Coca-Cola lança nova garrafa feita com plástico reciclado dos oceanos

Marca lançou 300 garrafas com tecnologia que, pela primeira vez, permitiu que este tipo de resíduo fosse utilizado em embalagens de comidas e bebidas

Foto: Coca-Cola/Divulgação

por Gazeta do Povo

15/10/2019

compartilhe

A inovação é uma das marcas da história e da atuação das gigantes da indústria mundial que, usando o potencial inerente a suas capacidades de investimento e pesquisa, abrem novas fronteiras para um consumo cada vez mais sustentável, ou pelo menos mais responsável. Depois de a LEGO ter anunciado a produção de peças com plástico verde (produzido a partida da cana-de-açúcar) é a vez da Coca-Cola começar a dizer adeus à necessidade dos componentes fósseis para engarrafar e distribuir seus produtos.

No início deste mês de outubro, a marca anunciou a fabricação da primeira garrafa produzida a partir de plástico recuperado e reciclado dos oceanos, um marco quando o tema é a indústria alimentícia, cujos critérios sobre a qualidade dos materiais das embalagens são ainda mais rígidos do que os tidos como parâmetro para outros tipos de produtos — como os tênis ou roupas produzidos com o mesmo material.

Inicialmente, foram lançadas 300 garrafas que trazem 25% do plástico reciclado em sua composição e rótulo em tom azul esverdeado, que deixa de lado o vermelho característico da marca e faz referência direta aos mares e oceanos.

Parceria pela sustentabilidade

A garrafa foi desenvolvida pela parceria entre a Coca-Cola, a Ioniqa Technologies, a Indorama Ventures e a Circular Seas, e utilizou resíduos plásticos coletados por voluntários em 84 praias da Espanha e de Portugal. Tais resíduos, então, tiveram seus componentes “quebrados” e as impurezas eliminadas, o que permitiu que dessem origem a embalagens com a mesma qualidade das feitas com plástico “virgem”.

Foto: Ioniqa/Divulgação

Para Bruno van Gompel, diretor técnico da cadeia de suprimentos da Coca-Cola na Europa Ocidental, a tecnologia tem um enorme potencial. “As aprimoradas tecnologias de reciclagem são extremamente empolgantes, não apenas para nós, mas para a indústria e a sociedade em geral. Elas aceleram a perspectiva de uma economia em circuito fechado para o plástico, razão pela qual estamos investindo nela. Quando elas começarem a crescer, veremos todos os tipos de plásticos reutilizados e tão bons quantos os novos, não apenas uma vez, mas várias vezes, desviando o [destino dos] resíduos da incineração e do aterro sanitário“, diz em comunicado publicado pela companhia.

Ainda não existe previsão de quando a tecnologia chegará ao Brasil nas garrafas da marca.

LEIA TAMBÉM

Maçaneta que parece de mármore é feita com plástico reciclado dos oceanos

Cientista cria garrafa sem plástico que se decompõe em três semanas

Bilionário do petróleo constrói navio para retirar 5 toneladas de plástico do oceano por dia

No Quênia, 10 toneladas de plástico retirado do mar se transformam em veleiro colorido

 

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você