i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Coloridas e exuberantes

14 plantas para ambientes internos que encantam por suas cores, formatos e estampas

  • PorRoberta Braga
  • Especial para HAUS
  • 28/05/2020 08:00
Foto: Letícia Akemi/HAUS
Foto: Letícia Akemi/HAUS| Foto: Leticia Akemi

Usar plantas e folhagens na decoração de interiores é uma tendência que conquista cada vez mais apreciadores. É o estilo conhecido como “urban jungle” (selva urbana), que traz os elementos da natureza como protagonistas do décor. O tom verde é predominante, mas não é o único. A natureza (com ajuda de melhorias genéticas) traz plantas com uma grande variedade de cores, tonalidades e desenhos. Tem até folhas com brilho e efeito metalizado, acredite.

Siga a HAUS no Instagram!

“Além de deixarem o ambiente lindo, reduzirem compostos tóxicos que estão em circulação no ar e manterem a umidade do ambiente, algumas espécies vão muito além do verdinho básico e surpreendem com cores, texturas e estampas variadas”, conta Maria Fernanda Bruni Daldon, proprietária da Rebotanica, loja especializada em plantas, em Curitiba.

Branco, amarelo, laranja, rosa, roxo e vermelho são algumas das cores que você pode trazer para sua “selva urbana”. As texturas também não são menos impressionantes: rajadas, bolinhas, geométricos e estampas encantam os olhos. Maria Fernanda explica que, embora a maioria seja natural, também existem as que são produzidas por meio de seleção genética, em um processo realizado por grandes produtores do setor.

Virginia Fraiz, que é arquiteta, paisagista e proprietária da Verdifique Plantas para Interiores, que fica em Curitiba, conta que as coloridas fazem muito sucesso, em especial com quem já aprecia folhagens verdes e busca uma espécie de cor diferente para trazer contraste. “Algumas das mais populares são a caladio e a veludo-roxo”, diz.

Foto: Letícia Akemi/HAUS
Foto: Letícia Akemi/HAUS| Leticia Akemi

Cuidados gerais

As plantas com folhas coloridas geralmente vão muito bem em ambientes internos com meia-sombra e luminosidade difusa, mais isso pode variar de espécie para espécie. A quantidade de água necessária também muda. “No geral, as plantas de clima tropical pedem mais água e substrato úmido e rico em matéria orgânica (nunca encharcado) e as de clima desértico ou semidesértico exigem menos regas e preferem substratos arenosos”, explica Maria Fernanda.

Ela ensina outro cuidado: nas plantas que florescem, periodicamente é preciso realizar uma poda para tirar as inflorescências. “Isso porque, para florir, a planta destinará toda a sua energia para criar as sementes, o que deixa a folhagem menos vistosa.”

Na dúvida, atente-se ao básico: toda planta no vaso precisa de água, substrato de qualidade e adubo regular. “O adubo é a ‘comidinha’ da planta que não está em suas condições originais da natureza, onde geralmente se alimentam de restos orgânicos e de nutrientes de uma terra em permanente renovação. E, principalmente, as espécies coloridas agradecem uma adubação correta e feita na medida certa, nem mais e nem menos. Vale pesquisar para cada espécie qual é o melhor adubo.”

Conheça algumas espécies que esbanjam cor e beleza:

Marantas e Calatheas

Foto: Divulgação/Verdifique
Foto: Divulgação/Verdifique

Da família marantaceae, as marantas e as calatheas reúnem mais de 500 espécies e estão entre as plantas com folhagens coloridas mais comuns por aqui, já que são nativas de países tropicais. De acordo com Maria Fernanda, as preferidas do público são a tricolor (verde, branca e vermelha); a pavão, que tem padronagem das folhas que lembra a da ave; a medalhão, que tem o contorno verde escuro e o miolo verde claro, e a zebrina, que tem folhas mais compridas.

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo| Leticia Akemi

Virginia acrescenta que também são bastante apreciadas as variedades de marantas e calatheas que possuem folhas verdes “desenhadas” e verso da folha em tons fortes de vermelho ou roxo, como é o caso da calethea triostar, que tem a folha manchada e verso bem avermelhado.

  • Cuidados: meia-sombra e rega regular. Gostam de solo rico em matéria orgânica.

Begônia

Foto: Letícia Akemi/HAUS
Foto: Letícia Akemi/HAUS| Leticia Akemi

Maria Fernanda explica que, para as begônias, foram desenvolvidas “estampas”diferentes por um processo de seleção genética. Uma das empresas mais conhecidas na produção de begônias é a Flora Fujimaki, que traz espécies que combinam diferentes tons de verde, vermelho e roxo em padronagens“exclusivas”. São alguns exemplos a african jungle, evening glow, inca fire e nordic glacier.

Foto: Letícia Akemi/HAUS
Foto: Letícia Akemi/HAUS| Leticia Akemi

Ela brinca que em relação aos cuidados, as begônias, quando estão muito secas,“desmaiam e fazem o maior drama”. “Mas elas costumam voltar com a próxima rega. Só não aconselho tornar isso um hábito, esperar a planta‘desmaiar’, pois ela vai sofrendo com esse estresse hídrico e suas raízes começam a se danificar.”

  • Cuidados: são plantas de sombra, que exigem rega frequente e substrato constantemente úmido.

Veludo-Roxo

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

A espécie chamada de veludo-roxo (Gynuraaurantiaca) é uma planta rasteira que se plantada em cuia se comporta como planta pendente. Tem folha verde-escura recoberta por pelinhos roxos.

  • Cuidados: deve ser cultivada em ambiente com bastante luz natural, mas sem receber sol direto. A rega é regular: deixar a superfície do substrato secar ligeiramente antes de regar.

Lambari

Foto: Divulgação/ Verdifique
Foto: Divulgação/ Verdifique

A lambari (TradescantiazebrinaeTradescantiazebrina Purpusi) é uma planta de forração que pode se comportar como pendente, quando plantada em cuia. Suas folhas lembram o formato do peixe. Podem ser em tons de verde e de roxo.

  • Cuidados: manter em ambiente bem iluminado, podendo receber sol nas primeiras horas do dia. O solo deve ser mantido levemente úmido.

Jiboia

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

A jiboia é uma planta no estilo trepadeira com as folhas em formato de coração nas cores verde, branca e amarela. Se suspensa, deixas as folhas pendentes,trazendo charme para o ambiente. Pode ser colocada em suportes ou em estantes. A planta se adapta bem a ambientes com sombra, mas se desenvolve melhor nos que têm luz indireta. E cuidado: ela pode não resistir a baixas temperaturas.

  • Cuidados: deve ser mantida longe de crianças e pets, pois pode ser tóxica. A rega deve ser feita duas vezes na semana.

Alocácia

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

A Alocácia pollye a Alocásia amazônica possuem folhas em formato mais pontudo, como uma seta. Destaca-se por apresentar grandes nervuras em branco e prata e um verde intenso e brilhante. São ideais para ambientes internos, como apartamentos. A amazônica traz folhas maiores e a polly, menores.

  • Cuidados: não tolera sol direto, mas precisa de luminosidade, por isso deve ficar perto de janelas. Deve ser regada duas vezes na semana e, como gosta de umidade, também pode receber água borrifada em suas folhas.

Caládio

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

As espécies de caládios (ou tinhorão), nome científico Caladium x hortulanum, trazem folhas rajadas em tons de verde, branco, rosa e vermelho. De acordo com Virginia, existe uma variedade enorme de cores e estampas de caládios. No outono, as folhas começam a secar e o bulbo entra em dormência, retornando na primavera. É uma planta bem tóxica se ingerida, então quem tem crianças e pets precisa ficar atento.

  • Cuidados: pode ser mantida no interior, mas o ideal é que fique bem próxima da janela e que receba sol nas primeiras horas do dia. O substrato deve ser mantido constantemente úmido.

Cróton

Foto: Divulgação/ Verdifique
Foto: Divulgação/ Verdifique

A cróton (Codiaeum sp) traz também uma grande variedade de espécies e cores, como a canarinho (amarelo), a petra (a variedade mais comum), a gingha, a king e a samba. É uma planta de clima tropical que pode ser cultivada dentro de casa desde que em ambiente com intensa luz natural, mantendo sempre bem próxima à janela.

  • Cuidados: o solo deve secar ligeiramente entre as regas – se você sentir a superfície do substrato seca, regue. Deve tomar ao menos 3 horas de sol por dia, para não perder as cores.

Dracena

Foto: Letícia Akemi/HAUS
Foto: Letícia Akemi/HAUS| Leticia Akemi

Com mais de 60 espécies, as dracenas têm, em geral, porte de arbusto. Possuem caules e folhas compridos e finos, em forma de espada. A dracena tricolor combina as cores vermelha, rosa e verde. Resistem bem a ambientes internos, inclusive os com ar-condicionado.

  • Cuidados: evitar contato direto com o sol e regar uma vez na semana.

Fitônia

Foto: Divulgação/Verdifique
Foto: Divulgação/Verdifique

As fitônias possuem variedades mais coloridas, com a folha verde e as nervuras avermelhadas ou rosadas.

  • Cuidados: planta de sombra, que gosta de umidade.

Filodendro pink princess

Foto: Reprodução/Pinterest
Foto: Reprodução/Pinterest

A espécie de filodendro mais desejada é a pink princess, ou princesa rosa. Chama a atenção por possuir suas folhas manchadas em tons de verde e rosa claro.

  • Cuidados: gosta de ambientes com boa luminosidade e se desenvolve bem em vasos dentro de casa.

Espada-de-São-Jorge

Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo
Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo| Leticia Akemi

A espada-de-São-Jorge, Sansevieria trifasciata, possui diversos tamanhos e sua coloração pode variar entre branco, amarelo e verde. Possui folhas mais rígidas e compridas, lembrando uma espada.

  • Cuidados: sobrevive em áreas externas com sol e em áreas internas com menos luz e vento. Rega de uma a duas vezes por semana.

Coléu

Foto: Letícia Akemi/HAUS
Foto: Letícia Akemi/HAUS| Leticia Akemi

As folhas da coléu, em geral, são bicolores, com as bordas em um tom e o interior em outro, criando combinações diversas entre tons verdes, rosas e vermelhos.

  • Cuidados: precisam de rega regular e gostam de ao menos 3 horas de sol por dia. Quando ficam em áreas com pouca luz, perdem as cores.

Aglaonema lawan

Foto: reprodução
Foto: reprodução

A Aglaonema lawan é uma variedade do gênero Aglaonema que traz as folhas e o caule rosados, em um mix com tons de verde, amarelo e laranja, em combinações de cores e estampas únicas.

  • Cuidados: exigem luz natural, mas sem sol direto. O substrato deve ser mantido constantemente levemente úmido e a adubação deve ser frequente.


1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 1 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • P

    Poliana dos Santos Martins

    ± 0 minutos

    Me apaixonei pela veludo-roxo! Muito linda! Acho que o meu quarto está precisando de algumas plantas! Ótimo artigo!

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso