i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
A maconha não é inofensiva como muitos querem fazer crer
Podcast

Ideias #128: Por que é perigoso e irresponsável dizer que existe maconha medicinal

    • PorGazeta do Povo
  • 18/10/2019 15:27

O canabidiol é uma substância extraída a partir da folha da maconha. É consumido na forma de óleo ou cápsulas. Pode ser usado para combater uma série de doenças, da epilepsia à síndrome de Dravet, e ainda ajuda a reduzir a dor, a náusea e a fadiga de pacientes com câncer.

O veneno de certas cobras venenosas e a saliva de répteis específicos também são úteis no tratamento de doenças como hipertensão e diabetes. Ainda assim você não vê por aí as pessoas falando em veneno de cobra medicinal ou saliva de lagarto medicinal.

Então por que se fala tanto em maconha medicinal? Seria uma tentativa de, pegando carona na liberação do canabidiol, também aprovar o uso recreativo da maconha?

Para responder a esta questão, estão aqui hoje os colunistas da Gazeta do Povo Rodrigo Constantino e Guilherme Fiuza, e nosso convidado Marcelo von der Heyde, vice-presidente da Associação Paranaense de Psiquiatria (APPSIQ).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.