Designer cria mochila que gera energia a partir de painel solar acoplado

Projeto criado pelo norte-americano Bread Brister é maleável e visa gerar energia suficiente para o usuário manter seus equipamentos carregados durante uma trilha

Foto: Reprodução/ Brad Brister

por Luciane Belin*

02/12/2019

compartilhe

Ficar sem bateria no celular é uma das principais preocupações dos atletas e mochileiros quando saem para uma aventura, carregando somente uma mochila nas costas. E se houvesse a possibilidade de transformar a própria bolsa em um carregador portátil? Foi o que pensou o designer de produtos Bread Brister, norte-americano que criou um protótipo de mochila solar para montanhistas.

A SunUp, como foi batizada, foi um projeto de conclusão de curso do designer que teve o apoio da The North Face. Totalmente articulada, ela foi projetada para ser leve e maleável, ao mesmo tempo em que precisava otimizar a captação de energia do sol por meio de um minipainel acoplado na parte de cima.

Foto: Reprodução/ Brad Brister

Segundo Brister, a mochila é capaz de carregar confortavelmente sua bateria interna de 4000mAh em 12 horas, por meio de um painel de 15w. Isso garantiria carga completa de equipamentos eletrônicos menores, proporcionando mais segurança e conforto para os mochileiros.

Painéis articulados

Justamente pensando em receber o máximo de energia possível, a SunUp foi pensada em duas opções principais: os painéis poli ou monocristalinos rígidos mais comuns que, embora tenham uma eficiência 21% mais alta do que a maioria das opções disponíveis do mercado, são muito mais frágeis e propensos a quebras.

Foto: Reprodução/ Brad Brister

A outra opção são os painéis de silício amorfo de filme fino totalmente flexíveis. Embora sejam muito mais duráveis ​​que os painéis rígidos, como resultado de serem flexíveis e móveis, eles são muito menos eficientes, com apenas 7% de eficiência média. “O objetivo do meu projeto é fornecer um compromisso entre os dois. Combinando os benefícios de eficiência dos painéis rígidos com os benefícios de flexibilidade dos de película fina”, explica Brister em seu site.

Para minimizar a possibilidade de danos comuns nos usos de mochilas do tipo, com quedas e batidas comuns durante trilhas e caminhadas na mata, Brister pensou em um painel mais amplo a partir de uma matriz de outros menores e interconectados e articulados.

Foto: Reprodução/ Brad Brister

Assim, “você tem a flexibilidade de os segmentos se moverem livremente quando impactados ou derrubados. Isso visa mitigar quebras e garante que mais do pacote possa ser utilizado para geração de energia solar”, explica.

As conexões entre cada módulo são feitas a partir de dobradiças condutoras interligadas, para que não ocorram problemas no endurecimento do trabalho ou degradação cíclica nos fios.

Foto: Reprodução/ Brad Brister

Já testado em campo, o protótipo se mostrou totalmente funcional e agora integra o catálogo de produtos de Bread Brister, que tem também outras propostas de inovações movidas a energia solar.

LEIA TAMBÉM

ONU revela projeto de cidade flutuante sustentável para 10 mil pessoas

Holanda cria bicicleta com painel solar na roda

Dinamarqueses criam carregador de celular com painel solar retrátil

*Especial para HAUS.

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você