Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Imóveis
  3. Opções para moradia e lazer

Série Vizinhos do verde

Opções para moradia e lazer

Região do Parque Passaúna tem opções de imóveis rurais e novos condomínios horizontais

  • Daliane Nogueira
Veja mais informações sobre o Parque Passaúna |
Veja mais informações sobre o Parque Passaúna
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Opções para moradia e lazer

Em toda a extensão do Par­que Passaúna é possível obser­­var chaminés de antigas olarias desativadas, mostrando a marca dos antigos colonizadores italianos. O ponto turístico demarca o limite de Curitiba com Campo Largo e fica a 12 quilômetros do centro da capital. A extensa área de preservação ambiental determina o perfil imo­­biliário do bairro Augusta, em Curitiba, e Ferraria, em Cam­­po Largo. Há casas de médio pa­­drão, dos moradores da região, várias chácaras e novos condomínios horizontais, uma tendência em áreas próximas a parques e mais distantes do centro. A Rua Eduardo Sprada passa em frente ao parque e na continuação da via, a Rua Mato Grosso, no município de Campo Largo, fica a sede da Bonetto Imóveis. O diretor da imobiliária, Renato Alberto Bonetto Filho, explica que há grande procura por chácaras e terrenos na região. “Muitas pessoas buscam morar em um lugar mais tranquilo, mas ao mes­­mo tempo de fácil acesso ao centro”, opina.

Ele analisa que o preço do metro quadrado de uma área de chácara dependerá das benfeitorias do imóvel, como o tipo de ca­­sa, por exemplo. “Tem-se praticado preços entre R$ 20 e R$ 25, mas cada imóvel exige uma avaliação diferente”, diz.

A Clarim Imóveis vende uma chácara na Rua Mato Grosso, próxima a entrada da Colônia Re­­bouças. A área de 20 mil metros quadrados, com uma casa de alvenaria de 200 metros quadrados, além de churrasqueira, salão de festas, piscina, campo de futebol, bosque e canil, é vendida por R$ 470 mil.

Além da chácara, a reportagem da Gazeta do Povo localizou alguns terrenos em condomínio fechado para venda. A imobiliária Follador vende vários terrenos em um mesmo condomínio na Rua Angelo Marqueto, logo após a entrada do mirante do Parque Passaúna. Os lotes mais baratos custam R$ 230 mil e têm 3.795 me­­tros quadrados.

A gerente da imobiliária Baggio, Andréa Baggio, explica que os terrenos da região são amplos, porém boa parte é área de preservação, onde não se pode construir. “Toda aquela área é uma APA (Área de Preservação Ambiental), mas quem procura um terreno ali, busca exatamente esse contato com a natureza”, comenta.

Na Rua Antônio Guarezi, que passa ao lado do parque, a imobiliária vende três terrenos no mesmo condomínio. Os imóveis de 2.442, 2.272 e 2.507 metros quadrados, custam R$ 190 mil, R$ 179 mil e R$ 247 mil, respectivamente.

A empresa tem ainda um terreno de 3 mil metros quadrados, para locação na Rua Mato Grosso, por R$ 300 mensais. “Os terrenos para locação são opções para a instalação de empresas, mas é preciso ficar atento para o tipo de indústria. A legislação ambiental não permite algumas atividades”, afirma Andréa.

Próximo domingo Parque Iguaçu

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE