• Patrocínio

    Vale do Pinhão Prefeitura de Curitiba

Inmetro terá polo para certificar soluções urbanas para cidades inteligentes

Campus do Inmetro em Xerém, no Rio de Janeiro, será transformado em um Ambiente de Demonstração de Tecnologia para Cidades Inteligentes, em parceria com a ABDI

Soluções começam a ser implantadas a partir do segundo semestre de 2018. Foto: Divulgação

por André Nunes*

07/12/2017

compartilhe

Um local em que podem ser testadas, na escala de uma pequena cidade, inovações urbanas como gestão inteligente de esgoto, água, refrigeração, transporte e energia elétrica. A partir do segundo semestre de 2018 isso se tornará realidade no Brasil. É o que prevê o Inmetro para o seu campus de Xerém, no Rio de Janeiro, que vai receber diversas tecnologias de comunicação e informação voltadas a tornar a infraestrutura e os serviços mais interligados e eficientes, a partir da análise de dados e informações.

O local será transformado em um Ambiente de Demonstração de Tecnologia para Cidades Inteligentes, projeto realizado pelo Inmetro em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). “As empresas vão poder testar seus equipamentos e ver como eles funcionam ao longo do tempo, com as alterações de temperatura, de clima, de circulação de pessoas”, explica o presidente do Inmetro, Carlos Augusto de Azevedo.

No Inmetro, as empresas poderão contar, também, com recursos como laboratórios, incubadora de projeto e salas para capacitação e disseminação de conceitos tecnológicos. “As Smart Cities são resultados do esforço conjunto em uma direção comum: o bem estar dos cidadãos. Transformar as cidades para servirem a sua população é o propósito fundamental do Inmetro nesse processo”, afirma o diretor de Administração e Finanças, Alex Assis, que está à frente do projeto. Até agora, já são 101 interessadas em participar do ambiente, com 141 soluções cadastradas em diversas áreas.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O líder do projeto de cidades inteligentes pela ABDI, Carlos Frees, explica que estão mapeados 10 cenários para o projeto, que devem acontecer gradativamente. O primeiro é o de iluminação pública inteligente, com instalação de sensores e câmeras nos postes, permitindo que haja redução no gasto de energia elétrica e controle de tráfego e segurança. O segundo refere-se a mobilidade urbana e será integrado ao primeiro. No terceiro cenário, está prevista a disponibilização de veículos urbanos, como bicicletas ou carros compartilhados, e assim por diante.

“Showroom” para prefeituras

Depois de instaladas as primeiras soluções, prefeitos das cidades brasileiras serão convidados a ir até o campus do Inmetro para conhecer as iniciativas, que serão congregadas em uma espécie de “showroom” – para garantir que eles vejam aquilo que está, por exemplo, dentro de um poste ou debaixo do solo. “O objetivo é as empresas testarem e demonstrarem suas soluções aqui e que isso seja um incentivo às indústrias brasileiras colocarem suas tecnologias nas prefeituras”, conta o chefe da Divisão de Metrologia em Tecnologia da Informação e Telecomunicações, Rodolfo Saboia.

Diretor técnico da Agência Curitiba, Tiago Francisco vê com bons olhos a iniciativa. “Ao se desenvolver inovações, é preciso de um espaço para que sejam validadas e testadas. Não se desenvolve algo em laboratório e entrega para o mercado. É preciso vários processos e experimentação. E quando se desenvolve numa escala de cidade, tem que se testar numa cidade. Nesse sentido, a validação do Inmetro é essencial”, afirma.

Outra vantagem de o campus ser do Inmetro é pelo domínio de tecnologia em relação ao controle e certificação de produtos. “Oficialmente responsável pela metrologia e qualidade no Brasil, tanto de produtos quanto de certificações, o Inmetro faz avaliações que são garantia de desempenho. Dentro desse contexto, de ter uma espécie de ‘campo de provas’, tudo o que sair de lá acabará sendo uma contribuição para a sociedade”, acredita Celso Kloss, diretor da Paraná Metrologia.

*Especial para a Gazeta do Povo

LEIA TAMBÉM

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você