i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Millennials

Estudos revelam a conturbada relação entre os jovens e a religião

  • PorMurilo Basso, especial para a Gazeta do Povo
  • 07/02/2020 13:16
Impressionantes 40% dos jovens pesquisados pelo Pew Research Center disseram que “raramente ou nunca” vão a cultos ou missas.
Impressionantes 40% dos jovens pesquisados pelo Pew Research Center disseram que “raramente ou nunca” vão a cultos ou missas.| Foto: Pixabay

A ideia de que a juventude é menos religiosa é corroborada por pesquisas que confirmam o que o bom senso já havia constatado: cada vez menos jovens estão frequentando cultos e nutrindo práticas religiosas.

A pesquisa Religious Landscape Study, do Pew Research Center, mostra que os millennials (jovens adultos nascidos entre 1981 e 1996) têm probabilidade muito menor do que os mais velhos de orar e frequentar a igreja regularmente ou considerar a religião uma parte importante de suas vidas.

Em 2019, aproximadamente 65% deles disseram frequentar cultos religiosos “algumas vezes por ano” ou menos e 40% disseram que “raramente ou nunca” vão a cultos. Há uma década, esses grupos correspondiam a pouco mais da metade e 30%, respectivamente.

O fenômeno se repete em vários países da América e Europa, mas não é um cenário homogêneo. Dos 106 países pesquisados, jovens têm uma probabilidade menor de se filiar a um grupo religioso em 41 deles. Não foram encontradas diferenças significativas em 63 países, enquanto dois países têm jovens mais religiosos que as gerações mais velhas.

No Oriente Médio, Norte da África e África Subsaariana, por exemplo, onde a maioria das pessoas se identifica como muçulmana ou cristã, não há países em que os jovens sejam menos afiliados a religiões. Na região da Ásia-Pacífico, área com grande diversidade religiosa, 17 dos 20 países não mostram contrastes significativos.

Por outro lado, diferentes perspectivas apontam que o menor envolvimento dos jovens com organizações religiosas não é necessariamente um sinal de que elas tenham menos religiosidade.

“Os millennials rejeitam a ideia de que um bom garoto é um garoto obediente. Como resultado, é mais provável que eles tenham uma atitude de ‘faça você mesmo’ em relação à religião”, explica Michael Hout, professor de sociologia da Universidade de Nova York. Segundo ele, os jovens estão mais propensos a criarem os próprios modelos de religiosidade.

Vida após a morte, anjos e fantasmas

Essa abordagem em relação à religião pode explicar a baixa prevalência de jovens que frequentam a igreja e ao mesmo tempo se mantém fiéis a crenças religiosas, como a crença no céu e no inferno, e exprimem vontade de compartilhar sua fé com terceiros - indicadores que permanecem na mesma proporção ou são até maiores em comparação com as gerações mais velhas.

Já uma pesquisa conduzida no Canadá aponta que os jovens têm uma probabilidade muito maior de acreditar em uma vida após a morte do que as gerações mais velhas, de acordo com os resultados do Project Canada Surveys, projeto de longa data para rastrear o comportamento religioso da população canadense. O mesmo se aplica a outras crenças sobrenaturais, como anjos, fantasmas e comunicação com os mortos.

A pesquisa sugere ainda que, quanto mais velha a pessoa, menor é a probabilidade de ela acreditar literalmente nas histórias milagrosas, como a passagem bíblica em que Jesus desceu ao inferno. Entre os jovens, tais crenças são mais presentes, mesmo que essa geração frequente menos a igreja.

“As pessoas presumem que aqueles que não pertencem a um grupo religioso organizado rejeitam completamente a religião”, diz Hout. “Mas as experiências espirituais ainda atraem aqueles que não vão à igreja”, destaca.

Já as nuances da religiosidade das gerações mais jovens estão relacionadas ao próprio conceito de crença religiosa. O sociólogo James E. Alcock, professor de psicologia na Universidade de York, diz em seu livro Belief: What It Means to Believe and Why Our Convictions Are So Compelling [Fé: o que significa acreditar e por que nossas convicções são tão atraentes] que crença pode significar confiança, fé, otimismo e graus variados de certeza. “Uma pessoa sábia se deleita com a vasta extensão da imaginação, ancora a crença na realidade reduzida e faz o máximo para distinguir as duas”, escreve ele.

Ainda segundo Alcock, as crenças são cruciais para moldar as experiências pessoais e têm um muito poder sobre o comportamento dos indivíduos. Elas sustentam tudo o que sabemos ou pensamos que sabemos sobre o mundo, influenciam e direcionam as nossas ações, pensamentos, emoções e reações ao nosso ambiente. Nessa perspectiva, as crenças religiosas - ou a falta delas - são apenas um fator de formação da identidade.

Política e etnia

As preferências políticas também podem ser um fator para afastar os jovens das organizações religiosas. Hout afirma que dados da General Social Survey mostram que 31% dos políticos de esquerda americanos criados com uma religião não demonstravam preferência religiosa na vida adulta, contra apenas 6% dos políticos de direita.

Por outro lado, diferenças étnicas e culturais também influenciam o nível de religiosidade de um grupo. Uma análise do Pew Research Center mostra que 61% dos millennials afroamericanos dizem que rezam pelo menos uma vez por dia, uma parcela significativamente maior que os 39% dos não-negros que dizem ter esse hábito. Além disso, 38% dos millennials negros dizem frequentar cultos religiosos pelo menos uma vez por semana, contra apenas 25% dos outros millennials.

De acordo com a pesquisa, 64% dos millennials negros são altamente religiosos em uma escala de quatro itens de compromisso religioso: crença em Deus, autodescrição da importância da religião, participação em oração e adoração. Entre os não-negros, a prevalência é de 39% dos millennials.

Os índices são explicados por cultura e história. Nos Estados Unidos, desde antes da Guerra Civil e do fim da escravidão, os afroamericanos mostram uma relação de identificação com a Bíblia. Como consequência, 54% dos negros nos EUA - cristãos e não cristãos - dizem ler a Bíblia ou outras escrituras sagradas pelo menos uma vez por semana fora dos cultos religiosos, em comparação com 32% dos brancos e 38% de latinos, segundo dados do Pew Research Center.

De qualquer forma, diferentes denominações religiosas são outra influência sobre o nível de religiosidade das gerações mais jovens. Os millennials evangélicos são mais propensos a frequentar a igreja semanalmente, inclusive em comparação às gerações mais velhas, segundo levantamento da WPA Intelligence.

O estudo mostrou que 53% dos evangélicos entrevistados disseram frequentar a igreja pelo menos uma vez por semana. Entre os jovens, o índice é maior: 61% dos evangélicos de 18 a 34 anos responderam que frequentam a igreja toda semana.

“Muitas vezes acredita-se que os millennials estão desapegados de sua fé, mas este estudo mostra que os millennials que se identificam como evangélicos estão mais engajados em sua fé do que outras gerações”, disse em um comunicado Rick Dunham, fundador da Dunham + Company, ONG cristã que encomendou o estudo.

Conteúdo editado por:Paulo Polzonoff Jr.
15 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 15 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

  • C

    Celito Medeiros

    ± 3 horas

    Tenho muito bom conhecimento sobre os Princípios Básicos de Existência e algum conhecimento sobre as principais religiões, claro, especialmente o Cristianismo. Exatamente por isto NÃO tenho Religião, respeito opiniões, mas não deixo de mostrar a minha, esperando também ser respeitado. Temos duas questões básicas que podem afligir as pessoas, sobre a Origem de nós todos no significado deste jogo da vida neste Universo. Se estamos só ou estamos apenas isolados por algum motivo justificado. Muitos desejam estas respostas e pouco fazem para obtê-las, seguem a linhas de pensamentos ou buscam se distanciar das polêmicas. A Verdade em ambos os casos será a mesma para todos, mesmo hoje confusa.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    1 Respostas
    • C

      Celito Medeiros

      ± 2 horas

      Tudo tem a ver com a Posição de cada um a respeito de Espiritualidade ou Materialidade. Materialistas não podem compreender as questões Espirituais, pois não acreditam que sejamos um Espírito que TEM um corpo no Universo Físico. A vantagem dos Materialistas e também de Ateus é que não ficam presos em conceitos religiosos, na pós morte, sendo tudo IGUAL para todos, mais facilmente estarão LIVRES e Religados, aí darão boas risadas de tudo isto. Já os Religiosos estarão confusos em seus conceitos arcaicos e fora da realidade COMUM. Somos Espíritos, Viemos do Infinito, para onde o Infinito retornaremos. Não tendo corpo, estará onde desejar se tiver tal conhecimento.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

  • T

    Thiago

    ± 5 horas

    Achei o texto confuso. Seria melhor apresentar os dados em formato gráfico para que o leitor possa compreender melhor e no texto apenas depoimentos e a interpretação dos dados.

    Denunciar abuso

    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

    Qual é o problema nesse comentário?

    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

    Confira os Termos de Uso

    • G

      Gustavo

      ± 5 horas

      Ao mesmo tempo que na Europa e em alguns países o Cristianos está deixando de ser praticado, no Brasil e EUA, diversas pessoas estão se achegando ao relacionamento com Cristo. O que a matéria disse sobre religiosidade está correto. Os jovens cristãos hoje não querem igreja (como denominação ou construção), e sim igreja como corpo de Cristo, como convivência com pessoas que ajudam o crescimento no relacionamento com Deus Mas observando-se as igrejas evangélicas atualmente, o número de jovens engajados está cada vez maior, sendo mais praticamente que muitos adultos e idosos. Basta ver eventos recentes como The Send e Culto na Arena (da baixada) majoritariamente jovens envolvidos em Avivamento

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • S

        Steven Engler

        ± 8 horas

        Citou o estudo errado. Todos estes dados são antigos, de dois anos a mais. Tem estudiosos no Brasil trabalhando o assunto de maneiras bem mais interessantes. Qual a função de um resumo tão por cima e defasado?

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • S

          Salissa Mendonça Souto

          ± 8 horas

          Religião é uma forma do ser humano buscar o transcendental. Você pode dizer que nenhuma está certa e assim afirmar ter a mesma certeza que todas alegam ter. Não se engane, você criou sua própria religião, o deus onisciente é você.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • S

            Senor Rodriguez

            ± 8 horas

            Religião é uma coisa, espiritualidade é outra. Religião é corruptível, espiritualidade não. Feliz de quem consegue conciliar ambas. Mas está cada dia mais difícil...

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            • E

              Emerson

              ± 8 horas

              A nossa juventude só lembra de Deus quando as coisas tomam difíceis rumos em sua vida. Quando tudo é agito e loucura, para que preocupar-se com religião. Melhor deixar a mesma para quando a tragédia acontece, a prisão fica entulhada ou a dor surge inesperadamente.

              Denunciar abuso

              A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

              Qual é o problema nesse comentário?

              Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

              Confira os Termos de Uso

              • T

                Terrivelmente

                ± 9 horas

                Quando o ser se desvincula da religião, em particular destas agremiações religiosas que não aceitam contestação, abre-se a mentalidade para a realidade do mundo. Foi a melhor decisão que eu tomei. Não quero ninguém me vigiando, dizendo que roupa eu tenho que usar, regulando meu corte de cabelo ou se eu paguei o dízimo. De jeito nenhum. Quem caiu na real, não entra em igreja e, quando entra, não limpa nem os pés. Igreja é instituição particular, com fins lucrativos. Ponto. E são tão podres, que lavam dinheiro do desvio público, tráfico de drogas e venda de produtos roubados. Simples assim. Paz do Senhor!

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                1 Respostas
                • G

                  Gabriel Rodrigo Sestrem

                  ± 9 horas

                  Não generalize, meu amigo. Existem, sim, igrejas totalmente desconectadas dos propósitos fundamentais do cristianismo, mas são uma exceção, e são vistas de forma bastante negativa pela maioria dos cristãos.

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

              • A

                Alexandre

                ± 9 horas

                A juventude do "faça você mesmo", na verdade arrogantes mesmo, rejeitam a obediência por entender que são a geraçao que detem maior conhecimento. E e verdade mesmo! Muito conhecimento e pouca experiência. Resultado: jovens vazios, indecisos, mentalidade fraca (mudam de opinião facilmente), facilmente ficam depressivos com desilusão da vida... Ou seja totalmente perdidos! Tem tudo para dar problema daqui a 20 anos, quando perceberem que a vida e diferente e perderam tempo reinventando a roda!

                Denunciar abuso

                A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                Qual é o problema nesse comentário?

                Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                Confira os Termos de Uso

                • J

                  JP

                  ± 9 horas

                  Sempre digo aos jovens: -acredite no que você quiser, no Deus que for da sua conveniência, mas mantenha-se o mais afastado possível de qualquer organização religiosa, pois elas são todas corruptas e malévolas, todas!

                  Denunciar abuso

                  A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                  Qual é o problema nesse comentário?

                  Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                  Confira os Termos de Uso

                  • R

                    Ren Wysocki

                    ± 10 horas

                    É muito simples de explicar. Esses Milleniuns são todos comunistas, foram educados em uma educação comunista. Comunismo é religião. Por isso são uma geração que está perdida, são pessoas vazias que serão perdedores sempre. Vítimas da sua ignorância

                    Denunciar abuso

                    A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                    Qual é o problema nesse comentário?

                    Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                    Confira os Termos de Uso

                    2 Respostas
                    • T

                      Terrivelmente

                      ± 9 horas

                      Huuummmm, bolsominion detected! Faça arminha para eu rir da tua cara!

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                    • C

                      Cidadão Brasileiro

                      ± 9 horas

                      Mas que ideia estapafúrdia de fanático. Não distorça a realidade para tentar fazer com que ela reflita suas crenças superficiais. Nesse comentário ávido por generalizações não há espaço para a razão, apenas para ódio aos “comunistas”, um tipo de “fantasma” difuso que os incompetentes têm usado para justificar seus fracassos e limitações. Já os que se beneficiam das massas de crédulos sabem bem como extrair vantagens deles fingindo partilhar de suas ideias, por vezes apresentando-se como expoentes delas.

                      Denunciar abuso

                      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

                      Qual é o problema nesse comentário?

                      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

                      Confira os Termos de Uso

                  Fim dos comentários.