Orla do Guaíba em Porto Alegre terá roda-gigante de 80 metros de altura

Informação foi confirmada nesta sexta-feira (9) pelo prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB). Roda-gigante terá cabines fechadas e vai 'invadir' o espaço do lago Guaíba

Roda-gigante ficará na região do Anfiteatro Pôr-do-Sol. Foto: Divulgação

por Aléxia Saraiva

09/08/2019

compartilhe

Está confirmado: a Orla do Guaíba vai ganhar uma roda-gigante para integrar suas atrações. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (9) pelo prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior (PSDB), em entrevista ao programa Timeline, do jornal Zero Hora.

A novidade terá no mínimo 80 metros de altura e será equipada com cabines fechadas que vão acomodar entre 8 e 12 pessoas cada. O primeiro passo para a realização da obra é uma consulta pública online que será lançada na segunda-feira (12) e ficará aberta durante 30 dias. Segundo o prefeito, os investimentos para a roda-gigante serão de iniciativa privada.

Foto: Divulgação

A roda-gigante ficará próxima ao Anfiteatro Pôr-do-Sol, na ‘ponta’ da orla, de forma que as cabines passem por cima do lago. A região integra o trecho 2 da revitalização da Orla do Guaíba, assinada pelo escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados, dividida em três partes. A primeira, entregue em 2018, vai da Usina do Gasômetro à Rótula das Cuias. O trecho 2 parte deste ponto e vai até o anfiteatro, e o trecho 3, da Foz do Arroio Dilúvio até o Parque Gigante.

Primeira fase da revitalização da orla foi concluída em junho de 2018. Foto: Omar Freitas/Agência RBS

Apesar da novidade, o próximo trecho a ser reformado é o terceiro, cuja licitação foi aberta em abril de 2019. Com finalidade esportiva, o projeto terá 27 quadras esportivas, bares e uma esplanada arborizada.

Segundo Marchezan Júnior, a licitação desta fase está sendo concluída junto a um consórcio português que apresentou uma proposta com valor 20% menor do que o teto estabelecido pela prefeitura. A obra foi avaliada em R$ 57,8 milhões. Parte do valor vem de um empréstimo da prefeitura junto à Cooperação Andina de Financiamento (CAF), que também investiu no trecho 1.

Foto: Divulgação

O prefeito divulgou a informação no dia em que o arquiteto Jaime Lerner visita a cidade. A roda-gigante já era uma das possibilidades previstas no projeto do trecho 2 da orla. O estudo de viabilidade urbanística da obra já foi aprovado junto à equipe técnica da prefeitura, o que possibilita que a roda-gigante conste como obrigatória na consulta pública que será realizada.

“Depois de dois anos de reforma, a gente chega em um momento de olhar para frente com mais otimismo. Uma das coisas que vai ser inovadora e vai melhorar ainda mais o otimismo em relação à orla é a consulta pública”, afirmou o prefeito.

LEIA MAIS:

Porto Alegre já teve um “Museu do Olho”; conheça esta história

A nova casa do Brasil na Antártica é curitibana

Iphan vai priorizar cidades históricas da região Sul em 2019

Receba nossas notícias por e-mail

Inscreva-se em nossas newsletters e leia em
seu e-mail os conteúdos de que você mais
gosta. É fácil e grátis.

Quero receber

8 recomendações para você