i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Paisagismo

Como fazer um jardim vertical incrível para a casa ou o escritório

  • PorLuan Galani e Sharon Abdalla
  • 24/08/2020 09:29
Foto: Acer Haus/Divulgação
Foto: Acer Haus/Divulgação| Foto:

O contato com a natureza é primordial para a vida humana. E uma das formas mais vantajosas de trazer as plantas e seus benefícios por perto é fazer um jardim vertical ou uma parede verde. "O jardim vertical é uma das formas mais rápidas e fáceis de trazer a biofilia [termo cunhado na década de 1980 nos Estados Unidos para batizar o apreço por tudo que é natural e vivo] para dentro dos espaços", sentencia o engenheiro agrônomo João Paulo Roberto, da Acer Haus, empresa especializada em paisagismo. "Assim você pode ter um ambiente fora do usual, requintado e quase sem ocupar espaço, já que o jardim ficará na parede."

Siga a HAUS no Instagram

Mas esses são apenas alguns dos pontos positivos dos jardins verticais. A Tramontina, que produz alguns materiais e vasos para paredes verdes, destaca também o conforto luminoso que as plantas trazem, uma vez que absorvem os raios solares e proporcionam menos reflexão da luz; a manutenção da umidade do ar; a redução da amplitude térmica dos ambientes, promovendo temperaturas mais amenas no verão e mais quentes no inverno; e a ativação de uma série de sensações por meio das cores, texturas e aromas das plantas.

Foto: Acer Haus/Divulgação
Foto: Acer Haus/Divulgação

Porém, não é toda parede de casa que pode receber um jardim vertical, como alerta Roberto. O primeiro passo é escolher um local que receba luz direta do sol ou luz indireta. "Os jardins verticais mais bonitos são os de meia sombra, porque a variedade de plantas disponível é maior", explica o engenheiro agrônomo.

Existem diferentes métodos construtivos para montar as paredes vivas, com o sistema de mantas que se assemelha muito ao hidropônico e as floreiras modulares sendo os principais deles. Para fazer o jardim vertical, o mais indicado é optar pela mão de obra especializada, que, além de garantir um serviço de qualidade, fornece garantia do trabalho prestado. No mercado, o investimento médio para uma parede verde varia de R$ 550 a R$ 850 o metro quadrado.

 Foto: Acer Haus/Divulgação
Foto: Acer Haus/Divulgação

Entre os estilos mais desejados, de acordo com Roberto, estão os com padrões geométricos, as hortas verticais e os urban jungle. "O estilo urban jungle é o mais pedido. Fica bem exuberante e tropical, com espécies de folhagens largas. É possível deixar monocromático, apenas em tons de verde, ou bem colorido", conta o engenheiro agrônomo.

Tamanho e posição das plantas são decisivas para o sucesso

Um dos segredos para um jardim vertical perfeito e sustentável é os tipos de plantas colocados na parte superior e na parte de baixo. "As plantas que estão em cima têm chance de pegar sol direto. E no caso de floreiras com irrigação, os módulos vão drenando a água de cima para baixo. Por isso as últimas floreiras vão acumular mais água e nelas só podemos plantar espécies que gostam de bastante umidade", sugere Roberto.

  Foto: Acer Haus/Divulgação
Foto: Acer Haus/Divulgação

Outro ponto importante de observar é a posição das plantas de acordo com os seus tamanhos. Nunca é indicado colocar plantas pequenas embaixo das grandes. Deve ser o contrário. "Se não, as grandes sufocam e matam as menores", esclarece o especialista da Acer Haus. Entre as espécies mais procuradas estão a costela-de-adão e as samambaias, com destaque para a samambaia prata.

Manutenção do jardim vertical

Uma das formas inteligentes de economizar em manutenção é não escolher plantas adultas para a montagem da parede, como aponta Roberto. A princípio, o jardim não ficará exuberante de primeira com plantas jovens, mas, com o passar dos meses, ele certamente chegará a sua plenitude, crescendo no ambiente e se acostumando com todos os fatores do local. Se a escolha for por plantas já em seu melhor estado, algumas podem morrer mais rápido, além do investimento ser maior, uma vez que as plantas adultas custam mais.

   Foto: Acer Haus/Divulgação
Foto: Acer Haus/Divulgação

Uma dica de 'ouro' é também instalar irrigação automática nas floreiras do jardim vertical. Dessa forma, as plantas vão receber a quantidade ideal de água todos os dias. "Isso evita preocupação desnecessária. A pessoa pode até viajar por um ano inteiro. Dessa forma, as plantas vão sobreviver normalmente", exemplifica o engenheiro agrônomo.

Painel vertical

A jardineira Carol Costa, do portal 'Minhas Plantas' e colunista do quadro 'Jardinaria' na Band News FM, lembra em tutorial no seu site que, caso você queira fazer um painel ou jardim vertical por conta própria, é imprescindível observar se a parede que vai receber a intervenção precisa de algum tratamento, como tinta asfáltica para impermeabilizar. E logo depois ela sugere pintar a parede de preto, para destacar as plantas.

Foto: Carol Costa/Minhas Plantas
Foto: Carol Costa/Minhas Plantas

A estrutura que ela sugere é uma tela metálica presa em uma moldura de madeira. Assim, é só escolher as plantas de sua preferência e ir pendurando os vasinhos inclinados por meio de ganchos ou amarrações. No exemplo, a jardineira escolheu bromélia, jiboias, orquídeas e samambaias.

Foto: Carol Costa/Minhas Plantas
Foto: Carol Costa/Minhas Plantas

Outro modelo de parede verde

Outro modelo de parede verde é o comercializado pela empresa gaúcha Ecotelhado, que trabalha com soluções em jardim vertical e telhado verde. Destinado a áreas internas, além do sistema de suporte e das próprias plantas, o modelo conta com um sistema de exaustão que suga o ar do ambiente por pressão negativa, fazendo com que ele entre no substrato e seja filtrado por ele e pelas raízes das espécies, retornando limpo ao ambiente.

“É um filtro biológico, vivo. Neste sistema, as raízes estão mais próximas e têm uma superfície maior de troca, retendo os materiais nanoparticulados [presente no ar] sobre os quais se assentam os possíveis agentes patológicos, como metais pesados, bactérias e vírus”, detalha o engenheiro agrônomo João Manuel Feijó, diretor da Ecotelhado. O sistema conta com irrigação automática e constante que faz a água circular pela parede verde, contribuindo para que os poluentes retidos precipitem- se.

“Anteriormente, as paredes verdes eram uma questão estética ou relacionada à biofilia. Agora, a ideia é que as plantas e os sistemas radiculares contribuam para limpar o ar dos ambientes internos”, completa Feijó, ao ressaltar a eficiência do modelo especialmente em ambientes que contam com climatização por aparelhos de ar-condicionado.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • N

    NH4NO3

    ± 0 minutos

    Jardim vertical é fetiche. Maior furada. Custa caro, a planta morre fácil e precisa pegar Sol, caso contrário mesmo as plantas de sombra não resistem. Empresas cobram caro demais para fazer a manuteção. Planta é para o chão, excerto as trepadeiras. Jardim vertical é mico.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso