Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Numa semana marcada por declarações esportivas, o presidente Jair Bolsonaro roubou a cena ao subir o tom contra o STF.
Numa semana marcada por declarações esportivas, o presidente Jair Bolsonaro roubou a cena ao subir o tom contra o STF.| Foto: Reprodução/ Gazeta do Povo

"Ação simbólica importante" - Ivan Valente, deputado do PSOL, sobre os piroideólogos que puseram fogo na estátua de Borba Gato, em São Paulo.
----------------------------

"Diz amém que o ouro vem!"

- Italo Ferreira, surfista e medalhista de ouro nas Olimpíadas de Tóquio, sem vergonha alguma de mostrar sua fé ao mundo.

"Se Lula é a reencarnação de D.Pedro II, Felipe Neto é a reencarnação de Platão" - Paulo Eduardo Martins, deputado federal, sobre as declarações de um médium que andou dizendo que Lula é o imperador reencarnado.
----------------------------

"Só porque é deficiente pode falar o que quer?", Bárbara, goleira da seleção do Brasil, dirigindo-se a uma paratleta que havia criticado a atuação dela.
----------------------------

"Quem tirou o LULA da cadeia é quem vai contar os votos"

presidente Jair Bolsonaro, numa live que, para uns, foi a fala histórica de um verdadeiro estadista, e para outros foi apenas mais um fiasco. Ou vice-versa

"Eu sou mais que minhas conquistas e a ginástica" - Simone Biles, ginasta e mais nova queridinha da esquerda por seu discurso frágil e antimeritocrático.
----------------------------

“Não se tem semideus a ocupar cadeira de juiz” - ministro Marco Aurélio Mello, numa entrevista à Gazeta do Povo na qual não disse nem isso nem aquilo, muito pelo contrário.
----------------------------

"Será que vale a pena se dedicar?" - Altobeli Silva, atleta, em momento de dúvida existencial após uma derrota na Olimpíadas.
----------------------------

"A gente tem que valorizar cada vez mais e parar de cobrar tanto o que nunca foi investido antigamente" - Marta, depois da eliminação da seleção brasileira, repetindo a lenga-lenga de que não se investe o bastante no futebol feminino.
----------------------------

"Escrever sem escrever"

- título da "oficina de literatura" de João Paulo Cuenca que resume bem como pensam os escritores contemporâneos, os mesmos que choramingam na Internet se dizendo vítimas de censura e de um "governo que não liga para a cultura".

----------------------------
#memória#

“Ninguém está isento de dizer tolices. O problema está em dizê-las presunçosamente” - Montaigne.
----------------------------

“O mundo não é divido entre liberais, de um lado, e totalitários do outro. O mundo é divido entre todos aqueles que acreditam numa ordem transcendente e aqueles que não acreditam” - Eric Voegelin

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]