidus, um tipo de bromélia. Graças a uma série de mutações, a versão ornamental quase não tem espinhos, as folhas são mais longas e o fruto é em tamanho mini (entre 3 a 5 cm) e em tons de rosa, o que ajudou a consolidá-lo como um item de decoração.

“O fruto fica como uma flor, com a haste mais longa e no topo fica o abacaxizinho”, conta Thomas Reeves, diretor da Naturayo, empresa do Ceará que realiza a produção do abacaxi ornamental há mais de dez anos. Pelo clima bastante ensolarado, o cultivo na região permite que sua produção aconteça o ano todo. “Existem mutações que vão acontecendo na própria flora. As espécies se mesclam umas com as outras, gerando novas variedades da planta”, explica Reeves.

Exclusividade

Reeves explica que o abacaxi ornamental, assim como diversas outras espécies de plantas usadas na decoração, vem alternando fases de maior e menor procura ao longo dos anos. Embora não seja uma novidade, quando começou a ser produzido, o abacaxi ornamental era mais voltado para exportação. Isso fez com que, até hoje, seu uso na decoração seja pouco conhecido, o que, para Thomas Reeves, ajuda a torná- -lo um item exclusivo. “Essa produção pequena acaba tornando-o um produto exótico. Pela quantidade disponível ser limitada, a planta acaba ficando ainda mais atrativa.”

Para a arquiteta, paisagista e proprietária da Verdifique Plantas para Interiores, Virgínia Fraiz, a versão decorativa do abacaxi está começando a despertar os olhos dos clientes mais atentos que frequentam a sua loja, em Curitiba. “O pessoal ainda está começando a conhecer o abacaxi ornamental. Mas quando eu tenho na loja, causa bastante curiosidade e atrai muita atenção”

Abacaxi ornamental
O miniabacaxi ornamental mede, em média, de 3 a 5 cm. | Divulgação

Cuidados

O abacaxi pode ser usado em ambientes internos, em vasos, e sua floração tende a ser constante. Como a coroa pode crescer muito e cair do fruto, também é possível replantar a coroa. Fácil de manter, exige alguns cuidados simples para seu cultivo. Segundo Virgínia, a planta pode ser mantida em ambientes internos bem iluminados. “Mas se receber algumas horinhas de sol, melhor ainda.”

Para regá-la, também não há segredo: uma rega regular de uma vez por semana é necessária, principalmente quando sentir que o substrato está seco. “Apesar de ela ser uma bromélia, uma curiosidade é que ela não armazena água na lateral”, diz Reeves.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]