Foto do produção do Diego Paladino para matéria sobre dicas e soluções de como plantas podem transformar espaços residenciais . Plantas em ambientes externos . 23-05-2019
Ambientes pequenos não são desculpa para falta de plantas: basta saber como aproveitar o espaço para encaixá-las. Nesse caso, prateleiras altas são uma ótima pedida.| Foto: Letícia Akemi/HAUS

Se você quer dar uma nova cara para o seu ambiente colocando a mão na massa e gastando pouco, as plantas são uma saída certeira. São várias as espécies pendentes que ‘pintam’ a casa de verde sem dar trabalho. Essa foi a ideia executada pelo paisagista Diego Paladini para transformar a sala de estar e jantar de uma chef de cozinha em um apartamento em Curitiba.

Como a principal função da área comum da casa seria receber amigos, reduzir o espaço útil no chão não era uma opção. Soma-se a isso o fato de que o outro morador da casa é um cachorro de porte médio. Por isso, a melhor saída foi levar prateleiras até o teto. A mesa e as banquetas altas reforçam a linguagem. “Elas evidenciam a prioridade da moradora de receber os amigos, comportando mais gente em volta da mesa, com clima informal”, explica o profissional.

Paladini criou uma estante de ferro com prateleiras de compensado naval que leva a mesma pegada industrial do ambiente. Multifuncional, ela serve tanto para armazenamento como apoio para as protagonistas da sala: as plantas.

“Todas as plantas são de meia-sombra ou sombra. Na natureza, elas estariam sob as árvores, protegidas do sol direto, buscando somente a luz. Por isso, é importante girar a planta para que ela se desenvolva de todos os lados”, lembra.

>> 8 plantas com formatos fofinhos para decorar sua casa

>> 5 dicas para cuidar bem das suas plantas no inverno

As espécies utilizadas por Paladini e já aprovadas para espaços internos são: véu-de-noiva, samambaia, planta-dólar, vinca pendente e cissus (ou cipó-uva).

Foto do produção do Diego Paladino para matéria sobre dicas e soluções de como plantas podem transformar espaços residenciais . Plantas em ambientes externos . 23-05-2019
Foto do produção do Diego Paladino para matéria sobre dicas e soluções de como plantas podem transformar espaços residenciais . Plantas em ambientes externos . 23-05-2019| Letícia Akemi/HAUS

Cuidados e manutenção

Paladini só tem uma regra fixa de manutenção: não existe manual de instruções. Os cuidados envolvem, basicamente, estar atento ao que a planta precisa e entender os sinais quando algo não vai bem.

>> Aprenda a fazer um arranjo de orquídeas com a apresentadora do GNT Carol Costa

“Minha dica é colocar a planta onde você quer e ver como ela se adapta. Se ela não gostar, troque de lugar. Ela vai descobrir e mostrar onde é melhor”, frisa. Para começar, ele sugere boa e velha samambaia. “Essa é a melhor planta para ter em casa, porque é a que vai te dizer na hora se ela está gostando de ficar ali”, destaca.

Foto do produção do Diego Paladino para matéria sobre dicas e soluções de como plantas podem transformar espaços residenciais . Plantas em ambientes externos . 23-05-2019
Foto do produção do Diego Paladino para matéria sobre dicas e soluções de como plantas podem transformar espaços residenciais . Plantas em ambientes externos . 23-05-2019| Letícia Akemi/Gazeta do Povo

Para a rega, a questão é saber se a espécie gosta de terra úmida ou seca e sempre checar o substrato antes de regar, para verificar se realmente há necessidade. E, como as plantas pendentes têm muitas folhas, vale pulverizar água ou adubo folhar com um spray eventualmente, tirando o pó que acumula nas folhas.

“O conceito é: olhe a sua planta, tenha um momento para interagir com ela. A planta é viva, não tem como seguir um manual”.

| Letícia Akemi/HAUS

Outras soluções

Mantendo a pegada de do it yourself e baixo custo, Paladini apostou em uma parede que simula o efeito do cimento queimado, feita por ele mesmo com uma mistura de massa corrida e corante.

Outra solução foi a adega que reaproveita blocos de concreto — o que reforça a linguagem industrial. Nas prateleiras soltas, os quadros de ferro vão diretamente no teto com o auxílio de apenas um parafuso.

Conteúdo editado por:Luan Galani
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]