i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?

Saiba quando é possível e como fazer assentamento de piso sobre piso

  • PorDaliane Nogueira
  • 30/08/2017 15:30
Entenda a viabilidade de instalar piso sobre piso nas obras de reforma. 
Foto: Cerâmica Portinari/Divulgação
Entenda a viabilidade de instalar piso sobre piso nas obras de reforma. Foto: Cerâmica Portinari/Divulgação| Foto:

Os revestimentos sofrem desgaste com o tempo, as tendências em acabamentos mudam com frequência e, assim, vem a necessidade de alterar o piso dos ambientes em casa. Daí você pensa: e a quebradeira e sujeira? Para este perfil de reforma o mercado vem se adaptando há algum tempo e oferece produtos que permitem o assentamento de piso sobre piso, evitando transtornos e garantindo um bom resultado.

Para sanar as dúvidas sobre como proceder essa alteração HAUS buscou informações com especialistas para ajudar você a observar seu ambiente e escolher o melhor piso para assentar sobre o que já existe na sua casa. “Ao escolher o assentamento de piso sobre piso, os custos da obra diminuem consideravelmente, uma vez que não é necessário contratar o serviço demolição e descarte de entulho, sem contar o tempo de realização da reforma”, explica Gislaine Pereira, supervisora de atendimento ao cliente da Cerâmica Portinari.

Paulo Sergio da Silva, engenheiro civil da empresa Planville aponta que a economia pode chegar a 35% na obra ao optar pelo assentamento sobreposto.

É possível assentar sobre o piso cerâmico uma outra opção de cerâmica/porcelanato, pisos vinílicos, laminado de madeira ou pisos de madeira natural. Veja as recomendações para cada situação.

Cerâmica sobre cerâmica

Assentamento de porcelanato sobre cerâmica é uma forma mais barata de dar nova cara aos ambientes. 
Foto: Cerâmica Portinari / Divulgação
Assentamento de porcelanato sobre cerâmica é uma forma mais barata de dar nova cara aos ambientes. Foto: Cerâmica Portinari / Divulgação

É um tipo de obra bastante procurada por quem está fazendo reforma. A praticidade da colocação é o que mais chama atenção de quem opta por essa mudança. De acordo com Gislaine e Paulo, é essencial que se observe alguns pontos importantes antes de iniciar a obra. Ambos destacam os seguintes passos:

– Verifique se todo o piso antigo está bem assentado e não está solto, o que pode ser sinal de infiltração que precisa de tratamento antes de assentar um novo revestimento.

– Em seguida observe o nível de sujeira que está aderido e faça uma limpeza profunda com detergentes profissionais que removam a gordura.

– Tire uma das peças do piso antigo e observe o subtrato do contrapiso, se está íntegro e não esfarelado.

-Inserir impreterivelmente as juntas de movimentação previstas na NBR 13753 e 13754. Os espaçamentos devem ser preenchidos com material elástico como mastique a base de poliuretano.

– Lembre-se que na compatibilização com o ambiente terá um aumento de alguns milímetros dependendo da escolha do produto. O mercado tem revestimentos de 3 mm, o que ajuda neste sentido. “Aconselho refazer as vistas das portas para compensar esse aumento na espessura do piso”, lembra Silva.

– Para a escolha das argamassas colantes adequadas, deve-se recorrer a ficha técnica do fabricante, que inclusive, em linhas gerais, faz alusão a esta especificidade no nome, citando o termo “para sobreposição”.  A aplicação segue os procedimentos similares ao assentamento convencional.

Piso vinílico sobre cerâmica

Foto: Bigstock .
Foto: Bigstock .

O piso vinílico vem ganhando espaço no mercado nos casos em que o usuário tem apreço pelo aspecto da madeira, mas quer praticidade na limpeza. Para Eduardo Neves, vendedor da Formighieri, o ideal é a pessoa optar por um piso de 5 mm, para evitar que o rejuntamento do piso cerâmico seja evidenciado na nova superfície.

Se, no entanto, a opção for pelos pisos vinílicos de menor espessura, a colocação adequada, segundo normas de qualidade dos fabricantes, depende da regularização do contrapiso. Tendo isso, basta fazer a colagem e a mudança do visual está feita.

Laminado de madeira sobre cerâmica

Se o piso cerâmico estiver bem assentado e nivelado, a instalação do piso laminados é simples. As marcas que comercializam essas peças trabalham com mantas que são dispostas antes da colocação e fazem a proteção contra a umidade. É recomendável que se use os modelos “click” que são encaixados em sistema macho-fêmea e não estragam em uma futura remoção, além de poder ser reinstalado em outro ambiente ou  imóvel.

LEIA TAMBÉM

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.