Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Para ter uma hortinha em casa, não é necessário ter grandes espaços. Um cantinho bem iluminado, água e muita atenção são suficientes. Foto: Pixabay
Para ter uma hortinha em casa, não é necessário ter grandes espaços. Um cantinho bem iluminado, água e muita atenção são suficientes. Foto: Pixabay| Foto:

Já pensou em produzir sua própria alface, salsinha, manjericão, seu próprio rabanete e tomate? Se você respondeu que sim, mas que não pode porque mora em um apartamento muito pequeno, saiba que é possível ter uma horta mesmo em espaços reduzidos. Entre os pontos que devem ser levados em consideração, estão a quantidade de luz, o tamanho do recipiente e a época de plantio.

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Todas as dicas podem ser encontradas na cartilha on-line lançada por profissionais da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu, em parceria com a empresa Sodexo. No material estão técnicas de plantio, manejo e colheita tanto para quem tem casa com quintal quanto para quem tem apenas um espacinho no apartamento.

A luz e a época são importantes

Entre as dicas, estão informações sobre o local ideal para instalar a hortinha. Um dos pontos primordiais é que ele deve ser ensolarado. Outra questão levantada é a época ideal para o plantio de cada espécie. Segundo o material, a maioria das hortaliças pode ser plantada o ano todo no Brasil, devido ao clima tropical do país. Mas, levando em conta o melhor desenvolvimento, algumas devem ser preferencialmente cultivadas na primavera/verão, como a abobrinha, o pepino, o quiabo e o melão, e, algumas, no outono/inverno, como o agrião, a beterraba, a rúcula e o rabanete.

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Atenção ao tamanho do recipiente

O cultivo de hortaliças em recipientes também é abordado no material. Conforme a espécie da planta, ela vai precisar de um com maior ou menor profundidade. Agrião, alface, chicória, almeirão, beterraba, cebolinha, coentro, espinafre, morango, rabanete, rúcula e salsa podem ser plantados em recipientes com 20 centímetros a 25 centímetros de profundidade. Já a berinjela, o jiló, a couve, o brócolis, a couve-flor, o repolho, o feijão-vagem, a ervilha torta, o pepino, o pimentão, a pimenta, o quiabo e o tomate precisam de vasos ou sacos plásticos com 30 centímetros a 50 centímetros de altura e com 20 centímetros a 30 centímetros de diâmetro.

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Um breve glossário com as propriedades das hortaliças também será encontrado na cartilha, além de mais dicas de plantio, de cuidado e até mesmo de preparo de terreno. O material pode ser lido on-line.

Veja o passo a passo com Rodrigo Carneiro, da Agapanthus

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]