São Paulo está em penúltimo lugar em ranking de mobilidade urbana que compara as 31 principais cidades do mundo. Foto: G1/Reprodução
São Paulo está em penúltimo lugar em ranking de mobilidade urbana que compara as 31 principais cidades do mundo. Foto: G1/Reprodução| Foto: ESTADÃO CONTEÚDO

Maior cidade do Brasil e centro financeiro do país, São Paulo ocupa o amargo penúltimo lugar no ranking de mobilidade urbana do estudo “Mobility Futures”, da consultoria Kantar. Entre as 31 principais cidades do mundo pesquisadas, a capital paulista vence apenas Nairóbi, a capital do Quênia, e perde até para a cidade indiana de Mumbai.

MUMBAI, INDIA - AUGUST 21: Commuting by train on August 21, 2011 in Mumbai, India. Mumbai Suburban Railway carries more than 7 million commuters on a daily basis.
MUMBAI, INDIA - AUGUST 21: Commuting by train on August 21, 2011 in Mumbai, India. Mumbai Suburban Railway carries more than 7 million commuters on a daily basis.

Berlim, na Alemanha, lidera o estudo devido a diversos fatores, principalmente maior economia nas viagens, facilidade de acesso a uma ampla rede de infraestrutura de transporte público e de serviços de compartilhamento.

A pesquisa é baseada em mais de 20 mil entrevistas com usuários de diferentes meios de transporte e viajantes frequentes nas 31 cidades, juntamente com entrevistas detalhadas com 53 dos principais especialistas em mobilidade do mundo. O estudo completo estará disponível somente em novembro, como informa a empresa responsável pelo ranking.

São Paulo só ganha de Nairóbi em ranking de mobilidade urbana com 31 cidadesSão Paulo só ganha de Nairóbi em ranking de mobilidade urbana com 31 cidades

Outros resultados

O “Mobility Futures” também deu origem a outros rankings, com São Paulo se posicionando bem em dois deles. Na lista de cidades com os “usuários mais conscientes” – que mede quantos dos entrevistados usam meios de transporte com taxas baixas de emissão de dióxido de carbono –, a capital paulistana ficou em oitavo lugar.

Segundo a análise, no quesito “consciência” as cidades asiáticas lideram o top 10, com Tóquio ocupando o primeiro lugar, seguida por Pequim e Singapura. Isso pode ser observado na baixa proporção de motoristas solitários e uma alta proporção de caminhantes, ciclistas e usuários de transporte público.

Na Europa, Londres se classifica como a cidade de passageiros mais amigos do ambiente, devido à extensa rede ferroviária e subterrânea da capital inglesa.

 

São Paulo só ganha de Nairóbi em ranking de mobilidade urbana com 31 cidades

Carro

Outra descoberta da pesquisa é que, apesar das crescentes preocupações ambientais, os passageiros ainda “amam” seus carros. Persistem aspectos culturais, como o automóvel enquanto símbolo de status, conveniência, mas também, muitas vezes, como item de necessidade. Globalmente, 39% dos viajantes urbanos dirigem sozinhos para trabalhar – mais do que qualquer outro modo de transporte.

Também não surpreende que em Amsterdã (Holanda) e Copenhague (Dinamarca) estão os maiores adeptos do ciclismo do mundo. Estas cidades ficaram em 1º e 2º lugar, respectivamente, no índice da Kantar que mediu o uso da bicicleta, seguidas por Pequim, em terceiro.

Foto: Copenhagenize Design Company / Divulgação
Foto: Copenhagenize Design Company / Divulgação

Caminhantes

Os residentes de Tóquio (Japão) e Manchester (Inglaterra) são os que mais andam a pé no mundo, com a proporção de passageiros que optam por caminhar para o trabalho atingindo 18% e 16%, respectivamente.

Aplicativos

No uso de apps de mobilidade, outro índice avaliado no estudo, a cidade de São Paulo está bem posicionada. Foi medido o número de apps usados para a mobilidade — incluindo serviços de navegação e mapeamento, planejadores de rotas, serviços de compartilhamento de carros, bicicletas e transporte público. Com média de quatro aplicativos por usuário, a cidade classificou-se em 8º lugar.

Confira o relatório parcial da pesquisa

LEIA TAMBÉM

Engenheiros da USP criam plástico biodegradável feito a partir de mandioca

7 maneiras e 21 inspirações para aplicar half painted nas suas paredes

Banksy abre loja online com produtos a partir de R$ 50 e ?curadoria de compradores?

Os 7 melhores projetos brasileiros de arquitetura de 2019

 

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]